quinta-feira, 1 de maio de 2014

Nota de apoio ao presidente Paulo Nobre

Já tivemos muitos presidentes. Homens excelentes, que muito deram à Sociedade Esportiva Palmeiras. Por um motivo ou outro, alguns não conseguiram o sucesso esperado ou ainda conseguiram atrapalhar mais do que ajudar.

Vivi a fila inteira e lembro de comercial do Palmeiras da década de 80 na televisão conclamando à mudança, porque daquele jeito não dava pé.

Lembro das diretorias com Nelson Duque e Márcio Papa, do Facchina. Lembro quando o Mustafá, por desconfiança e precaução esperava a passagem dos jogadores pra depois conversar com o dirigente que estivesse junto (pra espanto do cidadão).

Estava lá na porta do clube na primeira eleição do Belluzzo (que ele perdeu em 2002), quando após ser rebaixado ainda vimos o Palmeiras dar continuidade à administração do Mustafá.

Vi o Belluzzo chegar com o discurso de “pra ganhar precisamos gastar”, ao qual eu também faço coro, e depois da chegada do Love o time parar em campo e o Belluzzo ir parar no hospital.

Meu Deus, como vi lambança no Palmeiras. E quer saber? É triste, mas é uma das coisas apaixonantes em nossa personalidade. Nós não conseguimos esconder nossas trapalhadas. É o Exército de Brancaleone, cuspido e escarrado (como dizia a nona).

A maioria das pessoas dá risada. A maioria das pessoas cultiva um ego babaca. Pra outros, esse misto de tentativa de pompa meio atrapalhada, uma certa ingenuidade e muito coração é coisa que nos faz mais humanos.

E por isso que falo sempre... ainda que haja times de “massa” com apelo mais popular, nenhum outro carrega essa dose de “humanidade”, de algo que expõe o espírito da forma mais desnuda possível. Não sei se é bom ou ruim, mas é uma de nossas maiores características.

Por isso Paulo Nobre, um cara que sei que é apaixonado pelo Palmeiras tanto quanto o mais empedernido torcedor de bancada, um cara que está tentando melhorar a situação do clube se virando mais do que roleta de casino, e que com certeza comete erros como qualquer humano – com recursos limitados – tem aqui meu apoio.

Sejamos mais malandros, sejamos mais unidos, sejamos mais racionais. Mas sejamos sempre Palmeirenses, e isso o cara não deixa de ser. Vamos nos juntar nas internas, repudiar qualquer violência e dar a resposta na medida certa.

Palmeirense, nossa luta é pra nos fortalecer. Esqueçamos os elementos externos e que isso fique só como motivação pra termos o foco correto. Sempre foi assim e é assim que será nossa evolução.

Valeu Nobre. Força aí porque deve ser foda. Não esmoreça, e principalmente, não se chateie com a eventual falta de compreensão da própria torcida, pois na maior parte das vezes as pessoas repetem o (lixo) que ouvem. E sem mais brechas pra ultrapassagem, por favor...

Não deixe de ABRIR DIÁLOGO com todo mundo e mostrar a cara, pois nunca tivemos problema com isso, pelo contrário. Nosso caminho é honrado e isso deve ser mostrado. CORREMOS PELO CERTO. NO CAMPO RESOLVEMOS O RESTO.

E ÀQUELES DESLEAIS QUE PENSAM EM SUSPENDER O AVANTI... JAMAIS ENTENDERÃO O VERDADEIRO ESPÍRITO PALESTRINO!!!!

FORÇA PALMEIRAS! 

15 comentários:

  1. Parabéns,isso é alma de um Palmeirense.

    Ahhh,os mesmos que estão cancelando á Avanti,serão os mesmos a cobrar um time melhor .

    ResponderExcluir
  2. Galluzzi, Com 53 anos de idade e desde 1968 acompanhando realmente o Palmeiras, acho que nenhum presidente teve apoio da torcida e de certa forma uma calma politica (até agora), do que o Paulo Nobre. O problema também não é ser apoiado pelo Mustafá na eleição, o problema é ficar preso a ele como está acontecendo, e dar as costas a gente boa que podia dar um suporte melhor que ele tem recebido até agora pelos seus pares. O problema é que o futebol jamais pode ser relegado a segundo plano em pró as contas no azul. O Belluzo estava certo em sua politica e em seu pensamento, é que foi totalmente boicotado internamente e repercutiu no vestiário. Alem do Paulo Nobre estar preso a quem é totalmente maligno ao clube, ele também está mal assessorado. Os trabalhos destacados do Brunoro resumiram-se ao dinheiro da Parmalat e do Grupo Pão de Açucar do Audax. Sem dinheiro não fez nada diferente que qualquer um outro. E onde estão por exemplo as ações de marketing? o marketing está trabalhando em segredo, é isso? Para o Paulo Nobre se salvar agora ele tem que voltar para o time de futebol, porque acabou a paciência da torcida, e não há argumentos para mudar isso, se perder domingo, vai ficar insustentável. Resumindo, a politica adotada é errada pela forma que esta sendo realizada erroneamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma política Grande? Se existe alguma calma "política" é por conta das ações dele em se aproximar de todas as correntes dentro do clube. O que o leva a pensar que ele está "preso" ao Mustafá? E quem seria essa "gente boa" a que ele deveria ouvir? E daonde vc acha que o Nobre está relegando o futebol a segundo plano? Vc acha que ele está valorizando o social é isso? Sobre o Brunoro, não estou aqui ora defender ninguém, mas dinheiro é uma precondição pra qualquer planejamento no Brasil, além disso, nó bem que tentamos o Eduardo Maluf há anos atrás, vc sabe né? Pra onde o Maluf foi? Então... sobre as ações de mkt, desde quando tivemos algo que remetesse à isso? NUNCA! O Palmeiras sempre relegou seu torcedor a último plano e isso vem mudando de alguns anos pra cá. Não podemos ignorar a implantação da TV e o crescimento do Avanti sob o risco de não quer ver o que é feito. Finalizando, acho que o Nobre nunca abandonou o futebol. Ele vacilou nas declarações, mas pouco poderia ter feito contra a investida de uma adversário pagando o que nós não poderíamos. Mas a imprensa está deitando e rolando e nós seguimos a toada. Mas o que ficaria "insustentável" depois de uma próxima derrota? O Kleina. Acho que já temos que começar a pensar nisso, isso sim. O q vc acha?

      Excluir
  3. Me desculpe Galluzi, mas não concordo. 1º Se o Nobre se aproximou de todas as correntes, é ponto pra ele. Mas porisso mesmo teve uma calma até agora. 2º Esta preso sim ao Mustafá, porque se ele fizer qualquer coisa que o desagrade não terá apoio e toda esta aproximação de nada o valerá, porque quem manda la dentro é o COF com o Mustafá (sei que vai discordar disso, mas é isso que acontece). 3º Gente boa que deveria ouvir concordo que tenha alguma razão, mas me referi a gente como o próprio Belluzzo que talvez não foi um bom executivo, mas pode ajudar em muitas áreas como a de um novo patrocinador por exemplo, ele tem um bom conhecimento. 4º O nobre relega o futebol a segundo plano quando trata os diferenciados como iguais. Sou a favor da produtividade, mas tem alguns jogadores que fazem a diferença, e mesmo com o contrato de produtividade tem que ser diferenciado. E 5 ou 20 mil poderiam ter finalizado a renovação a uma semana antes. O prejuizo não foi o Kardec, sabemos que arrumamos outros e o Palmeiras vai continuar, o prejuizo foi para a instituição Palmeiras pela forma que aconteceu. Isso a meu ver responde tambem que foi dado mais prioridade as finanças e não o futebol pela diferença de valores. 5º Se o Brunoro, Maluf ou seja la quem não sabem se planejar em crises, ou em momentos de vacas magras então qual a necessidade deles no momento? 6° Quanto ao marketing parece que concordamos nunca tivemos, mas faço a mesma pergunta, qual a necessidade dos que estão la agora? É fundamental um bom marketing num momento como este. Mas que atue. 7º TV e Avanti foram sim bons e como toda gestão tem maus e boas ações. 8º Quando eu disse que se perder vai ficar insustentável, é ao Kleina, e vai respingar no presidente. Mais um incêndio para apagar, de um erro que do final do ano passado quando não deveria nem ter renovado. 9º Não sou e nunca fui sócio do Palmeiras, fazem 4 anos que moro fora de São Paulo, e depois disso nunca mais assisti jogo em SP. Nunca fiz e não faço parte de nenhuma corrente política do clube, e gosto de frequentar, ler e participar da mídia palestrina, especificamente como a sua a quem eu admiro desde da época do Blog do Torcedor, Mas sou apartidário em políticas do Palmeiras. Escrevo aquilo que ouço, leio analiso e filtro. Sou só e tão somente Palmeiras. Aceito e respeito todas as opiniões, mas me desculpe, esta é a minha opinião, e se não aceitar, respeito e deixo de dar neste espaço. Sou um torcedor Palmeirense machucado, mas apaixonado pelo Palmeiras. Só isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Cláudio! Agora a dialética empolgou, vamos lá... 1) Qual é a PROVA de que o Nobre não faça nada que desagrade o Mustafá? 2) Qual seria o SANTO que, se isso estivesse acontecendo, conseguiria fazer o contrário (administrar sem esse apoio, tipo PSDB-PFL, lembra?)? 3) Já ouvi que o Nobre tem contato SIM com o Belluzzo (que tampouco tem contatos para patrocínio) 4) Dentro de um elenco, com raras e reconhecidas exceções você não deve ter diferenciados. Isso gera uma puta ciumeira. Deve sim ter consciência da necessidade de um jogador e ser ligeiro/ malandro na negociação, e ir no seu máximo. O que faltou ao Nobre foi isso... malagandragem/ rapidez. Mas quando chegou ao pai do Kardec o valor que o SP pagaria, ele já mudou de lado na hora. E fica aí dizendo que havia concordado antes com 220... é mentira isso Claudio. Mas tudo bem, alguns pormenores jamais vem à tona. 5) Finança nesse momento não é “prioridade”, é “condição”. 6) Pelo que parece o planejamento de “vacas magras” é justamente o que estão tentando fazer. Evitando prometer pagar o que depois não conseguirão.. CONCORDO que os caras devem ter sido ingênuos em ignorar que algum clube poderia saber dos valores e oferecer mais. Mas fechar na pressa, condicionado aos valores de mercado é justamente o que trouxe o Palmeiras a essa situação de penúria financeira! 7) Sobre o mkt, também sempre acho que pode haver mais. Só reconheço que hoje é melhor do que ontem... mas deve melhorar sim. 8) Agora é fácil falar que o renovar com o Kleina foi errado né? Na época, quando OS JOGADORES fizeram “coro pela permanência do treinador” todos esperaram pra ver. Continuidade de trabalho, conhecimento do elenco, disponibilidades no mercado e concordância de valores foi o que determinou a permanência do cara. Todos argumentos razoáveis e aceitos há 5 meses atrás. Agora a gente paga de “eu já sabia” e sai dizendo que foi “mais um erro”... rs. É assim que funciona mesmo... rs. 9) Também sou APARTIDÁRIO man... um ANARQUISTA é isso, contra essas “correntes políticas” maledettas... mas sei o QUANTO todos nós ficamos a mercê de informações que desconsideram os fundamentos básicos que regem um ocorrido qualquer. Mas beleza. 10) JAMAIS OUSE sair daqui hein fratello!!! HAHAHAHhhh!!!! Tem mais é que discordar e soltar o verbo queridón! Seja sempre bem vindo Claudião, com respeito e paixão, ESTÁS EM CASA!!! Abração, valeu!

      Excluir
    2. Galuzzi, obrigado por discordar, vou sempre estar te acompanhando e apoiando, mas não prometo concordar kkkk. E cara, não sou o Claudio. Sou Marcos, ou Porco Grande ou Mustafa Contursi. Lembra. kkkkk

      Excluir
    3. Putza, ma che pazzo! Sorry Marcos, é que meus 2 neurônios não conversam muito... rs. Abração!

      Excluir
  4. Galluzi,
    Sempre te acompanhei desde o tempos do ge, mas apoiar o Paulo Nobre neste momento é compactuar com a irresponsabilidade dele para com o futebol do Palmeiras. Se continuar assim vamos virar um poster na parede em muito pouco tempo.
    Aqueles que estão pensando em cancelar o Avanti entendem muito bem o espírito palestrino, mas sabem que só desta forma é que obrigarão o PN a tomar atitudes que objetivem a grandeza do Palmeiras.
    Lembre-se que o futebol representa a segunda maior economia do mundo, só perdendo para a indústria de petróleo, e não tem lugar para mendigos, condição a que o PN nos relegou.
    Chega de falarmos em dívidas. Vamos seguir o exemplo do Atlético Mineiro que é o clube com o maior endividademento e ninguém fala nisto, pois montou times competentes.
    O sr. Paulo Nobre possui olocus de controle externo e é por isto que ele sempre atribui o fracasso a outras pessoas ou, até mesmo, a outros fatos. Como por exemplo: em seu discurso explicando o caso do AK, ele falou que tivesse 140 mil sócios torcedores a história seria outra, mas não falou que contratou executivos a peso de ouro que não conseguiram um patrocínio master.
    Ele pegou um time classificado para a Libertadores mas pensou pequeno e colocou em campo um time rídiculo, dirigido por um treinador ridículo que nos levou a desclassificação humilhantes.
    Já relevamos no caso do Barcos, mas creio que esta é a gota dáqua.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Batista, fratellone!!! Vc acha que cancelar Avanti “obriga” o cara a mudar de atitude e, com menos dinheiro, decidir pagar mais nas negociações é isso? Cara... lembremos uma coisa: esse papo de sócio torcedor não é novo. Já era ventilado na época do Mustafá (um plano de contribuição exclusiva ao futebol). Isso em 90 e tals, só pra você ter ideia. E ele - pra ódio de nós torcedores - falava que não pegaria. Sabe porque? Pois, segundo ele, o torcedor “rasgaria a carterinha” se o time não vencesse ou se um ídolo saísse. Ou seja, a torcida do Palmeiras hoje está sendo a PROVA VIVA que o Mustafá, infelizmente estava certo. Sinceramente amiccie, sei que cada um tem seu limite de gota d'água, mas eu não vou aqui pagar de paladino defensor de diretoria. Mas não concorcordo em absoluto em sair ignorando dívida e sair gastando. Eu sei lá da realidade do Atlético, e também não sei da dificuldade em se conseguir 25milhões por ano de alguma empresa. Mas não podemos ignorar que desde 2013 nenhum “grande” fecha patrocínio master nestes valores. Pode ser mais uma questão de timming, mas também acho que devem articular logo essa porra. Só lembrando. Estou defendendo o que (conhecendo a realidade do Palmeiras hoje) considero uma posição de bom senso, não essa ou aquela diretoria. No mais João, é só isso.... rs. Abração.

      Excluir
    2. Galluzzi,
      Eu apenas contextualizei o problema. Não creio que a solução seja a debandada geral dos sócios torcedores. Também não creio que a solução seja apoiar incontinenti as atitudes do Paulo Nobre. Temos que mostrar a ele que estamos insatisfeitos e que exigimos mudanças. Ele tem se colocado acima do Palmeiras e isto não é nada bom. Desde que assumiu deu início a um processo contínuo de depreciação da marca Palmeiras. Toda a negociação vira uma novela mexicana e sempre com final não muito feliz para a torcida palmeirense. Ele está escamoteando as promessas de campanha, principalmente quanto às reformas.
      Não se esqueça de que o nosso presidente só se lembra de que o Palmeiras tem torcedores nas horas em que é questionado pelas besteiras que comete.
      Eu te pergunto. Quanto o Palmeiras deixou de arrecadar com bilheterias em virtude de eliminações de torneios importantes porque tinha time ridículo e/ou dirigido por técnico ridículo?
      Se o senhor Paulo Nobre quer cuidar somente das finanças é melhor que ele se dedique somente às empresas da família e deixe o futebol para quem de fato tenha visão do negócio.

      Apesar de seu apoio ao PN continuo se fã.

      Excluir
    3. Legal João, entendi. Mas veja, como que podemos esquecer que trouxemos mais de 10 jogadores para a temporada. Como podemos ignorar que o Belluzzo por exemplo, aceitou pagar 700 mil pro Felipão (lembra?), repatriou o Valdívia, trouxe o Kléber Gladiador (lembra?) e o que aconteceu? demos com os burros n'água e com uma dívida que se potencializou a partir dali. Não quero dizer que não adianta formar time forte que não será campeão. Só digo que o futebol (esporte em geral) é uma APOSTA bem maior do que uma certeza econômica... rs. Valeu man, é nóis.

      Excluir
  5. Penso exatamente igual João Batista. O tal ganho por produtividade não foi cumprido por ele e sua diretoria, portanto seus dividendos são baixos. Ele não tem o direito de pedir mais nada a torcida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Porco!, Meu... acho que NENHUM presidente tem o direito de ficar pedindo nada pruma torcida que já deu tantas provas de devoção e amor por seu time, recebendo de volta bordoadas e vexames históricos. Aí vai de cada um em sua avaliação de quanto aquilo é representativo e bom para o CLUBE/TIME como um todo e não pra essa ou aquela diretoria.

      Bombardear diretorias e acertar o Palmeiras quando o time perde é o que fazemos há GERAÇÕES. Pra que perder a tradição, ne não? rsss... Abraço fratello.

      Excluir
  6. Galluzzi, ainda tenho muita esperança na gestão do Nobre porque vejo coerência entre discurso e atitude, ainda falta muita experiência e jogo de cintura, mas acho que ele tá sendo forjado num incêndio lascado e se conseguir manter o equilibrio emocional e der a sorte da equipe não perder muitas partidas seguidas, poderá retomar o rumo, não para "salvar" o ano do centenário mas para fazer do Palmeiras uma Instituição mais respeitada.
    O grande problema é que agora ele tá enfrentando fogo amigo e pode se perder tentando "agradar" para não perder apoio. Tomara que ele consiga projetar sua imagem para o futuro e não se prenda as críticas que estão pipocando nesse momento. Pra qualquer ser humano isso é muito difícil.Torço muito pelo nosso presidente e por um motivo muito simples, nesse momento o sucesso do Palmeiras está atrelado ao sucesso dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Julio... e esse FOGO AMIGO parece ETERNO dentro do Palmeiras. P cara tá recebendo bordoada desde que entrou, desde a saída do Barcos etc. E quando peitou a Mancha foi vítima de um processo sistemático de fritura. O mais triste de tudo é exatamente isso. Palmeirenses contra Palmeirenses. Assim o time NUNCA MAIS será o que um dia foi. Temos saída? VOLTA LOGO JESUS, MAS DESCE PRIMEIRO NA TURIAÇU, POR FAVOR!!!!

      Excluir