quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Candidato à FIFA evidencia anacronismo brasileiro

Quantos mais precisarão falar que a distribuição de cotas televisivas feitas pela maior coorporação midiática desse país é prejudicial ao futebol brasileiro?

O Palmeiras é um dos maiores beneficiários desse esquema pois só fica atrás de 2 ou 3 clubes. E temos que dizer: ESTÁ ERRADO!!! Não podemos ficar nos regogizando desse privilégio espúrio!!!

Malditas sejam as figuras que articularam para esse desequilíbrio abissal – político e financeiro – que o futebol brasileiro vive. ESSE É O MOMENTO DE MUDAR!!!

Essa PORCARIA de CêBêFê não difere em absolutamente nada da CORJA de Confederações que assola esse país, habituès clássicos das páginas policiais. Só servem pra captar recurso, escolher seus apadrinhados, repassaar uma mixaria e gastar o restante em coberturas na Barra ou em kitnetes em Miami.

Então vamos lá... sem churumela, às palavras do candidato à FIFA (já ganhou nosso voto):

Um dos problemas, no seu entender, está relacionado com a "falta de venda centralizada dos direitos televisivos". "Vemos uma grande disparidade entre o dinheiro recebido pelo campeão, Corinthians, perto de R$ 120 milhões, e o último classificado, Joinville, com cerca de R$ 15 milhões. Esta diferença contribui para um campeonato pouco competitivo."

Dá como bom exemplo a liga inglesa. "É o campeonato mais rentável do mundo porque nunca sabemos quem vai ganhar cada jogo. Isso também acontece porque, neste momento, tem a menor diferença de distribuição de dinheiro televisivo entre primeiro e último classificado. Por essa razão temos o Leicester nas posições de frente e surpresas em todas as rodadas."

A organização das competições brasileiras é outra das deficiências que aponta, como os jogos às 22h nas noites de quarta-feiras (imposição da Rede Globo). "A média de torcedores tem caído porque alguns jogos realizam-se em horários que não permitem às famílias ir ao futebol.

 
Precisa mesmo falar mais?

11 comentários:

  1. Só li verdades... E quem assiste o campeonato inglês vai entender, mesmo clubes considerados menores conseguem apresentar um bom espetáculo. Sem privilégios, com justiça...

    ResponderExcluir
  2. A RGT é um lixo, um atraso, fora que suas transmissões estão defasadas em ângulos.
    Mas você Galluzzi, deveria ter dito isso na época que escrevia no RGT Esporte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emanuel, eu acompanhava o Galluzzi na época e ele mesmo sabendo que podia se dar mal (que foi o que aconteceu), falava algumas verdades sobre a rgt.

      Excluir
  3. Caro Emanuel, desculpe mas acho que o menor problema da RGT é o atraso ou ângulos e sim a abrangência e controle que eles tem em cima do povo. Mas se vc acha que eu não falava sobre o controle da mídia enquanto eu estava lá, e pq não lia os posts. Aliás, foi justamente o motivo da saída. Mas beleza, como diz o Metallica, no remorse. Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peço perdão, realmente não sabia do motivo de sua saída.
      Cheguei a ler alguns posts seu, e add esse seu blog entre os meus favoritos.
      Há algo maior, nosso Palmeiras, obrigado meu caro.

      Excluir
    2. HAhahhhh... é nóis Manu! Relaxe e sinta-se em casa. Abs!!!

      Excluir
  4. Galluzzi, Extensão do outro post, a rgt monopolizou tudo, comprou cbf, confederações, dirigentes, políticos e faz o que quer. Somente com uma liga encabeçada pelos grandes e engrossada pelos outros com expressão nacional resolveria, porém voltaríamos ao cada um quer ver seu lado. Só se tive um ditador do bem kkkkk,será que exite isso???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podes crer PG, como sempre fez... não teremos ditador (grazie!), mas o triste é que tão pouco teremos uma mudança de mentalidade que privilegiasse o caráter "esportivo" (como há na Inglaterra, Alemanha e USA) do evento e não só sua transformação em produto. O pior é que lá os caras conseguem arrecadar mais e ainda assim ter campeonatos mais equilibrados e esportivamente justos. Mas isso está anos-luz daqui. Abs!

      Excluir