segunda-feira, 24 de março de 2014

Toda lerdeza será derrotada!

Muito vai ser dito e ouvido sobre essa derrota. Então vou logo nos finalmentes: o Santos entrou muito mais ligado e isso fez a diferença. Um time cheio de reservas com gás e motivação pra mostrar serviço.

Nosso time tem que “pensar e agir” mais rápido. O Santos matou nossa criação no primeiro tempo por lentidão nossa. Taticamente o Marcelo Oliveira complicou. A dupla Eguren-Oliveira não fortaleceu a volância, deixando um espaço na defesa que fazia o Valdívia ter que recuar constantemente pra buscar jogo ou ficar esperando chutão.

Kleina.... Kleina!!!! Treina toque rápido porra! Vamos treinar toque de primeira nessa porra, caralho! Que merda... fica nessa lerdeza que qualquer time rápido destrói. Futebol série A exige pensamento rápido, esperteza, malícia  e inteligência. Liga nessa filhoto, liga nessa!!!

Chega de time CABAÇO. Precisamos de malandragem. Zapt, zupt, tá comigo, não tá mais... participação coletiva, movimentação conjunta, rápida, inteligente. Vâmo lá Kleina, PILHA ESSA GALERA. Quando nos UNIMOS (e jogamos de forma rápida e inteligente) ninguém nos vence!!!



Agressão ao Verdazzo – Covardia!
Quero aqui manifestar total apoio e solidariedade ao Conrado lá do Verdazzo, que foi COVARDEMENTE agredido - antes de sair da Vila.

Conheço o Conrado pessoalmente e posso dizer que é um Palmeirense de primeira, típico, que não tem medo nem papas na língua e por isso paga, como todo mundo nesta bosta de sociedade injusta e covarde, por sua coragem.

Como não sei pormenores, não me adianto no julgamento. Só sei que quem agride de surpresa, em bando, um sujeito sozinho é, COVARDE. Ou bandido... Não importa o quanto se discute, todo HOMEM encara de frente e defende seus argumentos. Agressão gratuita só deixa claro quem já perdeu a discussão e a razão. Força aí Conrado. Que a recuperação seja breve e a volta certa.

4 comentários:

  1. Perdemos quando podíamos, embora uma derrota nunca é bem digerida. O Kleina comete um erro que o acompanha desde o ano passado, que é entrar com o time sempre mal escalado, posicionado e disperso, ai sempre tem que corrigir e correr atras no segundo tempo. Virar contra os pequenos e times da serie B é uma coisa, mas contra outro grande ou contra outros em fases decisivas e mata-mata é outra. Creio que a partir de quarta-feira o Kleina irá estar passando pela sua prova, ou se firma como treinador de time grande, ou vai se restringir as pontes pretas da vida. Passou a ser obrigação “ja que escapou do sfcw”, avançar nos dois jogos e levar o time pra a final. Se isso não acontecer, as coisas podem partir para um principio de crise, e fatalmente seo girso vai perder o emprego até porque teremos eleições no final do ano, e o PN terá que apagar o incêndio para livar a sua cara. Por isso, o momento do Kleina é agora, a hora é dele, vamos ver como se sai.

    ResponderExcluir
  2. Este problema já vem desde o ano passado: o Kleina parece não estudar o adversário. Alguém tinha dúvidas que o time do Santos era rápido? Então por que entrar com uma zaga pesada? A não ser que, na verdade, quisessem perder mesmo escolher adversário para a semi, o que eu não gosto. Vamos ver quando voltar Wellington, Wesley e Wendell. O Leandro tá merecendo um banquinho também. E eu realmente não entendo o que o Girso espera colocando Felipe Menezes e Vinicius quando o time está perdendo... alguma vez eles já resolveram??
    Quanto ao ocorrido com o Conrado, bonita sua solidariedade. A covardia que fizeram com ele é bem parecida com a que fizeram com Vagner Love, João Vitor, Capixaba, Valdívia e o barraco na sede do Avanti. É coisa orquestrada. Todos que se opõem às facções estão sofrendo retaliações, assim como o Nobre tem sofrido. O Conrado sempre criticou a torcida quando ela errou, e elogiou quando ela acertou. Espero que ele não desista de escrever, porque, senão, estes vândalos terão conseguido o que queriam com esta agressão.

    ResponderExcluir
  3. Roberto há uma única questão em jogo, a fragilidade do elenco e a falta de coragem de um técnico imaturo, para que tenhamos algum resultado, é necessário termos mais elenco com qualidade, a respeito do Conrado Cacace, também o conheço, só que há um detalhe ao ter coragem de falar o que deseja, deve ter também o discernimento de saber fugir do conflito, ele é visado pela postura, os ignorantes estão em todos os lugares, desta forma é lamentável a atitude, que feriu um pai de família, a troca de nada, esta na hora de eliminarmos as mascaras politicas do clube, se não conquistar nada, no centenário Paulo Nobre sera exposto , como nunca!

    ResponderExcluir
  4. O Palmeiras anda meio lento mesmo, talvez por isso que chutemos tão pouco a gol.

    ************************************

    Quanto ao Conrado, lamento muito pelo ocorrido. Acredito que a partir de agora seja melhor ele assumir uma postura como a do Eduardo do PTD, um pouco mais distante dos estádios. Ninguém pode arriscar a vida por causa de futebol, e creio que ele tenha família. Acho que encerrar o Verdazzo também não é caminho, é justamente isso que os bandidos querem. E tanto são bandidos, que até levaram o celular do Conrado...

    ResponderExcluir