segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Mostraram como se joga

Pois é, nos mostraram como se joga. Só que foi o adversário que fez isso, não os nossos. A pegada, a forma ligada que o Atlético entrou em campo, marcação em nosso campo, decisivo quando teve que ser.

Ao contrário do nosso, vacilante, indeciso e desentrosado. Realmente o futebol tem das suas... quando vínhamos em ascensão, um jogo pra lá de brochante, às vésperas do clássico.

Vínhamos elogiando e não será agora que mudaremos o discurso. A falha de marcação no segundo gol por exemplo... não adianta espinafrar. Observar exaustivamente, corrigir e pronto. Se a correção não for possível, aí sim fazemos mudanças.

Mas ver uma estatística que aponta nosso meia de criação com o maior número de desarmes executados deveria indicar ao treinador nossa falha na pegada defensiva.

Nunca vi bons times do Palmeiras sem uma boa defesa. Já vi times com bons ataques naufragarem por conta da defesa. No futebol moderno algumas premissas são fundamentais. Individualismo é fatal. Coletivismo e ação integrada são a tônica. Inteligência e aplicação.

Sem esses elementos, um time será sempre limitado. Desarmes são feitos em conjunto, ataques idem. Ficar dependente de um jogador pra criar (Valdívia) e outro pra finalizar (Henrique) é a desgraça de qualquer equipe que jogue contra um adversário mais consciente. Como foi com a gente nesse fim de semana.

Se teremos condição para assimilar essa lição, não sei. Em 5 últimas rodadas não é hora de inventar. Vai no simples e certo. O Valdívia deveria sim pedir dispensa da seleção, afinal são jogos decisivos que faremos e o Chile disputará amistosos. Mas não é o que deve rolar.

O time precisará da torcida mais do que nunca. Por incrível que pareça nossa vaga na séria A do ano que vem ainda não está garantida e o time precisará de muita calma e apoio pra não descarrilar agora. Cada ponto é fundamental, cada gol é de ouro.

Juntos com o time que precisa muito da torcida. Conta com a gente Palmeiras, atenção e sem vacilo daqui pra frente. VAMO PALMEIRAS!

2 comentários:

  1. Aposto como tudo isto é culpa do Belluzzo!

    ResponderExcluir
  2. Hah.... que dera uma só pessoa pudesse convergir toda a culpe pelos erros. A raiz é bem mais profunda meu caro... Abraço.

    ResponderExcluir