segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Quando a gente se une, ninguém nos vence!


Obrigado tricoletes! Primeiro clássico do Centenário vencido assim, tá ótimo.

O título do post homenageia uma frase do presidente Pascoal Byron Giuliano, por conta do que vimos nesta vitória de 2x0 contra a dondocagem da Cidade Jardim Leonor.

Entrega. União. Ataque marcando. Laterais marcando. Todos marcando... e mesmo assim, impondo qualidade na saída de bola, com pivôs bem feitos, boas passagens, enfiadas e cruzamentos.

Melhor que o resultado é o time ter apresentado, num clássico, o seu melhor padrão de jogo. E na quinta rodada do campeonato... muito bom. Com essa doação em campo, essa participação coletiva, será complicado bater o elenco do Sr. Kreina.

Mas querem algo ainda melhor que isso? O silêncio dos Hardies... da cornetagem incessante. Agora cessou um pouco. Pelo menos pra reconhecerem que não havia falta de planejamento de lá e sim precipitação daqui.

Bom... mas o melhor mesmo, mas melhor de verdade... é a cara de bunda das tricoletes nesta segunda ensolarada. As chamadas do Lúcio em cima do atacante deles deve estar ecoando bonito nesta manhã lá pelo Jardim Leonor.

Mas como não há nada ganho, apenas uma boa temporada bem iniciada, é importante continuar na evolução. Não deixar o momento subir à cabeça etc...


Fiquem de olho!
Wellington, que vem mostrando uma noção de posicionamento notável, além de grande técnica pra desarme. Show.

Marcelo Oliveira, o polivalente. Era meia, chegou aqui como lateral esquerdo mas fez suas melhores atuações na defesa, entre zagueiro e volante. E também pode jogar na ligação, pois tem boa saída de bola.

Marquinhos Gabriel com boa rapidez e jogo vertical, sem embaço. Joga no ataque, mas também desce pra trabalhar a jogada, com boas assistências.  

Finalizando
Gostaria apenas de pedir algo ao Palmeirense. Acredite em seu time. Grande desde o nascimento, temos erros e dificuldades. Mas um caráter profundamente humano, que confere uma simpatia tremenda à essa "torcida família" linda que se vê nas bancadas.

Podemos estar entrando numa nova era, com um padrão de administração (que pode não ser perfeito e ter muito a melhorar) que esteja acima das vaidades e interesses pessoais dentro do clube. Isso exige doação.  Saber que nem sempre se está certo. Exige conversa, integração, inclusão. E um bom crédito na praça...

Só uma última... CHUPA CÊNICO... vá passar a perna na ilustríssima sra. SUA MÃE, seu Justin Biba do travessão. HÁ!

15 comentários:

  1. Levando em conta que o time do ano passado jogava na base da raça e não da técnica e que esse ano o time tem mais técnica ainda: se jogar com raça, dá pra levar.

    ResponderExcluir
  2. Belo post. Retratou a realidade. Vamos Palmeiras.

    ResponderExcluir
  3. Ontem foi um show de bola, time integrado como a muito não se via, o que mais me chamou a atenção foi a marcação dedicada, zaga fechada que não passava nem pensamento de gol da turminha do São Paulo, Grande Fernando Prass teve um dia de folga, só dava passe e chute de meta, nem em escanteio ele tinha preocupação, foi show!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Honraram o hino... raro e valioso. Valeu Dion.

      Excluir
  4. Lindo...Salve Fratellada!!!Belo post...Ontem vivi momentos que a muito tempo nao sentia...sempre senti orgulho de ser Palmeirense...ate nos piores momentos, mais alguns sentimentos haviam adormecidos!!! aqueke grito de Goooolll...aquela alegria de ver o toque de bola fluindo...muita tecnica e entrega...Que bacana saber que ainda temos o que melhorar...mais Parabens Palmeiras, em todas as suas esferas...como Time, Torcida e Diretoria...O caminho é esse...Forza Paletra!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grazie Andre... creio que a palavra do clássico foi: particição coletiva. entrega, doação. Se o elenco abraçar essa forma de atuar (nos clássicos), vai ganhar confiança... Show. Valeu!

      Excluir
  5. Boa, Galluzzi, fechou o post com chave de ouro!! hauhauhaua. É muito bom ver este mito fabricado pela mídia mostrar seu verdadeiro caráter. O cara só está lá ainda em busca de recordes pessoais. BOm pra gente!!
    Achei uma grata surpresa este Wellington. Jogou com muita seriedade e sobriedade. Desarma muito bem!! Excelente complemento à experiência de Lúcio.
    Não chega a ser uma cornetagem, mas eu gostaria ainda de ver o Marquinhos Gabriel no lugar do Mazinho, embora este tenha feito o cruzamento para o 1º gol, ainda acho que ele se afoba durante o jogo, tem mostrado muita individualidade nos lances e pouca habilidade.
    No mais, não tem como conter a empolgação! Força, Verdão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Marcus... vc vê que existem mitos titulares e mitos reservas né... deixa o cênico lá queimando o próprio filme. Sobre os jogadores é muito bom ver um prata representando bem né não? Putza.... demora isso por aqui, mas tá melhorando. Até o Wendel tá debulhando, pra tristeza do Luis Felipe, mercena com que a diretoria soube lidar muito bem. Sobre o Maza/Gabriel, é uma impressão geral, mas lembre que no primeiro jogo o Maza foi um dos melhores em campo. Acho que o Gabriel terá seu espaço inevitavelmente, o Kleina só está dando tempo ao Maza e vendo a melhor forma de utilizar o Gaba. Acho que é isso... FORÇA!

      Excluir
    2. Realmente, Galluzzi, é muito bom ver o Wendell arrebentando e botando o tal Luis Felipe no esquecimento, encostado (parece que até o Benfica já recuou em relação a ele, pelo caráter demonstrado). Quanto ao Mazinho, acho que tem que testar mesmo, só torço para que não criemos um novo Massaraújo, intocável. Por falar nesta figura, olha que diferença pra pegada do nosso time após sua saída! Viva o contrato de produtividade!! hahahaha

      Excluir
  6. Aquele segundo gol me deu um alívio danado, nos últimos anos cansei de ver o Verdão jogar melhor do que as meninas e por puro desequilbrio emocial sofrer o empate ou mesmo a derrota. Seria péssimo não ganhar esse jogo, esse é o pior time que as meninas montaram em mais de 20 anos, pelo menos eu não me lembro de outro pior.E outra, a superioridade do verdão foi tanta que um empate faria do São Paulo o herói do fim de semana. Aí não né! Com pés no chão, mas com muita confiança ! Força Verdão !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julio, via de regra o jogo em que os homens de frente ajudam na marcação fica chato, sem criatividade. Mas o Palmeiras tem jogadores com qualidade técnica pra fazer a ligação de forma rápida. Ainda não é 100%, mas promete... valeu!

      Excluir
  7. Sem palavras pra pequenice desse ajoelhador cênico...
    Se ele tivesse ido buscar a bola no fundo do GOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLL kkkkkkkkkk, talvez ele não seria tão patético.
    A cara dos bambis nessa 2 feira foi impagável!
    Que venham os gambás... Não vejo a hora!
    Sds a todos e Grande abraço Galluzzi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Lourenzo... é bom mesmo que ele tenha continuado a carreira, pq do jeito que está queimando o filme cada vez menos será comparado com o titular, que botou ele na reserva, nosso ilustríssimo Santo Marcão. Valeu!

      Excluir
  8. Lugar de Viado é no zoológico, estes pederastas são a pior estrutura moral de clubes no pais, iuma vergonha a postura do goleiro de botão, uma bicha louca, ``O ódio sempre sera eterno´´, 1942 não sai de nossa Historia, a Vingança é sempre bem vinda, Força Palmeiras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relax Claudião, pq tanto darkness no coração? rs... ah, vi seu avatar, entendido... rss... nossa maior vingança e sermos os caras legais da parada, arrancando a máscara de bons moços do Jd. Leonor. Grazie!

      Excluir