sexta-feira, 7 de março de 2014

Uma boa pré-temporada...

Pois é fratellada, fizemos uma boa pré-temporada. Daqui a uma semana as coixas começam a esquentar. Não é novidade que o clássico contra o Santos (16/02) é bem aguardado. O lance é que apesar da vitória e da alta pontuação, ainda vemos várias falhas, mas isso pode ser arrumado, sem complicação.

Sinceramente ainda gostaria de ver esse meio campo mais operante sem o Valdívia. Mendieta joga bem, mas falta alguém com quem ele toque a bola mais rápido. O Wesley chega, mas nem sempre.

Apesar disso a movimentação é boa, o que denota que as instruções do treinador vem sendo ouvidas. As laterais por exemplo... depende do jogo aparecem mais ou se apagam. Ontem foram bem, tanto Juninho quanto Wendel parecem entender que tem a chance da vida e devem correr – assim fazem os laterais – bastante por isso.

A defesa é sólida com algumas trincas. Tanto Lúcio quanto Eguren tem bom posicionamento, mas pecam na velo, o que lhes atrasa na jogada, levando a trombadas nos adversários e seus conseqüentes cartões.

No ataque, temos que entender que todo jogador que se destaca passa a ser mais visado. Aí é que se vê a real do cara. Mas é óbvio que nem todos os jogos serão moleza e o Kardec passará em branco em vários, até pra puxar a marcação dando espaço pra outros.

E segue o barco... a última é pro Bruno César e a ideia divulgada na imprensa de que iria solicitar mais espaço como titular. Não sei qual pataquada foi dita pra gerar isso, mas é bom que o queridão não a repita mais.

É com por essa quebra de hierarquia que a zona se instala. Sempre tem um Mané achando que deve saber mais que o treinador e quando há a percepção de que o grito leva, a moral é jogada no chão. Por mais estagiário que seja o treinador, os jogadores devem ter Espírito de Grupo e jamais chamar algo para si acima disso. 

Pré-temporada é pra isso mesmo, corrigir o óbvio e prevenir o evidente. Segue Palmeiras, toca essa bola, fortalece a família e corre pro abraço. É NÓIS!!!

2 comentários:

  1. A pré-temporada foi boa, mas ainda não acabou. Os jogos contra Paulista e Vilhena são importantes e devem ser usados como "testes de luxo" para o elenco. Dar oportunidades a jogadores como Bruno Oliveira, Serginho, Miguel, Rodolfo, William Matheus, Bruno (goleiro), entre outros. É importante que todos se mantenham motivados e preparados para a fase final do Paulista.

    ResponderExcluir
  2. O Eguren é bom de bola mas não consegue dar proteção à zaga por ser lento, assim como o Lúcio, então acho que o Kleina deveria optar por um dos dois, na minha opinião fica Lúcio.

    ResponderExcluir