quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Departamento Médico é o SUS?

A impressão geral é de que só contratamos atleta podre e nosso Departamento Médico está mais pra SUS do que área de recuperação. “Meu Deus, como nossos atletas se contundem!” é a cantilena geral.

Existem mais coisas sob uma contusão do que sonha nossa vã filosofia, já dizia Galileu na Galiléia, malandro que é malandro não bobéia. Quem sou eu pra aferir sob tão meticuloso metièr, mas é certo que hoje temos um setor top, citado inclusive como referência por muitos clubes e atletas afora.

Primeira coisa: aconselho a todos irem dar uma espiada nas notícias adversárias pra se dar conta que a ocorrência é mais comum do que imaginamos. Acontece que na gente o calo dói mais. Via de regra, é isso mesmo.

A despeito de outrora, quando nos faltava capacidade de avaliação eficiente e sobrava tranqueira em liquidação que depois virava hóspede do DM. Será que ainda não passamos a época? Quero acreditar que sim, mas o futebol é um pântano...

Esporte Interativo x Consórcio Globorinthians de Entretenimento Popular
É legal ver alguém peitando uma grande coorporação midiática. Ainda que seja outra coorporação. Oxigena, traz a chance de mudanças. Mas não se iludam. Corporações agem da mesma forma ao tratar seus “produtos”. Ainda que as promessas sejam tentadoras...

Carnalama
Foto Uol
Vai Brasil! Se joga que é mais gostoso!
 Só pra constar... acho que nunca antes o Brasil foi ao carnaval tão zikado. Antes que façam o Bloco do Impich, o negócio é comemorar o maior Carnalama da história desse país, com corrupção e desigualdade como sempre, em alta. De resto, viva o produto nacional. Estrangeiro hoje em dia virou luxo...

3 comentários:

  1. Galluzzi, Por mais que falemos que temos os melhores profissionais, aparelhamentos, técnicas avançadas etc. Posso dizer como torcedor que temos o castelo e a família real porém somente poderemos prestar reverencia quando o reino funcionar.
    O problema é que não funciona, quasse caímos em 2014 e um dos vários problemas foram o excesso de contusões, o ano passado foi assim também e começamos 2016 da mesma forma, talvez por isso que a casa do vizinho não nos interessa muito, pois a nossa ta mal.
    O que deixa a gente mais preocupação é que a zica é sempre nas peças chaves da equipe. Entre muitas em 2014 foi o Valdívia, Prass e o Fábio entregou em quase todos os jogos Em 2015 Valdívia, C.Xavier, Arouca, e Gabriel. Agora em 2016, nem começou a temporada ainda, o Edu Dracena que veio para consertar a zaga e o C.Xavier esperança na armação. Sobre o DM e adjacentes mostra que a rainha não ter que ser somente honesta, tem também que parecer ser honesta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que separar o jôio do trigo PG. Afinal de contas não é o DM que contunde os atletas. Ao DM vc pode outorgar a responsabilidade de recuperação, mas não a contusão em si. Então são 2 coisas: Contusão e recuperação. 1) Está havendo um número excessivo de contusões? 2) As recuperações estão dentro do prazo? Pelo que sei o período de recuperação está ok (sem contar o Xavier - e precisa ver até que ponto isso é culpe do DM ou o jogador tem problema). Agora, se há muitos contundidos, é a forma como se treina que pode estar causando o problema. Excesso de vontade pela alta competição? Seria uma resposta se não tivesse acontecido tbm nos anos passados. Só espero que essa Rainha faça sua função, pq seu guarda roupa não é barato não... abs!

      Excluir
  2. Galluzzi, concordo como que diz, é isso mesmo. O DM em si, ou seja< os médicos fazem o papel deles, de curar quem entra lá. É que usamos erradamente a sigla DM como um todo. O problema a meu ver como torcedor assistindo de fora, é a fisiologia, fisioterapia e preparação física. Acredito até que temos bom profissionais e bons aparelhos. A pergunta é estão usando da forma correta? e a pergunta que fez devemos fazê-la a eles: 1) Está havendo um número excessivo de contusões? 2) As recuperações estão dentro do prazo? Agora, se há muitos contundidos, é a forma como se treina que pode estar causando o problema? Excesso de vontade pela alta competição?

    ResponderExcluir