quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Aos poucos, confiança.

Esse foi daqueles pra ganhar confiança. Não importa com quem se jogue, 3x0 é um placar especial. O 3 é irrefutável e ainda respeita o adversário. O 0 confirma a superioridade.

Além dos nomes é no entrosamento que se ganha uma partida. Tensão demais causa efeitos precoces. Um pouco de tranquilidade ajuda.



Zé Roberto passou tranquilidade, o Robinho vem se mostrando bem confiável, Cristaldo oportunista, Allan Patrick habilidoso, e o Rafael Marques fez um belo gol. Dudu e Allione ficaram um pouco mais presos na marcação adversária e a defesa, apesar de mostrar qualidade, não pode mais cometer erros de fundamento, senão põe tudo a perder. Apesar disso Gabriel está bem na guarda.

Sou torcedor das antigas e ainda acho que o ideal é encontrar logo o time titular pra entrosar. Mas como nem Valdívia nem Arouca estrearam, mudanças essenciais ainda devem acontecer.

Enquanto isso, o esquema tático vem se mantendo no 4-2-3-1 (que muitas vezes cai pro tradicional 4-4-2 e ainda descamba pro chutão). Não tenha receio de tocar essa bola, não deixe que a ansiedade (compreensível, mas que só atrapalha) da torcida contamine o time. Ninguém vai vaiar o Palmeiras enquanto estiver tocando a bola. O medo dessa vaia se tranforma em chutão. Dane-se a vaia.

Tocar essa bola com calma, segurança e rapidez na hora certa. É rápido! Zás! Não pode telegrafar, não pode dar bandeira. O nosso tá muito cabaço. Precisa de malicia. Os jogadores tem que conversar mais, se entender mais. É na conversa (e na bola) que se entende, Oswaldo!

2 comentários:

  1. É fratello, você, mais que ninguém, sabe como é o torcedor palmeirense. Ano passado não conseguíamos dar três passes seguidos: corneta; hoje estamos conseguindo passar bem a bola (as vezes até fazer um tik taka): corneta. Pela primeira vez meu amado Palestra/Palmeiras perdeu e não xinguei o mundo, pois entendo o processo em que o time está passando. Precisamos primeiro achara a escalação idealpara o esquema ideal, isso o Oswaldo está buscando fazer sem kleinice e Dorivaldice. A situação é tão boa para um técnico de verdade que vem uma simples pergunta: - Qual técnico hoje não queria estar no lugar do Oswaldo? Já bati tanto cabeça com relação à escalação que o esquema de três zagueiros fica me pipocando. Seria bom ver o Zé e o Allione de alas, o Arouca de volante, Valdívia e o CX de meias e o Cristaldo junto com o Dudu na frente. Ainda temos Gabriel, Amaral, João Pedro, Alan Patrick, Ryder, Robinho e a molecada da base. Se a maioria dos palmeirenses que leio e ouço tem essa dúvda, por que já pegar no pé do treinador nessa etapa da formação do time? Escrevo isso porque saiu uma # pedindo para demitirem o Oswaldo, outros até pediram o Gareca de volta. Se vai virar um time, se vai dar liga, se vai entrosar, sinceramente penso que sim, pois sou extremamente otimista com o primeiro campeão do mundo, sempre acredito no nosso Verdão. Pela primeira vez tenho paciência e ando sorrindo à toa. Hoje estamos com 97.335 sócio torcedores no clube, falta pouco para os CEM MIL. Avanti Palmeiras!

    ResponderExcluir
  2. Pois é Marcelo, eu gostaria de estar no lugar do Oswalds... e já há disputa pra ver quem será o sócio 100.000! É nóis fratello! Abs.

    ResponderExcluir