sábado, 7 de fevereiro de 2015

Federação aberta pro mascote do Lula

Fratellada, irmãos de coração. O Palmeiras tem se recuperado maravilhosamente, estando nossa diretoria a fazer aquilo que poucos, mesmo entre os mais otimistas, acreditariam. Uma pleura de reforços, um banquete pro palmeirense se fartar. Agora parece que o Cleiton Xavier também está retornando, muito bom. Podemos até falar “chega” pra não congestionar a situação. Mas tudo bem.

O que vem causando espécie são os rumos que o futebol, o esporte, esse país no geral, vem tomando. Até mesmo lá fora, ao ouvir que massacram até crianças, é muito nefasto, muito desolador. Tá foda.

Mas não podemos ficar na pegada negativa e sim partir à ofensiva! Na boa, de coração e vontade. Esse papo de torcida única por exemplo, é cabuloso demais. Em pleno século XXI, estádios novos tecnologia e o escambau, temos os mesmos problemas.

A punição simplesmente não se aplica. A sociedade cresce a Deus dará e tem que arcar com a consequência. Assim não dá! Tivesse a percepção de punição efetiva, o cidadão se sentiria coibido de praticar o crime, seja um assalto a banco ou uma garrafada dentro do estádio.

Mas não. Desde cerveja que não vendem em estádio e a gente se acostuma com isso! Acaba considerando certo e normal! Cara... em qualquer país minimamente civilizado isso é permitido, como é que a gente pode aceitar nossa “barbarização” sem questioná-la? Sem ao menos propor alguma saída futura? HÁ SOLUÇÕES, cazzo!!!

Agora temos essa situação patética e anacrônica de torcida única e tals. Darei minha opinião: não gosto e nunca gostarei de ver bambi ou gambá em nosso estádio. Seja qual for o resultado da partida, simplesmente me consterna vê-los pisando em nosso solo sagrado. Mas ainda prefiro as pessoas juntas do que isoladas.

É terrível termos a proposta de torcida única, mas não me incomodaria não. Ganharíamos mais e não haveria maiores problemas. Seriam poucos os times aos quais tais medidas seria aplicadas (SP e SCCP) e mais palmeirenses iriam assistir ao jogo (em sua casa) do que deixariam de ir (fora).

Seja como for, o X da questão é a forma como se fez pra esse clássico. A Federação Paulista deixou clarou que fica de 4 pro Curintcha, agora ninguém mais pode negar. O grande gambazão foi lá, expeliu sua inhaca e a Federação deitou no chão de barriga pra cima, chorando e pedindo clemência.

Ok, grande e popular, mascote do Lula e afilhado Global Gambático, o que você disser é ordem. Não quer torcida única? Então tá, pode entrar sua torcida e a do Spyder junto, sem problema. Qê mais? Pó pedir que a mama FPF dá. Pro abençoado “ó time do povo” nada será negado. Assim dizem as escrituras globais.

Pra fechar com chave de ouro, tem gente propondo até fusão de times (pra salvar o futebol brasileiro). No Paraná deu certo, deve funcionar com Bahia e Vitória também. Legal, vai chamar Vahia, o Bahória. VAE BAHÓRIA!!!!. Putza vida, é cada uma....

A situação não té fácil... esse mundo tá indo é pro bueiro fratellada. Vamos acreditar no poder das finanças de nosso prisa, rezar pro São Marcos que, segundo ele, nunca foi santo e vamo que vamo. Só num deixo de acreditar em nosso Palmeiras, o resto a gente toma gelada.

2 comentários:

  1. Galluzzi, tudo que disse é fato, mas na verdade o Paulo Nobre deu uma pisada de bola, ele inflacionou os preços dos ingressos para os pontepretanos, os campineiros se enfureceram contra o "Palmeiras" e a Ponte veio babando. Agora nesse caso cresceu os olhos nos ingressos que iriam para a gambazada e armou junto com MP e FPF a merda de torcida unica, e o resultado é o que vimos e voce bem relatou, e o nosso presidente ficou pianinho e enfiou a viola no saco, e gerou irá fomentada pela imprensa. O resultado disso é que amanhã o time dos caras que está melhor entrosado que o nosso virá completinho e babando também. Ai se perdermos, ficaremos mal e virá uma pressão imensa em cima de um trabalho que está apenas começando, e vai por fim em toda euforia do inicio do ano. Tudo sem necessidade apenas por ser olhudo e não medir as consequências.

    ResponderExcluir
  2. PG, eu gostaria de acreditar que o preço do ingresso teria sido fator central no desempenho dos últios 2 jogos, mas acho que vai além disso. Acho que 120 (60 Avanti) pra toda área superior central e 100/ 50 pra parte atrás dos gols. Mas clássico é clássico... valeu.

    ResponderExcluir