segunda-feira, 25 de maio de 2015

Quando as batatas assam

Oliveira. Oliveira meu filho... tô aqui cantando a bola que a bagaça ferve por aqui quando os resultados não aparecem. Aí tu me me vai lá e perde do Goiás em casa? Ah certo, vinham de duas vitórias, tem o time bom..." não alivia nada.

Por isso e já que não adianta nada ficar aqui tecendo comentários sobre o time que não foi bem nesse domingo ensolarado em que mais de 37.000 palmeirenses encheram o estádio pra vê-lo derrotado, o melhor é mandar a imagem que diz tudo.


Oswaldo, se tem alguma batata assando hoje, é a sua. Terás mais algumas oportunidades, mas ou se coça, ou será caçado.  Le bataté est assadé.

É triste, eu gostaria de ver treinadores tendo mais tranquilidade e tempo pra desenvolver seu trabalho. Mas no Palmeiras não tem essa. O time é bom, o elenco é forte e o padrão tem que aparecer, caso contrário a culpa é do treinador. Certo ou errado é sempre assim. E lá vamos nós outra vez. A busca do treinador ideal, aquele que vai chegar num cavalo branco...

13 comentários:

  1. O cara já começa a se queimar com o elenco à partir do momento que ele coloca o Valdívia para jogar com aquela "vontade" toda. Isso aí desmotiva qualquer jogador que está treinando sério a semana toda e está no banco, desmotiva os jogadores que vão para o jogo, por ter que correr a mais por um preguiçoso. Logo, o controle e o respeito do elenco vão-se embora.
    O Valdívia em jogo, sempre arrumando os cartõezinhos dele pra ganhar umas folgas. E querem apostar? Antes do sétimo jogo dele no verdão vai arrumar nova contusão. Na boa, pra mim já deu faz tempo.
    Destaque positivo: Kelvin, que buscou jogo de todos os lados do campo. Me parece ser um bom substituto para o Dudu, caso seja punido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o cara tá com físico pra jogar, Franco, vai deixar no banco? Aí é que vai ouvir mesmo. Mas se até o fim de semana seu jogo não melhorar, aí sim é banco. Se não for suspenso antes...

      Excluir
  2. Volto a comentar daquele medo de posts atrás... nos últimos anos tem sido assim, o Palmeiras não começa bem, se complica e depois fica brigando pra não cair. Tá fo...a!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No fear Cláudio, tira o Vinho Chileno, o Leandro Perê e vamo pra cima.

      Excluir
  3. Qual foi o ultimo "bom" trabalho do Oswaldo em algum clube ? Alguém lembra ?
    Quantos times ele derrubou ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Botafofo do Rio e Sayonara do Japão.

      Excluir
    2. Não sei se no Botafogo foi o OO ou o Seedorf que fizeram um bom trabalho. O Seedorf implantou uma mentalidade de seriedade que foi muito bem aceita pelo elenco. Eu estava esperando isso do Zé Roberto pelo que vi no início da temporada, mas infelizmente esfriou.

      Excluir
  4. Que o futebol brasileiro está falido devido aos cartolas políticos, é chover no molhado dizer. Mas a falência dentro de campo os culpados são os nossos técnicos. Nenhum deles, repito nenhum deles consegue mostrar algo novo. Tudo é imitação, copiam os europeus porque é moda, é menos trabalhoso. O pior é que copiam a parte ruim. O 4-2-3-1 e 4-1-4-1 são incompatíveis com o futebol brasileiro. São sistemas defensivos, covardes disfarçados. Conseguem uma vitoria feia de 1 X 0 só para garantirem seus empregos, que é só o que importa a eles. No Palmeiras o OO não consegue fazer do Palmeiras nem ser ofensivo porque o time cerca a área adversária mas não tem poder de fogo para matar, e defensivamente é péssimo, os zagueiros estão sempre expostos, ficam descobertos, o que conduzem a erros individuais. Faz 5 meses que trabalha e não tem um time definido que pelo menos consiga passar segurança para nós torcedores. Estamos sempre aguardando o próximo jogo na esperança de uma melhora convincente que não vem. Ressumindo passou da hora de todos os grandes do Brasil começarem a importar técnicos de fora, talvez esse bando de acomodados técnicos brasileiros comecem a se coçar. E o OO Sayonará pra ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PG, que o OO não treina bem a defesa, sabemos. Mas a culpa não é só do cara não. Aquele gol que tomamos do Goiás foi ridículo. TRÊS dos nossos em condição de marcar o atacante dentro da área e todos ficaram olhando para a bola. Isso é ou falta de comprometimento ou os caras tão na profissão errada.

      Excluir
    2. Correto Franco. Mas tambem é função do técnico corrigir estes defeitos. Não é a primeira vez que tomamos gol assim. O segundo gol do Santos na final foi a mesma coisa. Contra o Atletico-MG o Vitor Hugo não marcava ninguém. As falhas são recorrentes e o técnico tem obrigação de corrigi-las ou trocar os jogadores que erram seguidamente.

      Excluir
    3. Se me permite PG, mas e quando ele troca os jogadores que erram repetidamente e a situação fica ainda pior? Já tô meio de saco cheio do Oswaldo, mas palmeirense parece aquelas virgens a espera do príncipe encantado... rs. Eu mesmo só vi 2 treinadores campeões no Palmeiras... e olha que tô velho. Abs!

      Excluir
  5. Galluzzi,
    Você se diz um cara velho e que só viu dois treinadores campeões no Palmeiras. Assim vou lhe perguntar: Você quer continuar com apenas estes dois treinadores campeões no Palmeiras? Se o Oswaldo Oliveira não sair logo, tão cedo não verás outro treinador campeão no Verdão.
    Obs: Antes que me defenestres, estou em Zurique às 23:20hs e numa temperatura de 8º. Só tomando uma. Rs. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toma uma por mim aí Jão! Ah, que bom ficar um pouco longe da baderna tupi nénão? Praí só vai o fruto da baderna... rs. Tem treinador aí? Manda pra cá! Indica um, o Brasil precisa de um comando, não é só nóis não! Eu já virei crente. Espero a vinda do Messias pro Verdão. Só Jesus salva. Aleluia João!

      Excluir