quarta-feira, 25 de junho de 2014

O bigode do Cattani

Pois é Sr. Oberdan... foste na frente pra receber-nos de camarote. Essa passagem marcou um ponto histórico. Foi-se o último PALESTRINO original, daqueles que vestiu o manto antes de 1942.

Antigamente, ouvíamos que um sujeito era honesto pelo “fio do bigode”, algo equivalente ao “minha imagem representa minha palavra”. Tínhamos então uma estirpe nobre, altiva e de alto semblante. De lá pra cá, muito mudou.

Ainda que a imagem tupiniquim sempre tenha sido meio macunaímica, nós, palmeirenses, costumamos prezar pela “bella figura”, algo que transparece uma moral elevada, de acordo com sua própria postura. A sua postura, Oberdan... que sempre nos serviu de referência.

Foste um farol a nos guiar. Agoras és pura luz. Oberdan Muralha Colossal. Referência eterna. Brilha Oberdan, pra nós, pra sempre. Grazie fratello. Obrigado irmão.

Ao centro, guiando!



Mais um argentino chegando
Mais uma indicação do Gareca, chega o camisa 7 Pablo Mouche. Na nossa atual situação, qualquer reforço para o meio campo é válido. Se conseguirmos mesmo incorporar um pouco a pegada porteña, teremos um grande feito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário