segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Começando bem

0x2 é sempre um placar legal. Ganhar fora de casa dá uma confiança extra e tão importante quanto os gols pró foi a ausência de gols contra. Ae sim hein...

Não vou ficar me detendo sobre avaliação dos jogadores, exaustivamente comentada nas mesas redondas da vida. Não adianta! Até os 38 do segundo tempo eu estava xingando (pra mim mesmo) o Robinho. Aí o cara me emenda um lançamento primoroso pro Dudu que – inquestionável – estufa as redes. Lindo.


Essa jogada sim deveria ser manchete de vários periódicos, mas ao invés disso essas porcarias de redações esportivas preferem ficar falando do salário do Pato, imposto do Neymar... é difícil...

E isso tem um reflexo. Tal cobertura leva a torcida à sua ejaculação precoce de ficar pedindo substituição aos 30' do 1º tempo do 1º jogo oficial da temporada. Parodiando Casoy,  ISSO É UMA VERGONHA!!!

E por que esse imediatismo assola? Porque a mídia o cultiva! A mídia VIVE do imediato e explorando-o ao máximo, forma uma horda de apaspalhados (convenientemente) sustentados pela mentalidade incapaz de se aprofundar 1cm na complexidade de um tema, a ele restrita à eterna superficialidade enganadora!

Prova? Aí o Alecs sai pro intervalo e a repórter (totalmente instruída a incentivar o conflito não pra esclarecer, mas só pra vender) já o joga contra o restante da equipe, dizendo o chavão “a bola não chega, a culpa é do meio campo”, só precisando de um “sim” do jogador pra se instalar a novela. Maldita novela...

Pois é esse comportamento estúpido da imprensa – que se preocupa mais em vender do que informar – que gera esse atitude precoce na torcida, que antigamente tinha muito mais paciência, consciência e inteligência, pra não cair na facilidade do pensamento raso e mentalidade superficial.

Vamos lá fratellada, não vamos cair no papinho furado vendedor. Vamos na nossa. Vamos quietos. Vamos pela sombra e chegaremos ao sol que esse time tanto merece. BORAVERDÃO!!!! BORA FAMÍLIA!!!!!

4 comentários:

  1. Galluzzi, eu não estou desprezando a grandiosa Torcida do interior paulista, são Palmeirenses, e somos da mesma família.
    Porém, não acho que eles tem uma certa maturidade em estádios, até por ser difícil o Verdão visita-los, então, Torcida fora de São Paulo é diferente, vide o maldito Brasileiro 2012, em que perdemos o mando do Pacaembu, e fomos jogar em Araraquara, uma lástima, ali fomos rebaixados.
    A imprensa esportiva e a não esportiva, são lixos, eles fazem de tudo, para desviar o foco di Palmeiras, afinal, é difícil aceitar, que um clube que eles tanto odeie, se dê bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È verdade Manu, bem analisado. A propósito, não seria legal se em todos os jogos houvesse a distribuição de um material informativo (jogo, campeonato, time etc) e educativo (o melhor comportamento pra torcida), tipo um folhetinho simples frente e verso? Já vi isso acontecendo, mas deveria ser padrão em todos os jogos... abs!

      Excluir
    2. Fala Galluzzi, seria bacana mesmo.
      Mas, quinta será no bom e velho Pacaembu, não acho que o municipal seja um problema, e sim times ruins que o Palmeiras teve.
      Abraço!

      Excluir
  2. Galluzzi blz, eu também estava que nem você ontem, xingando o Robinho, achando que tínhamos 2 cones no time o "Aleccone" e o "Robincone", mas para eu queimar a língua e a grata surpresa os gols saíram justamente dos "cones", tomara que as gratas surpresas continuem e eu queime a língua sempre

    Abcs

    ResponderExcluir