quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Vence quem persevera

Um Pacaembú com pouco mais de 6.000 palmeirenses assistiu ontem a vitória da perseverança. Poderíamos ter jogado com o regulamento e dizer que o empate não seria um mal resultado. Mas depois de 2 empates o time estava com fome de vitória. E foi buscar, martelando, martelando o bem montado time do Ituano.

Time que quer ser campeão é assim, tem sede de vitória e não se contenta com um empate. Mas por que tivemos tantas dificuldades? Porque o meio campo não funcionou direito e o ataque foi pouco acionado. E porque o Ituano veio bem, Paulistão é assim mesmo, difícil.

Vai sobrar pro Mazinho, que não conseguiu se livrar da marcação e fazer uma boa dupla com o Mendieta, que também não jogou lá grande coisa. Mas vamos lá...

Agora a imprensa está praticando a empurroterapia do Kardec pra seleção. É bom pro Palmeiras? Bem, se o passe dele fosse nosso sim, mas como não é, não vejo lá muita vantagem a não ser pela motivação dos jogadores em perceber que realmente o Palmeiras é uma excelente vitrine. Fora isso, não vejo mais nada que nos ajude.

Seleção é ótimo, todos querem. Mas frequentemente a seleção apresenta um efeito colateral aos jogadores, tirando sua concentração do clube onde o cidadão para de evoluir e as vezes até mesmo para de colocar o pé nas jogadas pra não se machucar. Pode até ser bom pro gerente de banco do jogador, mas pro clube? Meleca.

Só mais uma das babaquices de uma imprensa pra lá de sensacionalista. Não que o Kardec não esteja jogando bem, está detonando! Mas em véspera de Copa do Mundo é arriscado chamar um jogador que não vinha sendo testado. E só pra termos comparação, se houver alguém pra ser chamado é o Fernando Prass, isso sim. O Julio César está horrível (no Canadá!) e a posição de goleiro não altera a parte tática, como acontece com jogador de linha.

Deixando a imprensa pra trás, vemos que o time pode ser líder, mas ainda falta muito pra desenvolver um padrão de jogo consistente, haja vista a dificuldade em vencer esquemas bem montados. Temos que concentrar nisso, pois pra ser campeão é preciso vencer os grandes. Vencer só os nanicos, por mais bem montados que estejam, não nos levará muito longe.  VAMOPALMEIRAS!!!!


3 comentários:

  1. Jogamos pro gasto, muitas peças ainda estão pegando ritmo de jogo, sendo talvez até o motivo para Kleina insistir na escalação de Mazinho. Mas é notório a necessidade de que os jogadores assimilem a proposta tática o mais rápido o possível, de forma que estejamos voando para o mata-mata e Campeonato Brasileiro. Para a Copa do Brasil, sabemos bem que até um time meia boca, porém valente, tem reais chances de levantar o caneco, vide o nosso Verdão em 2012. Ademais, só nos resta ter paciência, que creio que até o início do Brasileiro esse time terá atingido boa parte de seu potencial!

    Avanti!
    Gustavo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vide tbm o Santo André em 2005, né Gus... Paciência acho que é uma constante por aqui... rs. Abraço.

      Excluir
  2. Ganhamos, FODAM-SE , agora só faltam seis jogos, depois as quartas!

    ResponderExcluir