sexta-feira, 22 de novembro de 2013

O campeonato já acabou, mas é hora de torcer.

Em primeiro lugar: sem essa baboseira de treinador “decepcionado ,  bastante insatisfeito”. Caso estivesse, já poderia declarar-se fora. O Kleina É profissional, SABE da situação do Palmeiras e que essas negociações são normais. Novela , quem precisa é que faz.

Não é uma Brastemp, mas tem créditos com o elenco e pode evoluir.
Mas vamos lá fratellada, quais os prós e os contras do Kleinão (que uns gostam e muitos não).
Prós
- Manter a comissão técnica dá prestígio e confiança;
- Já conhece o elenco, não precisaria recomeçar um ciclo;
- Conta com a empatia dos jogadores;
- Valor condizente com a realidade, sem loucura. (150/200 + prêmio por conquista é bem razoável).

Contras
- Tem um currículo pouco expressivo e números ruins nesta temporada (apesar do acesso)
- Não consegue “pilhar” os jogadores, equipe apática em muitos momentos
- Falta padrão mais definido , pouca inovação tática e poder de reação
- Poderia (?) usar melhor  a base (João Denoni, por exemplo)

Citemos o caso do Márcio Araújo: o problema não é ele ser um cara de confiança do treinador e não da torcida. O problema é que durante quase a temporada inteira, não tivemos um 1ºvolante nato, aquele de contenção mesmo. 

E a culpa é do Kleina? Talvez... quando o Egúren entrou vimos que ele não é tão rápido quanto deveria. Mas também não sabemos se ele tivesse jogado antes teria se adaptado melhor. E o Denoni? Poderia ter mais chances? 

Só lembrar algo: nenhum treinador é perfeito. A simpatia que o Kleina conseguiu com o grupo não é qualquer coisa. O Luxemburgo por exemplo... pode manjar 1.000 x mais, mas as vezes é tão mala que o elenco não assimila nada. Não teria sido assim em seus últimos clubes? 

Com o Felipão acontece o mesmo. Ganha fácil o respeito dos jogadores por sua postura correta. Mas é tão intenso e chato que o elenco se descola dele. Ou não vimos isso em 2012?

E não adianta dizer que o problema é jogador, porque o Palmeiras não tem condição de reformular elenco agora. Mais importante é que as contratações sejam bem feitas. E que o treinador aceite o desafio sob as condições possíveis e necessárias ao time pra 2014.

O problema nunca é só uma coisa isolada. São várias frentes.Se há um momento no qual o torcedor deveria estar na bancada era essa. É cômico, mas procede! 

As decisões que serão tomadas nos próximos dias (semanas) afetarão o rumo de 2014 inteiro e talvez mais... mediação, contratos, patrocínios, comissão técnica. O campeonato acabou, mas agora talvez é que seja a verdadeira hora de torcer. VAMOPALMEIRAS!!!

21 comentários:

  1. Também acho que nós torcedores temos que participar mais .. Principalmente quando deixamos a mídia podre colocar palavras na nossa boca... Poxa a força da internet está aí ... vamos calar esta porra toda....

    ResponderExcluir
  2. É normal eu sei!!! porém que merda esta globo ficar batendo na tecla que Queremos a renovação do Kleina....bixo to puto....

    Bora pessoal, vamos deixar claro nosso opinião!!A hora é agora já que ainda não estamos em disputa...pq depois da merda feita vai ser tarde pois poderemos prejudicar mais ainda o time que provavelmente estará em disputa....

    ResponderExcluir
  3. Foi só eu elogiar o Nobre que ele vem com essa de redução de salário...
    Ora, é um absurdo. Ou o Kleina é o técnico preferido do Nobre ou não é!
    Ou confia nele ou não confia. Se não confia, então deveria simplesmente dispensá-lo e procurar outro.
    Não vai ficar regateando nem escolhendo técnico pelo preço!
    Não querendo ser chato mas já sendo, repito que falta ao Palmeiras DECISÃO.
    Define rumos, metas, critérios e toma as providências necessárias, de acordo com as possibilidades. Isso é administrar.
    Mesmo no ambiente meio varzeano do futebol brasileiro, outros clubes (a grande maioria com orçamento, potencial e torcida menores que os do Palmeiras) fazem isso e acabam colhendo resultados.
    Nós ficamos sempre numa zona fantasma, desperdiçando oportunidades e batendo cabeça.

    Macedo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o grupo? Mesmo os líderes e outros jogadores não questionados em relação a desempenho, são muito amigos de outros que ficariam fora no próximo ano sem a permanência do Kleina. Tá bem claro que chutar o Kleina de uma vez não é uma boa opção. Pode ter reflexos ruins dentro do time e parece que não há dinheiro pra grandes mudanças com os descontentes.

      Excluir
    2. É man, mas não podemos ficar reféns dessa situação panelística tbm...

      Excluir
    3. Mesmo. Mas, só pra mencionar, também seria favorável à dispensa do "entregador de coletes". Parece que estão achando uma boa saída pra isso.

      Excluir
  4. Na boa Macedão... acho que tua úlcera vai supurar... rs. As vezes, a melhor DECISÃO é justamente evitar uma decisão precipitada. Tem que reduzir o salário sim e incluir meta aí oras, pq não? Olha os NÚMEROS do cara, o Palmeiras oferece o que pode! E se não quiser, obrigado. DE FORA, É TUDO FÁCIL e a grama dos outros mais verde... lugar comum, Macedo.

    Vc acha que é fácil as coisas é? Olha aqui a tua várzea facinha de administrar colhendo resultados:

    http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2013/11/22/negociacao-com-mano-vira-municao-em-guerra-politica-do-corinthians.htm

    ResponderExcluir
  5. Roberto, minha úlcera está sob controle, graças a muita água, rock & jazz e meio maço de FREE por dia, ehehe.
    Mais uma vez concordo com você em tese, não pode precipitar, falar é mais fácil que fazer, ninguém está num mar de rosas, etc.
    Mas não dá pra concordar com esse tipo de critério do Nobre, não.
    Se o Kleina não serve para técnico do Palmeiras por 300, não serve por 150 também, a não ser que o Palmeiras tenha virado um sacolão de hortifruti, onde vc até põe no carrinho uns produtos meia-boca porque o preço do quilo está muito barato.
    Dentro de uma faixa razoável de mercado, não é o salário que determinará quem será o melhor nome para dirigir o Palmeiras.

    Macedo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hhahahhh... então tua farmácia é boa fratello! rsss... Bueno, sobre as decisões, veja: o clube elege prioridades. Se as primeiras tornam-se inviáveis (por grana ou qualquer outra condição), as demais tornam-se opções diretas. E dentro de um contexto onde vc não poderá mudar muito o elenco (que apoia o Kleina, até pra não serem dispensados), ele pode servir sim. Mas sinceramente... eu preferia uma mudança um pouco maior. Vamos ver,,, e torcer. Valeu!

      Excluir
  6. Se Gilson Kleina for mantido, cairá no Paulistão.

    Contra times da Série B ele já tomou nós táticos de outros técnicos... Por sinal, ah quem diga que ele mesmo se atrapalhava, e até criaram o termo "auto nó", algo que só o Gilsão consegue.

    Eu parei de assistir os jogos do Palmeiras por conta do Kleina, porque ele é totalmente previsível e irritante, e porque eu nem preciso ver o jogo pra saber o que vai acontecer, só pela escalação tudo já fica claro.

    Vou narrar o que acontece 100% das vezes em que Kleina está num jogo. Começa tomando um nó tático, aí espera até o intervalo ou até os 20' do 2° tempo, e faz a primeira modificação. Depois de feita essa, ele entra com mais 2 substituições, uma entre 30' e 36', e outra geralmente lá pelos 42' a 45'. Caso o jogo esteja empatado, e o Palmeiras fora de casa, vai por mais um volante de marcação. Caso o jogo esteja perdido, vai por um atacante. É isso aí, isso é o resumo do que o Kleina sabe fazer.

    Ah, ele tambem fica na beira do gramado gritando "VAAAI FULAAANO"... Isso ele tambem faz que é uma beleza.

    Kleina é fraco, e espero que não fique, mas se ficar, em abril estaremos correndo atrás de outro técnico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Victor... e o pior é que temos que concordar... valeu!

      Excluir
  7. Fugindo um pouco do assunto, eu penso que em 2012 o Felipão não teve grande parcela de culpa, ainda mais depois de ter visto uma entrevista recente do Marcos Assunção. O Assunção disse atribuiu a grande culpa do rebaixamento aos jogadores, que segundo ele teriam feito muita festa depois do titulo nacional e pensaram que a qualquer momento poderiam sair da zona da morte. Uma prova disso é que o João Vitor chegou bêbado no treino, isso foi o que vazou, imaginemos o que possivelmente não saiu na mídia. Agora, por mais genial que seja o treinador, sem material humano não dá para conseguir muita coisa.

    Agora falando sobre o Kleina, acho que ele tem potencial para se tornar um bom treinador. Tem muito a evoluir, neste ano seu principal erro foi não ter conseguido dar um padrão a equipe, que como podemos notar trocava de formação todo santo jogo (sem contar os jogos apáticos da equipe quanto não contava com determinados jogadores). Contudo, ele não ter conseguido não quer dizer que ele não tentou ou não apresentou algum resultado. Nos bons momentos seus ao comando do time, a equipe mostrou uma característica que eu particularmente achei interessante: marcação pressão. Só ver o jogo contra o Joinville, onde o primeiro gol sai duma bola roubada lá na frente. Ou mesmo na vitória sobre o Atlético-PR no Pacaembu, onde a equipe durante os primeiros 15 minutos marcou no campo de ataque e marcou o gol da vitória. Gilson Kleina também possui a confiança dos jogadores, o que é algo muito bom num grupo limitado. Não temos muita grana para reforçar o time, e provavelmente a diretoria terá de fazer um bom observador para achar bons jogadores no mercado. Bom, resta-nos torcer.

    ResponderExcluir
  8. Concordo com você Roberto. E ainda te digo mais! Estou de saco cheio de tanta novela, rancor e baixo astral. Ainda bem que você voltou a escrever.
    Abraço fraterno.
    Paulo Victor Paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é meu caro Victor... é que "guerra" vende muito mais... rs. Sad but true. Abração!

      Excluir
  9. Paulo,

    também tô puto com estas novelas... Tudo , tudo no verdão vira novela.....


    Somos um prato cheio para a mídia sacana....

    ResponderExcluir
  10. A paciência é o melhor remédio que nossa Diretoria deve ter agora, afinal em final de ano, os campeonatos acabando e jogadores ainda indisponíveis, eu pergunto quem contratar, porem nossa paciência tem de ser ilimitada agora.
    Enquanto nossa Diretoria não se posiciona sobre projetos, contratações e outros assuntos que são o combustível para as fofocas dos atuais "pseudo-s", eu leio as noticias do Palmeiras em vários blogs, e tenho que rir com as "asneiras" que estes projetos de jornalistas estagiários escrevem, hoje li em um blog as seguintes noticias: Kleina é ovacionado por torcida do Palmeiras em Campo Grande, pena que ovacionar não é jogar ovos na cabeça oca deste cara, masss, fazer o que ?, e depois li: Valdivia é pressionado por torcida Palmeirense, são simplesmente noticias sem a menor lógica ou expressão, tudo isto porque Paulo Nobre e sua "comitiva" não soltam fofocas para os eternos invejosos do Verdão.
    Boa tarde Fratello, e bom final de semana

    ResponderExcluir
  11. A atual gestão que assumiu o clube em 21 de Janeiro ultimo, sempre foi rotulada como profissional, fato que esta sendo , descaracterizado a cada decisão polemica, em virtude de uma senso amador, que não seria necessário expor, a todo momento, o atual staff alviverde, esta perdido em fácil manobras que poderiam ser realizadas , desde 0 dia 28 de Agosto ultimo, quando a equipe frágil, comandada por Kleina , perdeu o jogo no estádio Dorival Brito em Curitiba, sendo eliminada da atual copa do Brasil, mas o que fez o profissional bem remunerado Brunoquio, NADA, só com um sorriso de idiota, manteve o palhaço que esta ``comandando ´´, o plantel de serie C, com trancos e barrancos, na mais frágil segundona dos últimos tempos, alegando asneiras de forma sintomática aos cretinos, que ainda duvidam , que seremos uma piada pronta em pleno centenário, com este comando, e este grupo de ``jogadores´´, vestindo a camisa alviverde!
    O PALMEIRAS , não este time de merda que disputou a tal serie B de burros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudio... ótimas as suas considerações. Refletem de tal modo um coletivo que merece uma carta. O próximo post é pra vc, fratello! Abração.

      Excluir
  12. Você foi ao ponto Galluzzi, tenho a mesma visão que você!
    Nos anos anteriores, boa parte da torcida (me incluo nesta) ficava reclamando que não tínhamos planejamento (e não tínhamos) que tirone e frizzo só faziam bananadas (e realmente faziam) pois o amadorismo e a falta de noção de gestão era imensa, reclamávamos (eu tbém) do vazamento de informações que atrapalhavam as negociações, reclamávamos pelo fato dos outros clubes estarem contratando quem pra nós parecia ser impossível (mas era possível pros outros?), olha só, lembro que quando fomos atrás do Mendieta, sondamos o Guinhazú, e foi dito que não dava pra nós porque o salário do cara era muito alto, e cerca de uns 10 a 15 dias depois o cara já estava treinando no vasco, pergunto: o vasco podia pagar o cara? E vejam a situação deles no campeonato, tendo que apelar pra maracutaias pra não cair. Pelo que acompanho do futebol, existem duas situações que podem levar um clube a ter sucesso: 1) Conseguir um bom padrinho pra botar dinheiro no caixa, aí pode ser político (o que acho a coisa mais horrenda do mundo, tirar dinheiro do povo pra bancar o ego de um estúpido), ou conseguir uma parceria da iniciativa privada que seja lícita e não lese o fisco nacional (PALMEIRAS/Parmalat). 2) ORGANIZAÇÃO E PROFISSIONALISMO NA GESTÃO: não é fácil, mas administrar um clube de futebol com visão de torcedor, fatalmente levará o clube a fechar as portas em algum lugar do futuro, portanto cabeça no lugar, planejamento a médio e longo prazo (e não planejamento de um ano para o outro, isto não funciona, nem mesmo dentro das 4 linhas), e não gastar mais do que se pode é regra básica pra qualquer tipo de gestão. Bem o PALMEIRAS, como não arrumou um presidente da república torcedor, que arrumou um jeito de botar dinheiro fácil no seu “time”, está tentando pelo caminho da gestão responsável, e vejo que a médio e longo prazo podemos sim ter muito sucesso, concordo com o Nobre que não devemos fazer loucuras por causa do centenário, até porque, corremos o risco de pagar mico, como certos por aí, mas precisamos nos organizar e botar a casa em ordem pra ganharmos tudo neste século tbém, e continuar a escrever nossa história limpa e cheia de orgulho.
    O PALMEIRENSE, precisa entender que não estamos na condição dos outros, quero dizer, a turma lá do sscp, por exemplo, está no meio da farra do dinheiro fácil, que todo mundo sabe de onde vem, mas pergunto tem organização naquilo? Até quando tudo aquilo vai durar? E depois, vão ter competência pra agüentar as conseqüências? Temos que inovar, e por isso, esse novo modelo de contratos proposto pelo Nobre tem ao menos que ser testado, por que os clubes de futebol não vão agüentar essa política de salários implementada hoje, onde o clube só se lasca e os caras ficam na boa jogando quando bem entendem. É isso, meu comentário ficou longo, mas espero ter contribuído.

    Abraço Galluzzi, saudações a nação palestrina!

    PALMEIRAS TE CARREGO NA ALMA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Longo mas preciso, fratello. E digo mais. Assim como foi com o Flamengo na década de 80, é com o SCCP ainda mais descaradamente. Quando é exposto que ex-presidente disse: "ganhei um estádio da Globo pra implodir o clube dos 13" (declaração do Khalil), as coisas ficam claro... é nossa luta contra a espanholização do futebol nacional. Valeu!

      Excluir
  13. Um abraço a família palmeirense .eu acredito no nosso presidente. Tenho certeza que as contratações será feita. Sabemos também que tem jogadores que não tem condições de vestir nossa camisa. Abraços a todos palmeirense

    ResponderExcluir