segunda-feira, 11 de maio de 2015

Começa a luta pelo Brasileiro 2015

Esse 2x2 em casa na primeira rodada do Brasileirão2015 não era exatamente o que a gente queria, mas dada a situação da partida, onde estávamos perdendo e fomos buscar o empate no último ataque, valeu pela raça e pela luta.

Aliás, pelo jeito será uma luta constante, até mesmo contra a energúmena CBF, incapaz até de segurar seus impulsos comerciais chupados da vênus platinada que comanda esse país, e ter a capacidade de sair cobrindo desesperadamente o nome Allianz com ridículas faixas improvisadas.

É por isso que eu digo, tem horas que parece que esse país definitivamente não deu certo. Tivesse condição 90% da população se pirulitava pra Miami, isso sim. E essa Canalhagem Brasileira do Futebol, uma entidade privada que junto com a rainha mãe das comunicações do Brasil põe o esporte no bolso, como um produto e nada mais.  Que vergonha de fazer parte disso.

Já os clubes, entidades seculares muito mais representativas e anteriores a CBF, Globo ou mesmo a existência da TV, deveriam ser mais respeitados, com um nível de arbitragem melhor e uma organização que não nos envergonhasse. 7X1? Foi é pouco isso sim.


Mas voltando ao que interessa, nosso Palmeiras. Vários pontos importantes nessa partida, começando pelo Zé Roberto. Como pode o melhor lateral esquerdo do Campeonato Paulista deixar as avenidas que deixa? Assim não dá. Ou vai pra 2º volante, como o Oswaldo fez no segundo tempo ou disputa vaga com o Egídio, Victor Luís ou quem for. De toda forma, continua muito importante pro esquema de jogo

Outro: Valdívia. Pareceu desmotivado pensando mais na Copa América do que no Palmeiras. Ambos os lados esperam um reconhecimento maior. O Valdívia pelo gênio que acha que é (pode até ser mas a garrafa desse gênio vive quebrada...) e o Palmeiras, por tudo que já gastou com ele (aí sim, tem razão). Tudo depende de quem seu pai conseguir convencer a levar o futebol de seu prodígio. Caso consiga algum milionário perdulário, boa sorte. Caso contrário ele fica.

Finalizando, Rafael Marques. Aí a imprensinha chega perguntando se ele não rende mais alí na área. Não necessariamente. Os atacantes, bem marcados, abrem espaço pros meias quem vem de trás e também deve saber finalizar, como é o caso do Rafael Marques, que já vem caindo nas graças da torcida com sua raça e determinação.

Pois esse é o Palmeiras hoje. Um processo em evolução. Só gostaria de mencionar mais uma vez o SHOW da torcida comparecendo em massa pra assistir e ajudar o Palmeiras. O maior público da rodada comprova essa lealdade. Que sirva de exemplo e motivação ao time, pra perceber quanto a torcida o apoia e quão importante é esse campeonato. VAMONESSAPALMEIRAS!!!!

12 comentários:

  1. Galluzzi, Os 2 X 2 em casa pra mim foi péssimo começo diante de um 2º time do Atletco. È sacanagem deixar o Zé Roberto de LE com 42 anos correndo atrás de ponteiro. O OO teria que aproveitar a experiência dele e colocá-lo de meia. Outra coisa é repensar neste esquema e escalar os melhores em suas melhores posições, sem dar privilegio a ninguém. Hoje é fato que ainda não temos um time, temos um razoável elenco que ainda não jogou o que pode, e nesse caso a culpa é só do OO.
    Quanto esta canalhice da rgt e a vendida cbf, você já disse tudo. É a coisa mais nojenta que pode acontecer. Mas apesar da minha leiguice em marketing, acho que a poderosa rgt está dando um tiro no pé com estas coisas e a insistência em repetir sempre o mesmo time quarta e domingo. A saída seria distribuir um cartaz para cada torcedor em letras garrafais dizendo o nome deste estádio “ALLIANZ PARQUE” e toda vez que a câmara mostrassem alguém era só levantar o letreiro.
    Ops, será que iriam proibir a torcida? No Brasil acho que sim kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FAla PG! Cara, acho que a responsabilidade maior sempre é do treinador, mas o Oswaldo tem que ser apoiado agora, pq está no começo de um trabalho que vem sendo bom. Ele tá tentando ser ofensivo, mas a defesa não é segura o suficiente pra jogarmos com apenas um de volante de contenção tendo um lateral que não recompõe com facilidade. Sobre o mkt, a gente não precisa ser especialista pra ver que o caso Globo-Corinthians é o exemplo perfeito da mídia de massa que precisa colar no público C-D-E, que é a esmagadora maioria em tv aberta. Lícito mas nauseante. Abs!

      Excluir
  2. Galluzzi,
    Por força de meu trabalho permaneço de três a quatro meses na Europa. Neste momento estou em Londres, na Inglaterra. Ontem, convidado por um amigo londrino, estive no Stamford Bridge - estádio do Chelsea Football Club - para assistir a partida entre o Chelsea e Liverpool que terminou empatada em 1x1. Meu amigo, que já morou no Brasil e torce para o Palmeiras aqui, se mostrou conhecedor do futebol brasileiro e estava indignado com o fato de o Palmeiras ter perdido o campeonato para o Santos e, mais ainda, pelo empate em 2 x 2 com o CAM. A fleuma britânica deixa de existir quando o assunto é Oswaldo Oliveira. Meu amigo fica inconformado com a capacidade do O.O de transferir a responsabilidade dos maus resultados aos outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala João, bela força de trabalho hein! rss... Tbm já pude conhecer Londres, uma cidade e tanto com um povo muito divertido. Mas naquelas, ser humano é parecido em todo lugar. Só pergunte ao seu amigo o tempo médio de permanência de um treinador em times ingleses. Tbm acho que poderíamos ter vencido o Santos que veio de técnico improvisado pro Paulista e tbm nessa primeira contra o Atlético-MG. Mas contra o Santos só não vencemos por detalhes (pênaltis) e contra o Atlético-MG foi a tentativa de armar o time mais ofensivo com um só volante de contenção, mas já vimos que não dá. Não tenho visto declarações "tirando da reta" do Oswaldo, só espero que ele mantenha a serenidade e o elenco ao seu lado. Valeu.

      Excluir
    2. Você perguntou e eu vou responder: Sete meses foi o tempo que durou o Felipão aqui no Chelsea. Lembrando que na época ele estava entre os mais conceituados treinadores do mundo. Não creio que o Oswaldo de Oliveira tenha background suficiente para ser contratado por algum time europeu, mas se isto viesse acontecer ele não passaria de três meses no cargo. Um abraço.

      Excluir
    3. Não, peraí... técnico brasileiro na Europa não é referência João, é PIADA. O que eu quero saber e qual a MÉDIA de tempo de permanência de um treinador nos clubes ingleses.

      Não adianta ficar só na crítica destrutiva fratello. Se vc não analisar o contexto em que o clube passa, quanto custam outras opções (como se já não tivéssemos testado várias) e qual a realidade que o mercado oferece, cai na mesmice do criticismo eterno, que - me desculpe - não nos leva a porra de lugar nenhum.

      Essa ansiedade não conseguir esperar por resultados que não sejam de curto prazo é uma característica nata do brasileiro e vc, que está aí no E.R. já deve ter percebido. Isso meu amigo, é uma fraqueza psicológica de nosso povo. Na minha opinião... abs!

      Excluir
    4. Vamos lá Galluzzi,
      Aqui na Europa um time de ponta não contrata um treinador simplesmente porque cabe no bolso. Normalmente existe um critério rigoroso na escolha do profissional que irá conduzir o time. O tempo de duração do profissional no cargo vai depender de seu desempenho. Futebol não é ciência exata e nem, tampouco, existe a garantia de que o tempo de permanência de um treinador no cargo seja traduzido em conquistas de títulos. Existem casos de sucessos, como e de Tite no SCCP e Tele Santana no SPFC, mas, existem outros na qual a demora na substituição do treinador acabou se transformando em verdadeira catástrofe (Felipão em 2012) ou, na melhor hipótese, foi um Deus nos acuda (Gilson Kleina 2014).
      De qualquer maneira, não penso que tenhamos qualquer fraqueza psicológica ou estejamos sendo imediatista. Durante muito tempo fomos espoliados em razão de falta de grana e nos enfiaram goela abaixo profissionais meia boca que nos conduziram a lugar nenhum. Agora que aderimos em massa ao plano sócio torcedor e estamos bancando o clube, vamos deixar de ser bovinos e exigir um produto de qualidade com resultados condizentes com nossa grandeza.

      Excluir
    5. Grande João, não sei se o brasileiro é bovino, mas é um tanto quanto ruminante. Veja, apesar do que vc mencionou o inglês não se considera europeu. Pq? Libra esterlina meu caro. Com esse canhão monetário na mão tudo fica mais fácil. Mas vc ainda não respondeu: QUAL A MÉDIA de permanência de um treinador em time inglês?

      É questão de planejamento meu caro, o que aqui no Brasil é uma piada. Gostaria de compartilhar sua opinião quanto à nossa psiquê, mas não consigo. Um povo que mal soube interpretar as manifestações democráticas taxando tudo como coisa de vândalo e voltando a assistir a novela? Um país que fez até propaganda de que "o gigante acordou" quando na verdade ele só foi mijar e voltou pra cama? Ok... a gente precisa crescer MUITO fratello.

      Agora, se vc quer mesmo que a gente deixe de ser bovino, seria legal deixar de ruminar a mesma retórica por tantos anos não é? Aí vc vai perceber porque tão poucos treinadores conseguiram ser campeões pelo Palmeiras nas últimas 3 décadas. Pensa bem! Não estou aqui defendo porra de Oswaldo nenhum. Só mostrando que essa ansiedade e caça as bruxas tão comum em nossa torcida dificulta e prejudica pra caralho o ambiente e o trabalho de qualquer treinador que por aqui passa. Valeu!

      Excluir
  3. Quando o Egidio entrou no jogo o Palmeiras mudou.
    O Zé rende muito mais jogando no meio.

    Se o O.O tivesse escalado o Egidio na esquerda e o Zé no meio com o Valdivia desde o inicio, teriamos ganho facil aquele jogo!
    Mesmo com o Robinho de segundo volante, e esse é muito bom jogador, mas não está rendendo tudo que pode.

    Valdivia precisa decidir o que quer da vida, os lances dele transpareciam uma falta de vontade impressionante!

    Dudu é um cara que temos que apoiar!
    A torcida não pode cair na pilha da imprensinha!
    Eles vão bombardear o cara!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é fácil Pedro, diariamente a torcida é bombardeada com o que puderem explorar de conflito. Mas quanto ao esquema tático, só espero que o Oswaldo tenha a mesma leitura que a sua, que é a da imensa maioria da torcida tbm. Valeu!

      Excluir
  4. Galluzzi, o que será que aconteceu com o Tobio? Não foi nem relacionado para o jogo contra o Sampaio Correa... Tomara que não tenha rolo aí, é um bom zagueiro, e estamos meio "a pé" na zaga com a dupla de Vitor... Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ricardo, o que acontece é aquela dificuldade natural em formar a dupla de zaga, pq ali qqer falha é capital. Acontece que o V.Hugo surgiu como titular e o V.Ramos evoluiu nas finais do Paulista, daí o Oswaldo tentar formar a zaga com os 2, no que eu concordo. É dos setores que mais demora pra entrosar, invariavelmente o Tobio terá mais oportunidades. Abs.

      Excluir