quarta-feira, 18 de março de 2015

Chega de Globorinthians!

Fratellada, o mínimo que podemos fazer é ir à porta dessa corporação, digo, emissora de TV, pra manifestar a insatisfação de uma gigantesca coletividade que tem seu entretenimento SEQUESTRADO pela dita cuja, que restringeas transmissões a pacotes de TV fechados, sem considerar a tremenda audiência que a torcida tem em TV ABERTA.

QUEREMOS JOGOS DO PALMEIRAS TRANSMITIDOS EM TV ABERTA!!!!

Não precisa ser RGT... pode ser a Band também, sem problemas, a gente tira o som de qualquer jeito mesmo...

EXIGIMOS MAIS JOGOS DO PALMEIRAS EM TV ABERTA!!!!!

Em nome da IMENSA REPRESENTATIVIDADE DESSA TORCIDA, em respeito as grandes índices de audiência frequentemente registrados em jogos do Palmeiras, somos obrigados a dizer:

RGT é PARCIAL, só responde a seus interesses comerciais e acordos internos de ALINHAMENTO COM PÚBLICO DE MASSA, tal como já fez décadas passadas com o semelhante carioca, Flamengo.

Cmo já foi colocado explicitamente pelo Jorge Khalil (presidente do Atlético-MG) os ACORDOS RGT-SCCP tem propósitos específicos pra cada um. Um ganha o estádio e transmissões constantes de seus jogos. Outro ganha o selo de “amiga do povo”.

Se a RGT tem o direito de escolher o que vai transmitir, NÓS TEMOS O DIREITO DE PROTESTAR CONTRA ISSO!  CHEGA DE GLOBORINTHIANS!!!!



RGT, INTENCIONALMENTE IMPARCIAL. QUEREMOS MAIS JOGOS DO PALMEIRAS EM TV ABERTA!

Quanto barulho teremos que fazer pra sermos ouvidos. Essa emissora é SURDA ou só FDP mesmo?


Golpe de Mestre – Estratégia de defesa
A diretoria abrindo os valores e inclusive a negociação do Valdívia com o Cruzeiro. Toma essa empresário. Sempre fomos vítimas desse “jogar no ventilador” que espalha a merda e inviabiliza o negócio. AGORA É NOSSA VEZ! Vai negociar? Então, abre pra que todo mundo saiba o que você está fazendo filhão, vamos ver ser ainda assim funciona... e outra, 150mil por mês mais 50 mil por jogo - para um jogador que vive no DM - tá excelente.  

12 comentários:

  1. Talvez não precisamos nos dar ao trabalho de nos deslocarmos em frente a sede da dita cuja. Que tal proibirmos ela de entrar com seus equipamentos para "gravar" os jogos do Palmeiras quando não for transmitir ao vivo? Simples assim. É ao vivo? OK. Não é ao vivo? Não entra pra gravar. Como não somos radicais igual ao povo pelo qual ela gosta que a assistam. Basta fazer um pacote condizente de transmissões. Não queremos mais que ninguem. Mais tambem não queremos menos. Assim sendo pode gravar. Se não for, não entra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já disse aqui e repito. O Palmeiras deve ser para Palmeirenses. Estamos no caminho certo e quem sabe um dia (Deus ajude) o programa sócio torcedor seja tão grande de modo que haja a inclusão da assinatura da TV Palmeiras com transmissões exclusivas e ao vivo para sócios e feitas pelo Palmeiras. Será o fim do monopólio da RGT no futebol. Esse é o meu sonho!
      Na minha opinião, como é feito hoje, fazer protesto ou qualquer outra coisa contra essa merda de emissora só prejudica a nós mesmos, pois conhecemos eles e sabemos que são vingativos e manipuladores.
      Quando o presidente recebe aqueles milhões referentes às cotas de TV, ele assina um contrato no qual sujeitando o Palmeiras às regras dela. Infelizmente é assim, não há protesto que ajude, na minha opinião.

      Excluir
    2. Franco, o problema neste caso é que a rgt tem uma clausula em contrato com todos os clubes,que lhe outorga "direito de exclusividade". A TV Palmeiras assim como qualquer outra não pode transmitir os jogos em decorrência desta clausula. Estão todos amarrados, inclusive o Palmeiras. A saída é pelo menos uns 8 a 10 times quebrarem este contrato, ai sim, poderemos vender para outra emissora ou transmitir na TV Palmeiras aberta ou fechada os jogos dos times que estarão livres do contratos.

      Excluir
    3. Galera, falo de um ponto de vista publicitário, mercadológico. A exposição de um clube (em boas condições) ajuda na captação, na formação de torcida. A Globo sempre foi ALINHADA com o PODER e sempre precisou de uma CARA popular, pra isso grudou no Flamengo no fim da década de 70 e agora no semelhante paulista, que lhe confere a aura de "amiga do povo". De Chacrinha a Luciano Huck, essa história é bem mais extensa do que se pode imaginar. Bem, tudo começou em 65... ou um pouco antes, se é que me entendem. Vai Brasil.

      Excluir
  2. Ae vira caso de polícia né PG e nesse campo eles se garantem fácil. A pior coisa para um meio de comunicação é a exposição pública dentro de um contexto negativo. Passar uma mensagem de que os caras não estão sendo justos nem parciais seria um prato cheio à outras emissoras. Aí sim queima o filme geral. Os caras se BORRAM se uma articulação com pleito legítimo for contra eles...

    ResponderExcluir
  3. Bom dia amigos Palmeiras, então, acho que cada um tem que fazer sua parte... eu por exemplo não assisto mais a RGT... e tento converter o maior numero de pessoas possível... rs... só assisto a RGT quando o Palmeiras está jogando... E já que eles estão nos tratando com diferença, no próximo contrato, devemos exigir o valor mais alto pago por qualquer outro rival e numero de jogos exibidos em TV aberta tb (já que os numeros de nossa audiencia são iguais aos demais jogos)... Se isso não for possível, troca de emissora ou então transmite nossos jogos ao vivo pelo site oficial cobrando um valor... etc... Migalhas da RGT, NÃO! FIM... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é quando a migalha te sustenta né Grego... rs. Os caras pagam pacas e tem o direito deles. Mas nós, audiência, também temos força. Só que de forma unificada... Falo isso pq já vi o rebu quando chega resultado de pesquisa de audiência. Ae sim o negócio se agita. Abs.

      Excluir
  4. Vou na contramão, se me permitir. A globo apostou na dupla de times de maior torcida do Brasil para conseguir bons índices de audiência, levando da premissa que seus torcedores assistam aos jogos de seu time. Acontece que com a bancarrota do clube dos 13 as cobras criadas dos bastidores obscuros do futebol valeram-se da preferência futebolística do molusco presidente de barba para "exibir" o curintia a exaustão na globo, em detrimento da imagem dos outros clubes e do futebol como esporte de competição.
    Acho que o Palmeiras deve tentar mudar esse jogo, a longo prazo, e fazer da marca palmeiras sinônimo de sucesso. Isso começa a acontecer, com os patrocínios, o Allianz, o sócio torcedor e na minha opinião, associar esse case de boa gestão de um clube de futebol às transmissões de jogos na TV seria um atrativo até para a globo, que vê seus índices de audiência reduzirem a cada temporada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Madila, é nóis! Fratello, até concordo contigo, o Lula ajudou o curintcha sim, sem dúvida, mas não tem influência na grade de programação da Globo. Se esta precisa de audiência, precisa ainda mais de uma boa imagem. Existe um interesse direto deles nessa associação (times de massa) por uma simples questão de imagem. Está tudo ligado ao momento que o país passou (e ainda passsa - ascensão classe D/E) e a popularidade que o canal precisa ter, afinal, pegando carona no "time do povo", a emissora gruda nesse conceito (time do povo - emissora do povo), algo no qual a Record já vinha se aproximando perigosamente. Depois que o Khalil divulgou que o areia mijada lhe confidenciou ter "implodido" o clube dos 13 a pedido da Globo com a contrapartida do estádio, meu amigo, somos nós contra o Império do Mal. rsss.... Palmeiras sempre!!! Abs.

      Excluir
  5. Falei do molusco por causa das maracutaias para "escolher" construir um estádio em SP para a Copa, pois foi aí que tudo começou. Acabar com essa promiscuidade será tarefa árdua, mas creio que alguns clubes, como cruzeiro, inter e agora nosso verdão estão no caminho certo, gerando rendas alternativas para confrontar essa desigualdade nas transmissões de TV, que beneficia os times da "massa" da CBF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Citou muito bem citado Madila. Inter e Cruzeiro são, na minha opinião, os clubes mais bem administrados do Brasil. Curiosamente, veja a história dos times e das coletividades que os formaram... UNIÃO JÁ! Abraço!

      Excluir