quinta-feira, 15 de maio de 2014

Inteligência ajuda e a gente gosta.

Bilheteria fraca, noite fria em SP. Não é novidade que a torcida caiu numa descrença exagerada. Tampouco é novidade quando o Palmeiras busca forças nestas ocasiões e se supera. Ainda que uma vitória em casa contra o Sampaio Correia não seja lá um trabalho hercúleo, mas há o peso que o próprio Palmeiras exerce sobre o time.

Falando do que é prático, parece que o Valentim tem uma capacidade melhor de ouvir o jogador e compor o time de acordo com cada especialidade. Só o Marcelo Oliveira que ainda parece deslocado..

Jogar com o Wellington ao lado do Lúcio evita o improviso de um meia que virou volante e depois zagueiro. Se a gente conseguir fechar a área (isso sim é complicado) com o Renato, França ou Eguren à frente, volantes de contenção, cães de guarda da casa, como o Felipão se referia, aí sim poderemos começar a competir em igualdade nos clássicos.

Por enquanto, nossa defesa ainda é muito vulnerável. Na frente, o Leandro ainda precisa achar sua posição. Está ajudando na marcação, coisa que o Wesley deveria fazer melhor, e talvez por isso, afastado de onde consegue maior eficiência, próximo a área adversária.

Todos os jogadores foram unânimes em destacar a “inteligência”. Bem, aproveitar o Henrique pra criar uma bela dupla de ataque é fundamental. Só que justamente quando poderia fazer isso, não vai rolar, pois o Leandro acompanhará a seleção sub-21 lá na França, justamente no período da Copa.

“Perder” 2 atacantes da forma como o time perdeu não será fácil pra driblar. Chance pro Marquinhos Gabriel, que depois da bela assistência ao Henrique, credencia-se pra ocupar a vaga de titular no ataque.

O que precisamos melhorar e muito: a velocidade (ou cobertura) do Lúcio, jogador importante no equilíbrio da equipe, não cansava de pedir calma aos companheiros – Mendieta incluso na hora da comemoração. Precisa de mais velocidade!

Outra, o Wesley, que joga bem, mas muitas vezes some e ainda faz umas pataquadas. Mas um 2º volante bom mesmo alí na posição (ajudando a marcar e criar) faria uma baita diferença. Precisa de menos marra.

O restante é pra torcida, parabéns a quem compareceu. E aos discípulos de Mustafá que realizam sua previsão de “rasgar carteirinha” quando o Palmeiras não corresponde, podem comprar mais durex.  A luta só começou...



11 comentários:

  1. A luta só começou... mas a pergunta que fica é: quando vai acabar? Sabe, está cansando ser Palmeirense, Galluzzi...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aahhh Gabriel, aí és fueda hein. Vc se cansa de viver? Então não deveria se cansar de lutar, fratello.... entendo que a cereja do bolo seja a vitória seguida de uma bela Jacuzzi. Mas na boa amigo, depois dos 40 vc percebe que isso não é nem 5% da bagaça toda... rs. Mais do que a conquista, o que vale é o CAMINHO que se faz por ela. Grazie, abraço!

      Excluir
  2. Que aflição! Até o começo do 2º tempo pensei que daríamos mais um vexame. Vendo o futebolzinho mequetrefe que o Verdão jogava passou um filme de terror na cabeça do nosso passado recente. Os 3x0 engana, a tranquilidade veio apenas nos acréscimos com Sleep.
    Wesley precisa justificar seu poupudo salário, Leandro tem que esquentar banco, a diretoria precisa trazer reforços pra acabar com os improvisos, Juninho tem que continuar barrado.
    A meu ver, o panorama atual é de um centenário como coadjuvante. É muito pouco pro Palmeiras...
    Agora o tal Victorino. Veio bichado, continua bichado, não joga desde setembro de 2012... Roberto, qual é a explicação pra contratar um cara que não jogava há mais de um ano? O Palmeiras virou um Spa ou Centro de Reabilitação? Deixava o Luan nas marias sem nada em troca. Desperdício de dinheiro trazer um cara cheio de problema com lesões pra um período curto. 2º semestre ele tem que arrebentar pra compensar o tempo perdido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Allan, tá me lembrando é época do arghentino Gioíno. Lembra? Tinha um lá no Palestra que sempre antes do jogo saía berrando GIOÍNO, EU TE AMO!!!! Acho que era a maior prova de amor possível pelo clube que poderia demonstrar... e o Ricardo Boiadeiro, lembra quem trouxe? E o Misso, lembra do OMisso, lateral esquerda do Botafogo? E O melhor de todos, o Tinga cover, que conseguir errar 95% dos passes que fez, somando todos os jogos que participou. Dá-lhe verdão é fácil trazer astro pra cá, rapaz! rsss. Abraço man.

      Excluir
  3. Roberto, desculpa o tom exigente e corneteiro... Fico a pensar se voltaremos a ser o clube multi-campeão de outrora. Isso me deixa numa angústia! rs..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummmm deixa eu pensar Allan. Não, não seremos. Sá por q? Porque infelizmente o mundo não é mais que nem na década de 60, que é o que nós, palmeirenses, realmente gostaríamos que acontecesse.

      Agora, se vc aceitar um clube que possa participar da Libertadores em cada 7 de 10 anos, sendo campeão pelo menos uma vez nesse período (aí inclusos algum Brasileiro, Copa do Brasil e Paulistinhas), pode ser.

      O Palmeiras precisa ter a 3ª ou 4ª folha salarial do país, tendo a 3ª ou 4ª maior receita, oriunda da 3ª ou 4ª maior torcida do país. O resto será uma consequência deste trabalho. Vamos abordar o assunto nos próximos mails. Acompanhe!

      Excluir
  4. Eu estava lá no Porcoembu ontem!
    Que angustia aquele primeiro tempo!!

    Mas o que mais me impressionou foi a paciência dos jogadores (tirando o Leandro), e da torcida.
    E nesse jogo ficou claro que precisamos de mais um Zagueiro, Lateral direito e um meia armador bom!

    O Mendieta é esforçado, mas não é meia armador, ele pode fazer bem a função do Wesley, que é chegar e chutar mais de fora da area.

    E pode vender o Wesley pros bambis, já perdi minha paciência com ele, joga uma partida bem e outras duas ou três some!

    E no próximo jogo já vão liberar a Av. Juninho novamente, pq o William Matheus se machucou.
    VAMOS PALMEIRAS!!!

    ResponderExcluir
  5. Galuzzi, tava vendo o jogo e pensei que podíamos estar com o seguinte time em campo: Prass, L Felipe, Lucio, Hrnrique, W Matheus, Vilson, Wesley, Valdivia, B Cesar, M Gabriel ou Diogo, AK. É um devaneio, eu sei. Mas, poderia. Mas vamos melhorar, estou esperançoso!
    Abraço
    PALMEIRAS TE CARREGO NA ALMA
    Carlinhos

    ResponderExcluir
  6. Será que poderíamos nesmo Carlinhos? Lembro que o Henrique estava fazendo uma pá de besteira antes de sair, perdia a jogada e perdia a cabeça. Eu aposto no Wellington. Sobre o resntante, como é que a gente poderia cobrir uma proposta de mais de 300mil se ainda estudávamos a viabilidade pra 220? É o que digo, fratello... sem saber todos os detalhes que envolveram uma negociação a gente não sabe de nada. Infelizmente essa é a verdade. Vai por mim... mais de 80% do que se noticia e se comenta é tudo marmelada e não se sustenta com 1min. de diálogo com as partes envolvidas. Vai por mim man... abraço.

    ResponderExcluir
  7. É... como falei... é um devaneio... e concordo em gênero, número e grau com você. Na verdade não quis criticar o fato de temos perdido alguns destes jogadores, apenas dizer que, ao contrário do que muitos dizem o PALMEIRAS com um pouco mais de organização e quem sabe algum "tutu" que possa entrar dá pra montar um bom time sim! E afinal veja: Prass, Wendel (Luiz Felipe está reintegrado poderia jogar, se quiser), Lúcio, Welingtom (tbém não sei porque não é titular, pois estava muito bem), Wiliam Matheus, França (ou MO), Wesley (ou Mendieta), Bruno César (bem fisicamente), Marquinhos Gabriel, Diogo e Henrique "O Degolador" (uma ótima surpresa até aqui), temos um time de razoável pra bom. Eu ainda acredito muito nesta diretoria, e penso que toda transformação precisa de afirmação e é o que está acontecendo, por isso acredito que vamos melhorar e muito. Há e tem o Allianz Parque que vai nos ajudar também. É isso... Abraço!

    PALMEIRAS TE CARREGO NA ALMA

    Carlinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou e disse Carlito! É nóis na esperança e no coração! Valeu fratello!!!

      Excluir