segunda-feira, 29 de junho de 2015

Palmeiras, finalmente sendo Palmeiras

Por favor, alguém aí me corrija se estiver errado. Mas não lembro de outra ocasião na história dos 2 times em que um tenha enfiado 7 gols no adversário em 2 jogos seguidos.

Foi jogo isolado aquele 3x0, Louis Fabianus? Então leva de 4 agora pra ficar mais isoladinho. A troca de técnico pode ser arriscada, mas parece que a transição foi bem assimilada. Ganhamos na pegada e coesão.

Marcellus bancou muito bem a ausência do Zé e do Cleiton. Menos experiente, só que mais rápido e vertical. Mas a presença deles será fundamental em diversas ocasiões, há muitos esquemas táticos diferentes.


Sejamos coerentes. O Dudu nunca desaprendeu a jogar. O Egídio não foi o melhor lateral esquerdo do brasileiro passado a toa. O Robinho não passa mais que 1 partida apagado. O Cristaldo já está com a confiança lá em cima. Como dizem lá no campo, agora é “firmá no caminho”.

Firma no caminho Palmeiras! Vai que a torcida te leva junto. Os melhores times do campeonato hoje (Atlético-MG e Inter) também compartilham conosco os maiores públicos. Quando a torcida “abraça” o time, o projeto funciona. Teremos 2 jogos em casa nas próximas 3 rodadas pra lotar o estádio. Vitória em clássico assim anima a torcida que é uma beleza.  Essa foi pra embalar!

Fratellada, vamo que vamo!!! O campeonato tá só começando tá tudo embolado ainda. No começo do ano eu acreditava no G4, que é o objetivo principal pelas verbas da Libertadores do ano seguinte. Mas hoje, depois desse chocolate tricolete, o verde fala predomina e a esperança nos faz olhar mais alto. Finalmente, o Palmeiras sendo Palmeiras!

2 comentários:

  1. Galluzzi,
    A última vez que comentei neste espaço foi no final da noite de 26/05/2015 e eu estava em Zurique. Na manhã seguinte quando desci para tomar o café da manhã fui informado pelo pessoal do hotel de que o FBI em conjunto com a polícia suíça haviam prendidos alguns ratos da FIFA e dentre eles estava o Marin. Não consigo descrever a felicidade que senti no momento. Não me contive e fui até o local que ficava a pouco mais de trezentos metros de onde eu estava hospedado. Não consegui ver muita coisa, pois o local estava com acesso restrito. Fiquei decepcionado, pois eu esperava que também tivessem sido presos o Marco Polo Del Nero, o Ricardo Teixeira, o João Havelange, etc., etc., etc.. De qualquer forma já é um começo.
    Agora, falando de Palmeiras, felizmente foi feito um ajuste necessário e, agora, temos tudo para crescer na competição. Só precisamos ganhar os três próximos jogos (o que não é difícil) para que a confiança volte definitivamente e que possamos, finalmente, traçar planos mais audaciosos.
    Estou contando as horas para regressar ao Brasil e poder ver, novamente, os jogos do nosso Verdão e isto vai acontecer já neste próximo final de semana.

    ResponderExcluir
  2. João que oportunidade hein! Só digo uma coisa... #FALATUDOMARIN.

    ResponderExcluir