quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Ponto fora de casa não se ganha. Se arranca.

Assistir aos jogos do Palmeiras na TV, isso é bem sabido, não é das coisas mais fáceis. Bem, assistir aos jogos do Palmeiras não tem sido fácil de nenhuma maneira mas hoje, quando o time começa finalmente a mostrar um padrão de jogo aceitável, vê-lo na TV é enervante não pelo que é visto, mas pelo que é ouvido.

PELOAMORDEDEUS!!! Dêem-nos NARRAÇÃO CUSTOMIZADA (narradores e comentaristas torcedores declarados do time em questão) logo!!! Do jeito que vai não dá, absolutamente. Quem assistiu ontem viu isso. Pro Cruzeiro – queridinho – tudo. Pro Palmeiras, a lama da lama. Puta coisa asquerosa!!! Ao menos declare-se torcedor...

Mas beleza, mesmo desfalcados de nosso principal jogador fomos lá e ARRANCAMOS um empate do líder disparado do campeonato, virtual campeão de 2014, na casa do adversário. E por pouco, muito pouco, não saímos com a vitória.


A tática do Dorival foi certa. Segurar os caras até os 30' do segundo e então partir pra cima. Assim fez com as substituições. Pena que o Bruninho não entrou muito bem, mas o restante foi perfeito. A entrada do Felipe Menezes e do Mouche no final (2 jogadores ofensivos) mostrou que o time não se acovarda, parte pra cima!!! É ISSO!

É bom lembrar ao comentarista PATETA (que insistia em dizer que o Palmeiras “jogava por uma bola”) que a tática de segurar o adversário e bombar no final é feita desde Muhamad Ali e foi exatamente isso que fizemos.

Tristíssimo foi ver o semblante do Nathan, que vem se mostrando uma grande revelação. Era ele que estava na marcação do atacante adversário que pegou o rebote do gigante Prass. Prostrado no chão após o apito, parecia balbuciar automaticamente “foi falta, foi falta”, num misto de resignação e incredulidade. Nathan, estamos contigo garoto. Fica tranquilo e segue na confiança que tu é bão.

O lance foi que o Bruninho chegou atrasado na marcação, permitiu ao meiocampista cortar pra dentro e ter todo espaço pra chutar. Tinha gente na frente e o Prass foi pego de surpresa, coisa rara. Mas beleza, acontece... deixou aquele gosto, aquela vontade maior de vitória no próximo jogo!!!! TODOMUNDOJUNTOAGORA – PALMEIRAS!!!!! O TIME DE TODOS... mas não pra qualquer um.

2 comentários:

  1. E o sr. juiz deixou o Egidio bater, fdp. Aqui é Palmeiras porra, contra tudo e contra todos

    ResponderExcluir
  2. Olha William, até concordo, mas na boa... esse papo de "contra tudo e todos" é usado por 10 entre 10 times do Brasil. A gente não precisa dessa "pieguice sulista"... pressão no juiz tem que ter, mas a gente põe MUITO de nossos próprios erros na conta de juiz, que erra pra todo mundo (fora curintcha e framengo). Vamos cuidar do NOSSO futebol, que precisa melhorar muito. Valeu!

    ResponderExcluir