terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Inversão de valores para acomodação de interesses

Fratellada me ajuda por favor... tá difícil ter gosto pátrio em meio a tanta canalhice reinante. Quem age correto é aliciador desenfreado compulsivo (Mattos), bonito é o clube passar a rasteira e agir às custas do cambalacho fiscal, do privilégio ou das amizades.

Como é que podemos ser patriotas num país que inverte os valores dessa forma? Não raro nos permeia a mentalidade na qual o "correto" é tirado de otário enquanto o "bandido" é o bonito na fita. Será que o Oiticica poderia prever que a frase “Seja marginal seja herói” seria usada pra fins tão díspares?

Sei lá... não tenho vocação pra sociólogo nem filósofo. Mas como TORCEDOR, tenho que entender um jogador que está se recuperando há meses e na reta final apita contusão. Tudo bem Sr. Creison! Temos Moisés! Ahaaa! E temos Rafael Marques 3x sem juros! E temos Allione, que a China nem quis, ó! Brincadeiras a parte, que merda. Mas beleza, que se recupere bem pra não acabar com o troféu que um dia pertenceu ao Valdívia.

Mas tem que brincar mesmo. Pra aguentar uma PALHAÇADA que a construtora falida quer empurrar pro Palmeiras, só com nariz de palhaço mesmo. Querem cobrar tubos de dinheiro por “despesas em dia de jogos” sendo que o Palmeiras já paga uma quantia exorbitante por isso (700mil/jogo), algo que nenhum clube do Brasil nem de perto paga.

Uma cobrança indevida e descarada, de uma empresa que tenta extorquir o Palmeiras em cada vírgula possível e impossível do contrato que – voltando ao início do texto – sendo pensado, redigido e arbitrado em terras tupiniquins, pode ser tudo, menos claro. Um parabéns aos privilegiados do Palmeiras que aceitaram uma TROLHA contratual dessas e agora nos obrigam a passar esse ridículo com a falida.
Projeto vendido
Projeto entregue. Ou quase...

Pra finalizar o sr. Gerente de Futebol da CBF querendo cobrar 290.000 do Palmeiras por uma venda que não aconteceu. Essa pelo menos ganhamos nas primeiras instâncias.

Bom, estamos cá em 2016. Mudanças estão em curso e entre elas bem que poderia estar a de um PAÍS MAIS JUSTO, livre de malditos mercenários imorais que sugam da nação qualquer noção de algo justo pelo qual se deva lutar. Lutar? Pfff.... por aqui isso é coisa de MMA. Melhor é ROUBAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário