sexta-feira, 28 de março de 2014

É assim que se toca a bola!

Quando o jogo é eliminatório sempre há um certo nervosismo no ar. É aí que a calma fala mais alta e manda o time tocar a bola sem pressa.

Faltou isso contra o Santos (que fez marcação forte em nosso campo), mas não contra o Braga, time que dividiu a renda apesar de ser visitante e ainda saiu do Pacaembú esbravejando contra o valor que levou. Ter um Chedid na diretoria dá nisso...

Mas voltando ao que é sério, é fácil ouvir alguém da imprensa chamando o Valdívia de cai-cai. Mas notar que o cara leva bordoada todo jogo é demais pro ego midiático. Jogou muito o Valdívia, robou bola, deu assistências maravilhosas, infernizou o adversário. Show.

Só precisamos saber como jogar SEM ele pois será ultra visado pelos próximos adversários. Alguém deve jogar mais próximo a ele, caso contrário será bola perdida toda hora.
Muita atenção contra o Ituano e sua forte defesa, compacta e catimbeira. Pra isso, a vacina é calma e uns belos chutes de fora da área com direito a rebote.

Parabéns à torcida que compareceu bonito ontem no Pacaembú. E continuará repetindo a dose sempre que um futebol dedicado e envolvente assim for apresentado. Principalmente contra os times “grandes”. VAMOPALMEIRAS!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário