sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Wesleynismo

É aviltante a incapacidade da imprensa em fazer a leitura correta dos fatos, gerando um mar de pessoas mal informadas.

Chegamos às notícias e parece que o torcedor palmeirense é um ingrato, mal agradecido ou coisa do tipo. Dizem que o Wesley veio, se contunidiu e nada mais pode fazer em 2013. Até aí tudo bem.

Voltou em 2014 como “peça fundamental” - segunda a imprensa, mas mesmo assim teria se “irritado” com o Palmeiras que decidiu não renovar o contrato. Lógico, primeiro por condição financeira, depois porque o Wesley foi UMA BOSTA em 2014, um dos principais motivos pelo qual só não fomos rebaixados por ajuda de outros times.

Quem assistiu o Wesley em campo viu. Leão de vestiário e lesma em campo. Não corria NUNCA, só ficava no seu trote irritante e passes pro lado pra fazer número estatístico. Um jogador que aprendeu a lidar com a produtividade da forma mais grotesca possível. Jogava o maior número de partidas possível porque não tínhamos substituto. E pra não ficar fora da titularidade nem pensava em se contundir, muito menos por o pé na jogada. E assim ficamos a um fio de cabelo do terceiro rebaixamento.

É essa postura – que classifico aqui como wesleynismo – que o palmeirense REJEITA veementemente. De jogadores que dão belas entrevistas e depois não se aplicam em campo, estão sempre com a cabeça no dinheiro ou em algo que a diretoria supostamente deveria ter lhes feito, mas não fez. Assim, justificam o andar em campo.

Nojento, asqueroso, aviltante, espúrio, e vamos colocando aí adjetivos. Só que a impren$inha jamais vai criticar jogador. Culpados são sempre os clubes e suas diretorias de “cartolas”que exploram os coitadinhos... VÃO SE FUDER ISSO SIM!!!!!

Existe uma PENCA de jogadores com esse comportamento, Jhonny Walkers com desinteria (se é que me entendem) para o clube, porém incensados pela imprensa. Cara, isso é nojento demais, típico do lambe-saquismo clássico tupiniquim

Fazemos festa hoje pela saída do Wesley. Que seja feliz noutras paragens. E não é pessoal. É contra uma POSTURA. Essa postura citada acima. Isso é TUDO que o Palmeiras não quer. Atletas "banqueiros" que dentro de campo são PURA ENGANAÇÃO. É isso que NUNCA MAIS QUEREMOS. Por mais utópico que seja. Aliás, esperar qualquer mudança positiva nesse país parece utopia mesmo. Vai Wesley. Seja feliz. E nos faça feliz... longe daqui. Obrigado.

6 comentários:

  1. Veja no Globo Reporte desta Sexta, Wesley, O que é? para que serve? onde vive? kkkkk

    ResponderExcluir
  2. So acho dificil este camarada ser produtivo em qualquer lugar , tenho 54 anos e nunca tinha visto um jogador tao sem vontade com a camisa do Palmeiras . Va para o limbo que e o seu lugar seu verminose!!!!

    ResponderExcluir
  3. Galuzzi,

    Viu o contador dos sócios torcedores?
    Faz 3 semanas que estamos na casa de 98 mil. Do nada parou de subir. No mínimo estranho.
    E o que falar da imprensinha IDOLATRANDO PATO E JADSON!! Dois lixos!!! Cara fez gol contra ninguém e já falaram até me VOLTA A SELEÇÃO!!!!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Douglas meu caro, estás no Brasil... pouca coisa aqui deveria ser "estranha"... rs. Inclusive a idolatria.. por exemplo, vc se lembra que o Datena (há uns 15 ou 20 anos atrás) era repórterr esportivo, não era? E vc se lembra pq deixou de ser? Pelo boato de que levava grana no passe de jogadores aos quais ficava deitando elogios. Pois é... agora tá lá pagando de arauto da justiça. Que mundinho esse... abs.

      Excluir
  4. Wesley se acha um craque, por isso, ter o palmeiras em 2013 e 2014 como time para ele desfilar seu brilhante futebol era frustante. Assim, vendo ganso e pato jogando num grau muito superior ao time que o contratara resolveu juntar-se a eles. Que seja feliz, vá aproveitar seu raro talento que deus lhe deu na companhia de jogadores que vêem o futebol moderno com a mesma lente que a sua, quem sabe chegarão os três juntos a seleção e serão, com comprometimento, raça e vibração, a solução para esquecermos o jogo contra a Alemanha.

    ResponderExcluir