segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Se liga Kleina... agora é a hora.

Há algum tempo era recorrente a expressão: “não tem time como o Palmeiras para reabilitar os outros”... e quase que reabilitamos o curintinha de nuevo... só que não!!! Temos ali o cabeceio preciso de nosso centroavante iluminado Kardec, que tirou o Pacaembú da sobra escura, pondo o verde no mapa.

Não, não foi só o Kardec, foi um conjunto. Mas há jogadores devendo e temos reservas com fome de bola. A defesa até vem ganhando entrosamento. As laterais vem cumprindo certo as determinações, mas ainda lhes falta um quê de criatividade e resistência na marcação. Temos o William Matheus que pode dar um upgrade.
  
A defesa pelo meio... Oliveira na contenção (cabeça de área) e Wesley na saída de bola. Deixando a desejar principalmente este último. Oliveira não é um Pierre, mas tem grande atenção tática e movimentação. Temos França, Eguren etc. Ou mesmo deslocar outro pra saída de bola...

foto diariosp
O imbróglio maior começa no meio campo, quando o Valdívia é bem marcado. Precisava proteger um pouco melhor pra distribuir com mais calma. Mas cadê o Mazinho? É ele que deve desafogar um pouco a jogada, chamando a bola e marcação. Temos Mendieta, Bruno César, Marquinhos Gabriel etc.

O receio de uma jogada mais forte que traga contusão faz com que o jogador atue de forma diferente, mesmo de forma inconsciente. Ou o Kleina coloca alguém pra auxiliar, fazer 1-2, ou a criatividade no meio campo ficará capenga. E o Valdívia ser mais inteligente puxando  a marcação e abrindo espaços.

No ataque, duas cabeças: uma a boa, do Kardec, outra meio zoada, do Leandro, que adora cair deixando uma perna pro adversário... já levou uns 3 amarelos por conta e não parece disposto a deixar a prática. Também lhe falta um posicionamento melhor. Temos o Diogo ou o Rodolfo aí pra tentar uma sequência.

Kleina, A BOLA TÁ CONTIGO. Agora tá tudo mais claro, o que precisa ser feito. Não tenha medo de fazer mudanças, essa é a hora. Tá bom, mas vamoquevamo que há muito pra melhorar.

3 comentários:

  1. Na boa, Galluzzi, eu já perdi a paciência com o Kleina. Desde o ano passado estamos esperando que ele melhore, mas isto não acontece. Achávamos que era por falta de um elenco melhor nas mãos, mas este ano não tem desculpa. Embora tenha um leque de opções no banco, o time que entra contra o Comercial e Linense é o mesmo que entra contra os Gambás e os Bambis. O Kleina é limitado, cauteloso demais beirando a covardia.
    Esta insistência com o Mazinho é desgastante. Ontem li uma entrevista dele sobre a "possibilidade" de colocar o Diogo no lugar do Leandro (suspenso) no próximo jogo. Ele diz que o Diogo tem entrado bem sempre e quando isto acontece com frequência é preciso se observar. O que não pode é mudar ( o time titular) toda hora...
    Eu até concordo que um jogador não pode ganhar a titularidade porque entrou e fez o gol. Ou ainda, um jogador não pode perder a vaga no time por uma partida ruim. Mas o que tem acontecido é que nas 8 rodadas vimos alguns jogadores sendo um cemitério de jogadas, seja por limitação técnica (Mazinho) seja por má fase ( LEandro e Wesley), enquanto outros que estão no banco entram e mudam o jogo ( Diogo, Mendieta e Marquinhos) Não pode ser coincidência.

    Como disse, não vejo muita perspectiva do Kleina mudar, porque isto vem desde o ano passado.

    "Ô Kleina, se todo jogador que você coloca vai bem, não significa que você mexe bem no time, e sim que você escala MAL!"

    Pronto. Falei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma merda né Vini... esse estilo de dar chance até não poder mais testa a paciência de qualquer torcedor. A intenção do cara é eliminar as queixas de falta de oportunidade que, convenhamos, já foram dadas. Agora é a hora, o momento é já. Mas uma coisa que não iremos ver mesmo é o treinador dando alguma declaração que detone um jogador de alto valor patrimônio do clube. Faz parte... o negócio é torcer pra que o Diogo deixe o seu ou o Leandro jogue de uma forma que renda mais (caso haja). Mas o Kleina deve mudar e logo. Abraço!

      Excluir
  2. Concordo contigo Galluzi é hora de testar novos jogadores e novas formações táticas, agora que temos um elenco mais qualificado o Kleina tem que por essa rapaziada pra jogar porque ficar insistindo com Mazinho e Juninho é pedir pra ser cornetado. Além disso o período inicial do campeonato, que deixa a torcida cheia de desconfiança, já foi embora e da até pra perder umas partidas sem ser pressionado.
    O time tá longe de estar pronto e isso é o que dá mais esperança porque ainda dá pra melhorar muito, basta um pouco mais de ousadia e criatividade do novo técnico.

    ResponderExcluir