segunda-feira, 4 de maio de 2015

Contratempo ocasional de uma trejetória maior

Confesso, vandalizei. Em 1992. O Palmeiras vinha de seu primeiro ano com patrocínio Parmalat e fazia a final do Paulistão contra a bambizada na casa deles. Aí acho que no segundo gol tricolete não me aguentei e sentei a pesada no pobre banco de madeira arregaçando as ripas da numerada.

Fiquei com um com vergonha depois, o banco estava lá, inerte. Mas a fila era pesada demais pra que gente conseguisse segurar alguns impulsos. E na juventude a visão do imediato é muito mais forte, longo prazo é algo distante demais pra alguém com 20 anos.

Pois eu não conseguia ver que aquela mudança, mais do que um campeonato no primeiro ano, nos traria frutos maiores à frente. Esse é o mesmo momento que vivemos.

Com um aporte de mais de R$100milhões de reais em créditos para equalizar suas dívidas (que clube consegue isso?), ótimos patrocínios, um programa de sócio-torcedor que causa inveja nos adversários e uma bilheteria vultosa o Palmeiras hoje vive uma nova era, completamente diferente de 1 ou 2 anos atrás, que não deve ser maculada por um tropeço em algo tão efêmero quanto disputas de pênaltis.

É assim que devemos enxergar: O PROJETO PALMEIRAS está em seu início, a bem da verdade enquetes prévias mostravam que mesmo o torcedor palmeirense não esperava um título nesse primeiro semestre. O presente inicial foram as vitórias nos clássicos, as verdadeiras lembranças que teremos desse Paulistão 2015.

Não seremos soberbos como outros que desdenharam o campeonato após eliminação, o Paulistão é ótimo e tem seu charme. Se outros estados não têem “nível” pra fazer campeonatos regionais o problema é deles, nós temos. E é a preparação perfeita para o Brasileirão e Copa do Brasil. 

Só que às vezes, ao ganhar o time ganha se acomoda e relaxa no segundo semestre. Já o segundo lugar dá o vislumbre concreto da vitória que lhe foi tirada e a vontade insana de conquistá-la. Mas parabéns ao campeão, que a despeito das trágicas arbitragens tem um grande ataque.

Não há melhor semente pra futuras vitórias do que o reconhecimento do trabalho, ainda que não tenha trazido o resultado máximo, conseguimos ótimos avanços. Todo apoio será frutificado. VALEU TIME!!! GRANDE CAMPEONATO, GIGANTE PALMEIRAS, ETERNA TORCIDA.

8 comentários:

  1. Galluzzi, é claro que perder o título é ruim, mas esse campeonato está longe de ter deixado o torcedor decepcionado. Esse time mostrou do que é capaz e que merece o respeito da torcida e dos adversários.
    Só tô com um pouco de medo da torcida começar a pegar no pé do Dudu, isso seria péssimo pra sequência do time. No mas... tudo em paz, e simbora pra cima do Sampaio Corrêa. Dá-lhe Porcooooooooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulistão sempre foi bacana, o Santos se especializou nele por exemplo... o que estraga um pouco é o nível da arbitragem sempre sujeito a erros que acabam com o bom futebol. Mas fazer o quê, dançar conforme a música, o mundo é dos melhores adaptados.

      Excluir
  2. Boa Galluzzi, realmente o nosso campeonato foi muito bom! O time está de Parabéns!
    Ganhamos dos nossos rivais de maneira inesquecível e temos um bom time! Perder nos penaltis faz parte... um detalhe...
    o importante é que fomos buscar o resultado na casa dos caras com muita raça!
    Veja o nivel que estamos, fizemos uma final sem um jogador do nível do Arouca e ninguém ficou lamentando!
    Realmente não podemos pegar no pé do Dudu!!! Decidiu em Itaquera! (Cruzou a bola pro gol do Rafa Marques e marcou de penalti)
    A galera que está criticando não se lembra???? Sobre o Dudu, lamentável a imprensa massacrando o jogador... errou? sim, mas a
    critica pro Palmeiras é sempre maior... Hj de manha na rádio JP, o Quartarolo reclamou que o Dudu ficou falando que ia aplicar o chapéu nos adversários...
    Já o funk do Robinho é bonito... Imprensa que torce... bando de otários parciais...
    Palmeiras sempre!
    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os caras gostam de tudo o que é popular Grego... como a gente não liga muito pra isso, acaba vítima dessa exclusão. Uma derrota nos pênaltis não deixa de ser uma derrota, doída demais. Mas a torcida tem reagido muito bem e o time vai crescer com isso. Valeu.

      Excluir
  3. Galluzzi, vamos aos fatos:

    1) A torcida do Palmeiras precisa aprender a FILTRAR o que sai na impresa e muito. Já disse aqui em outros comentários, vamos focar nos canais prórprios com notícias que realmente nos interessam.
    Ouvi ontem na Rádio o José Calil (Santista idiota e despreparado) falando que o Campeonato já estava armado pro Palmeiras. Olha que absurdo chegamos. Na Globo faziam campanha de CANETA no Arouca.
    Olha é nojento demais.
    2) Precisamos ter paciência e memória boa. Dez/14 estávamos lutando contra o rebaixamento o que seria muito trágico e menos de 6 meses depois estamos na final de Paulista.
    3) Teremos grandes jogos no Brasileiro e temos que manter a pegada de 25 , 30 mil todo jogo. Fator casa tem que ser forte. Jogamos 4 anos sem Casa e vivemos sem identidade. Agora isso precisa acabar.
    4) Apoio aos jogadores. Se não fosse o Dudu, Rafael Marques e Jackson contra a Gambazada a gente nem tinha chegado a final. O Dudu é bom jogador e está no primeiro time grande do Eixo Rio SP onde a mídia é mais chata.
    5) Voltamos a ter respeito. Digo isso que O MUNDO torceu contra a gente ontem e isso demonstra que nós incomodamos e muito. Essa ascensão do AVANTI, Allianz Parque causa uma inveja tremenda. Isso eu gostei de ver. Tempos atrás ninguém estava nem ai para nossos jogos. Éramos lembrados nas goleadas contra Mirassol, Coritiba.

    Eu fiquei muito puto com o jogo de ontem.
    Acho que entramos muito atrás e o Santos aproveitou 2 lances idiotas com 2 bicos pra frente e usou o talento do seu ataque. Quando resolvemos jogar fomos muito superiores.
    Lembrando também do Sr. Ceretta que foi 4° arbitro no jogo do Allianz Parque e já tinha vivido todo o clima de tensão. O cara entrou distribuindo cartões pro Palmeiras a todo. Valdivia, Dudu e V Ramos não mereciam os amarelos. Penalti claro no Vitor Hugo não marcado.
    Ninguém vai dizer disso pois não interessa mais, a história já está escrita.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Doug meu caro, o Palmeiras deixa de ser atacado quando deixa de se colocar como alvo. Mas isso exige um grande esforço. Primeiro em estancar os vazamentos. Depois em parar as brigas internas. Esses dois fatores parecem ter sido equalizados pela diretoria. Agora falta "abraçar a causa", aproveitando a característica da torcida como fez o curintcha (time do povo). Nós somos uma grande e apaixonada família, classe média trabalhadora que se fez por conta própria, que valoriza sua história e cultura. E isso é pouco explorado. Bela torcida, grande família, são conceitos simples que o mkt mal utiliza.

      Mas falando do futebol, ainda é um dos esportes mais injustos né... mas pela minha experiência quando se sai de um campeonato derrotado mas com aprovação consistente, mantendo-se a equipe, a resposta costuma ser boa. Vamos ver... abs!

      Excluir
    2. Galluzzi,

      Analisando friamente sim, saímos fortalecidos mesmo perdendo. Temos um time hoje.
      O que me irrita demais é muitor torcedores caírem na onda da imprensa que adora ver esse clime bélico dentro dos clubes. No caso do Dudu, o moleque tem futebol pra estar onde está, precisa de acalmar sim mas ele joga com vontade, sangue nos olhos. Errou sim mas contra o Corinthians ele deu o passe pro empate e fez o penalti dele que era o último. Mil vezes perder na final pro Santos do que perder pro Itaquerense F.C. rsrsrs.

      Abraços e Sábado estarei lá no Allianz.

      Excluir
  4. Se levarmos em conta que o time foi montado a 4 meses, foi um baita de um resultado já chegar a uma final do Paulista, ainda mais eliminando o maior rival na casa deles!
    Dando aquela surra de piroca mole nos bambis, ganhando o primeiro jogo da final pressionando o tempo todo, sendo superior o jogo todo.

    Mas uma coisa ficou clara nesse jogo da final, o Zé não pode jogar na Lateral, ele é muito bom, mas o Geuvanio tava acabando com ele enquanto estava no jogo (o juiz quebrou nosso galho qdo expulsou ele).
    O Zé rende muito mais jogando no meio.

    Agora só precisamos de um atacante que impõe respeito, que assusta a defesa adversaria mesmo!
    Ver se o Egidio vai corresponder na Lateral esquerda mesmo!
    Com o elenco que temos, mais essas DUAS mudanças, da pra brigar por titulo em BR e Copa do Brasil facil!

    Fazia tempo que eu não falava que o Palmeiras só precisava de DUAS mudanças, nos anos anteriores sempre falava pra renovar o elenco todo depois do Paulista....

    ResponderExcluir