domingo, 15 de junho de 2014

É torcedor? Sabe de nada, ingênuo...

Prezada fratellada, voltamos à ativa depois de algumas semanas de folga, tal como nosso ilustre scratch alviverde. E a Copa lá, rolando redonda... Redonda? Porra nenhuma.

O lance é o seguinte: você sabe porque o Curintcha “ganhou” um estádio (tal como seu ex-presidente Andres Sanchez declarou). Sabe mesmo?

Uma recente entrevista do nosso ex-presidente Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo, presente no cenário futebolístico nacional em 2010, esclareceu tudo.

A Rede Globo, podendo perder a preferência de negociação para transmissão do Campeonato Brasileiro (numa articulação do agora vice-presidente do São Paulo - aquele mesmo que vira e mexe solta uma pérola, Ataíde Guerreiro junto ao CADE, que poderia por a Record na parada), sendo o futebol (além da novela) seu carro chefe, chamou Curintcha e Flamengo pra negociar direto, acabando com o Clube dos 13 que poderia ameaçar seu domínio na área.

Desembolsou uma fortuna pra calar a boca dos outros times e ainda garantiu ao Curintcha seu estádio novo, numa articulação junto ao São Lula, que garantiria apoio do "povão" ao custo de uma canetada do BNDES. Simples assim.

E o que temos nós a ver com isso? Bom, primeiro que vivemos nesse país. Segundo, mesmo recebendo consideravelmente mais pela transmissão (bálsamo dos endividados) entramos definitivamente num campeonato em total DESEQUILÍBRIO de forças, com poder financeiro e interesses próprios influenciando DIRETAMENTE as decisões que controlam o jogo todo.

Cada vez mais o TORCEDOR parece um ingênuo e iludido. É fácil achar pessoas das “internas” (jormalistas, empresários, atletas) que não escondem o fato de que ações de interesse próprio regem os destinos do futebol, muito além da qualidade das equipes que entram em campo. A literatura sobre o tema é vasta.

O que queremos dizer aqui, de forma bem clara é: se você acha que sabe ou entendia das coisas que gerem o futebol, esqueça. As coisas que você sabe, a história que você conhece foi feita por atos que sequer imaginamos. E que caso tivéssemos conhecimento, teríamos a opinião um tanto diferente do que temos. E quem sabe então, monopólios midiáticos que geram um pensamento coletivo pra lá de manipulado, não tivessem tanto espaço. Mas o mundo não é assim e nós continuaremos presos na lama da ignorância, pra que outros continuem garantindo sua supremacia. VAI BRASIL!!!

16 comentários:

  1. Na verdade, se a gente for se aprofundar um pouco, bem pouco mais nisso a gente para de acompanhar futebol... Nós mesmos muitas vezes ignoramos fatos pra continuar a paixão pelo esporte...

    ResponderExcluir
  2. Vero Daven... mas não dá pra ficar quieto pra essas coisas. ABraço.

    ResponderExcluir
  3. É devido a isso que nos tempos do seu blog no GE e hoje na mídia palestrina sou crítico em minha visão dos nossos dirigentes, que quer queiram ou não tem culpa nisso tudo. Porque aceitam calados, fazem o jogo da sobrevivência mesmo que isso nos prejudique. E prejudica muito. O amigo acima Daven Daniels disse a verdade, fazemos do futebol nossa válvula de escape do dia a dia e fingimos certa ignorância para continuarmos apaixonados. Mas o que mais me dói, é saber que pouco ou nada podemos fazer. Um governo, um alucinado, um burro no poder mudamos cedo ou tarde com votos, Um congresso, uma câmara, mesmo que cada vez mai difícil também mudamos com a força e união do povo (embora utópico hoje), mas uma máquina midiática, que coloca seus tentáculos em todo meio soberano do país e dita ordens usando até forças "ocultas" para isso, é praticamente intocável, indestrutível. Por isso atras do apelo populistas em "a tadinha da classe menos favorecida" somos obrigados a ver e engolir tudo que eles arquitetam para ganhar em cima dos "tadinhos", e vemos isso tudo inertes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certo PG, mas veja... o voto hoje em dia é pouco mais que um guardanapo sujo, que serve pra muito pouco... e os tentáculos platinados serão sempre nefastos... mas pra se livrar deles, primeiro precisamos vê-los, enxergá-los, algo que o "povinho" que a sustenta jamais terá capacidade pra fazer. Seja como for, quietos não ficaremos... valeu!

      Excluir
  4. Eu discordo do PG, não acho que a mídia é intocável e indestrutível, assim como você respondeu o problema é o "povinho" que a sustenta, mas a história ta ai pra mostrar que as coisas mudam e se acertam com o tempo, a 100 anos começamos a vencer o racismo no futebol, algo que hoje soa absurdo, o bom senso cedo ou tarde prevalece, o maior problema é o estrago que isso vai causar até se resolver, hoje a mídia e principalmente a toda poderosa globo detentora dos direitos de transmissão vem se enfraquecendo e muito, uma com o acréscimo de "qualidade" das rivais transmissoras, mas a maior fatia fica com o avanço de conteúdo da internet, hoje com recursos já avançado a internet está tomando a audiência da TV, eu sou um exemplo que não assiste mais tv por isso, se a TV palmeiras seguisse sua ideia e transmitisse os jogos ao vivo na web, seria muito promissor. A globo não vai ser a manda chuva pra sempre, só não se pode deixar o estrago ficar pronto antes que isso aconteça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara Dion, torço muito pra isso que voce diz, mas não acredito muito nisso, porque os tentáculos estão fortes também na internet, se é que me entende. A coisa já tomou conta de certa forma que não vejo muita solução. Acredito que nada seja indestrutível, mas passou do ponto de ruptora, acho muito difícil, muita coisa tinha que mudar, e não consigo enxergar a vénus platinada enfraquecida. Vamos torcer.

      Excluir
    2. PG, também concordo que os tentáculos são muitos e fortes. Mas a INTERNET está explodindo tudo, lentamente... estamos vivendo um novo Renascimento, onde as pessoas tem acesso a informações que nunca antes dispunham. Quanto mais educado menos tv aberta se assiste, isso já foi provado. Foda é o "povinho curintcha" desse país, que ainda dará combustível por muitos anos para o monopólio midiático atroz que essa país vive...

      Excluir
    3. É PG, realmente a internet está infestada da mesma mídia tendenciosa da TV, mas a internet é um ambiente livre, até para a mentira, quem faz a internet séria ou não é quem a utiliza, se você vai atrás da informação séria e real, então a internet é boa pra você, como nós acessando o blog do Galuzzi, pode até ser que discordemos opiniões, mas as informações são sérias, se você está aqui, é porque venceu a mídia tendenciosa, seja na TV, internet ou qualquer que seja o lugar, como esse blog existem incontáveis outros blogs e sites em geral, que não manipulam a informação e por consequência as pessoas. Pudemos observar nas manifestações desde o ano passado que existe um ataque direto a Globo e algumas outras redes sobre manipulação da informação, muita gente já viu que isso é uma corja suja e cada vez mais isso aumenta, a prova disso é o desespero da rede Globo em mudar seu formato e até sua grade de horarios que não era alterada a anos para tentar virar a mesa, mas o bom senso é um caminho sem volta, quem sai desse "mundinho carioca feliz" da globo, não volta mais. Mas como disse anteriormente a questão é resistir esse período nebuloso que vai imperar, isso depende muito do clube e dos torcedores, pois não vai ser fácil competir com a ideia fixa de "espanholização" do futebol que a TV quer impor no Brasil.

      Excluir
    4. Se me permite, DIon... acontece que só hoje as pessoas estão começando a ter discernimento do que é "mídia de massa" e sua necessidade de "abrangência/ audiência" que torna a mensagem totalmente pasteurizada. Mas só hoje, com a proliferação de mídias alternativas (sem tantos compromissos comerciais) é que as pessoas estão começando a perceber a difernça, pois antes não havia termo de comparação... mas a massificação da mensagem é algo que se discute desde Gutemberg. Essa linguagem massificada, nivelada por baixo, com fortes interesses não revelados por trás não vai deixar de existir. O inmportante são as opções... e graças a Deus nossa torcida tem algum senso crítico mais apurado... mesmo após anos de martelação desinformante na cabeça. Seja como for... façamos nossa parte! Valeu.

      Excluir
    5. Com certeza Roberto, nem discuto a possibilidade disso deixar de existir, nunca deixará, assim como em 2014 algumas pessoas ainda caem no golpe do bilhete premiado, muitas pessoas continuaram se rendendo a ilusão da mídia de massa, mas o importante é primeiro existir a opção, hoje existe e segundo que a mentalidade coletiva evolua, isso leva tempo, mudança de gerações, ainda mais com a geração que cresceu e viveu a disseminação da TV dando os pitacos comerciais atualmente, mas isso muda com o tempo. Mesmo assim haverá a massificação da mensagem, mas ela perderá força conforme a informação clara e justa avançar, os Palmeirenses são ao meu ver a torcida mais centrada quando o assunto é massificação e manipulação da informação e já estamos avançando muito, o rápido crescimento da TV Palmeiras acho que é o melhor exemplo. É a alvorada dessa mudança na mídia e informação, confio que não seremos abatidos por isso, abraço.

      Excluir
    6. Pessoal, tudo isso é vero, mas não se esqueçam que a maioria do povão que alimenta estes cães, e que tem acesso a internet, ainda são guiados. Como bem disseram a internet é livre e tem muita coisa boa e esclarecedora, mas este povão procura ainda a mídia induzida. Basta ver a quantidade de acessos em site de fofocas, Facebook (esse 90% exploram o lado ruim do site), e acessos a coisas vãs.

      Excluir
    7. As pessoas querem informação fácil, assim como uma criança pede salgadinho e bolacha pra mãe. A mídia oferece isso, por isso temos uma nação com a capacidade de discernimento crítico comparada a um banguela que perdeu os dentes e só consegue se alimentar de Cremogema que é a baba informativa-cultural que temos hoje. Infelizmente quem preza a conquista com base no esforço (a meritocracia, como disse o Dion), nesse país, ou é visto como burro ou fascista. Sinceramente, não sei pra onde essa porra de país tá indo... filhos e netos é que verão...

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Roberto como vai? Hoje são inúmeras as negociatas que envolvem todos os caminhos do ``futebol´´, profissional, a tal rede bosta de televisão, esta usando seu poderio econômico, para beneficiar seus aliados, cabendo ao presidente do PALMEIRAS, lutar com exatidão, em todas as frentes, enfrentando o bambi, o gamba, ou qualquer adversário com inteligência , o primeiro passo, é simplesmente não aceitar os R$ 100.000.000,00 ao ano, que traduz uma diferença de R$ 70.000.000,00, em comparação aos gambas e urubus, pois terá a companhia de muitos outros clubes que já estão sentindo dificuldades em negocias com a deusa platinada, suas cotas que são inferiores, um fato que ira trazer a tona a meritocracia, oferecendo a metade do bolo a todos de maneira igual, sendo que na outra metade, sera rateada por percentuais, perante ao desempenho no campeonato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ai a diferença meu caro, se o Palmeiras e mais dois ou tres grandes times não aceitarem os valores que a tal TV está impondo, essa TV vai começar a ter dificuldades, pois quias os jogos que irão mostrar dos queridinhos? Bastam estes baterem o pé. Mas quem terá culhão pra isso?

      Excluir
    2. Acho que culhão não é o mais difícil PG, veja o Eurico Miranda, que topou bater de frente e depois ficou em dificuldades. O lance é juntar vários e ISOLAR Flamengo, Curintcha e Globo, mas na atual situação, será dificílimo. Mas é o que deve ser feito, ao longo do tempo. Temos que garantir nossa posição como alternativa a clubes de apelo popular e aos poucos, o TORCEDORES se organizarem de forma isenta. Mas infelizmente isso deve ficar na utopia...

      Excluir