segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Buscando o time ideal

Peraí, mas perdemos do Atlético, que time ideal é esse? Explico: as substituições que o Marcelo Oliveira fez trouxeram uma composição com muito mais poder ofensivo, afinal estávamos perdendo. É lógico que não podemos jogar sem volantes, mas temos que ter 4 na frente, então:

Barrios e Dudu no meio campo. Rafael Marques e Gabriel Jesus no ataque. Por que? Pra ficarmos com 2 jogadores de velocidade e outros dois pro passe, pivô e deslocamento a defesa adversária. E já falei antes: Rafael Marques não é meia, é centroavante.

Ele deve ser o cara da área, que abre espaço, protege a bola, que cabeceia. No meio, está se desgastando muito ao ter que voltar pra marcar. Perdemos eficiência assim. Já o Gabriel Jesus vem mostrando que pode e deve começar como titular, aliando sua velocidade e jogo vertical ao posicionamento do Rafael.

No meio, o Dudu vem mostrando muita garra. Isso não pode ser desperdiçado. Barrios nele! Precisamos de um toque um pouco mais rápido no campo de ataque e é isso que o Paraguadjo deve trazer.

Na defesa, mantém Jackson e Vitor Hugo, pois a zaga é dos setores que mais precisa de tempo pra entrosar. Voltando o Ramos pode até entrar em uma das vagas, mas é só. Nas laterais temos a direita com o Lucas e na esquerda depende. Se o Zé Roberto se dispuser a ficar e marcar, beleza, senão volta o Egídio ou mesmo o João Pedro. Deixa o Amaral enquanto o Gabriel se recupera e o Girotto ao lado, ou algum da base que corra mais.

O resto é dar tempo ao tempo e não estressar pro caldo não virar. Temos que saber o que fazer e despejar críticas nessa hora definitivamente não é uma das coisas certas. Marcello, acerta o time que a gente aguarda. Mas assim... leia nosso post. Bora Verdão.

6 comentários:

  1. Boa Galluzzi, temos que ter calma... o pessoal já ta cornetando o time! Nem bem achamos um time ideal e já temos que mudar!! Perdemos muitos jogadores do nosso meio de campo... muito azar... Mas sobre o jogo, novamente não merecíamos perder! E outra coisa, penalti ridículo marcado contra nós... foi só gritar lá em MG que já "ajustaram" os problemas anteriores no jogo contra o Palmeiras... e a RGT, cada dia mais lamentável com o Bozo narrando e o gambá comentando... lógico afirmando a penalidade... Mas vamos em frente!! Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué Grego, se nem achamos ainda o ideal, pq consideraríamos as alterações uma "mudança"? rss... perdemos o Gabriel mas temos que nos virar com isso... (lembra 2009?). Sobre a penalidade, ridículo e político, como todo bastidor do esporte nacional. Valeu, abs!

      Excluir
  2. Galluzzi, concordo com a paciência em achar o time ideal, mas discordo da sua escalação. Ela só poderá funcionar se mexer no esquema de jogo, como eu opino no item 2 abaixo.
    Mas queria colocar 2 situações importantes:
    1- Os desfalques por contusões, sei que todos terão, mas nos Palmeiras é as pencas e sempre nos momentos chaves que mais precisamos. É assim todo ano. Passou da hora de nós torcedores e parte da "nossa mídia palmeirense especializada", cobrar explicações do DM e da diretoria (por que nossos jogadores machucam mais e de baciada, por que nossos jogadores demoram mais para retornar, e muitos outros por ques).
    2- Se 1 só jogador saiu e desorganizou o meio, e mesmo trocando não funciona, então muda o esquema. Esse 4,2,3,1 não funciona no futebol brasileiro. Todos aqui no Brasil jogam assim com algumas variações para o 4,1,4,1, mas na europa os principais times não jogam mais assim. Mata os laterais, isolam o centro avante, colocam meia atacantes de ponta e a maioria das vezes não são pontas e nem meias e a criação não funciona, mas principalmente sobrecarregam os dois do meio pois estes "pontas" quando voltam eles ficam também abertos protegendo os laterais e o meia pelo meio recua. Resumindo ficam os dois volantes e um meia para segurar todo o meio campo. Perdemos a posse de bola, pois o adversário joga na nossa intermediaria e acaba estourando toda hora na defesa. Tem que ir no 4,4,2 como sempre jogamos. Basta compactar que será muito mais eficiente.

    ResponderExcluir
  3. Fala PG! Mas então, ao serem questionado sobre o DM, a resposta é: temos e trazemos os melhores profissionais do país, além de instalações elogiadas por qualquer clube. Contra isso, que argumento utilizar?

    Sobre o esquema tático, concordo plenamente! No meu 4-4-2, os 2 são Rafael Marques e Gabriel e os 4 do meio Amaral e Girotto/Zé, Barrios e Dudu. Os 4 da defesa Lucas, Victor, Jackson e Egídio/Zé. Abs!

    ResponderExcluir
  4. Galluzzi, ter os melhores profissionais e os melhores aparelhamentos é realmente o melhor caminho, mas não é garantia de ter o melhor resultado. O DM não é só médico, é também responsável pela preparação física, fisiologia, fisioterapia. Como explicar as contusões por batelada? está sendo assim desde 2009. A parte médica acredito que seja correta, mas será que o resto (fisiologia e fisioterapia) é correto? E a preparação física que faz a manutenção dos jogadores, será que está sendo correta, por haver tantas lesões?.Como explicar a demora na recuperação? Talvez uma forma de mensurarmos é observar a recuperação do Luciano do sccp com a do Gabriel. As contusões são as mesmas. Sei que cada atleta possuem estruturas fisiológicas diferentes e isso influencia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PG, por mim efetivava o cubano. Se o cara arrumou a mais podre das frutas, conseguiria dar um jeito em nosso DM. Mas deixaram escapar... brincadeiras a parte, acho que quando falam de profissionais querem dizer de massagista ao fisiologista. Precisa ver se não há pressão excessiva pra que o jogador atue a despeito de um quadro que não o recomende. Isso sim poderia explicar algo... abs.

      Excluir