quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Olha o buraco, Oliveira!!!

O empate com o River uruguaio foi assim, como podemos dizer... uma merda. Não que o time tenha jogado mal num todo, teve mais domínio e chances de gol do que o adversário. Mas estamos longe da compactação necessária para um time com alguma pretensão maior na Libertadores.

O Marcelo Oliveira entrou com o time certo, jogando Thiago Santos e Arouca na volância e Jean mais a frente pra ajudar o Robinho no meio-campo. A intenção é fortalecer o setor e até começou a mostrar resultado.

Mas na frente o Barrios ainda está devendo e ainda parece não conseguir aproveitar a movimentação do Dudu que, este sim, continua bem. O Erik ficou devendo e o Jesus faz a diferença.

Pra mim é difícil tirar Dudu e Jesus do time. O Jean também entrou bem e quando o Gabriel voltar teremos uma nova composição defensiva. Lembremos que temos Gabriel e Dracena pra compor essa defesa (Vitor Hugo – Dracena/ Gabriel – Arouca). Nas laterais, Lucas titular e Zé entrando só num tempo, revezando com o Vitor Luís. Fechou.

À frente, considerando Dudu único titular, restam 3 vagas pra 11 jogadores (Jean, Robinho, Barrios, Rafael Marques, Allione, Régis, Mouche, Jesus, Erik, Alecssandro e Cristaldo). Sem contar o Cleiton Xavier, que pra mim “o que vier é lucro”.

E aí? O que vai ser? Escolham a vontade. É complicado porque não temos referência de alguns novos, como Régis ou mesmo se o Cleiton conseguirá posição. Dúvidas a parte, a composição ofensiva com Jean, Robinho, Dudu e Jesus pode aliar posicionamento e velocidade. Barrios e Cristaldo opções diretas, ou Allione e Alecssandro. Or Rafael Marques e Erik. Ou...

Ter jogadores extras pra cada posição é fundamental pra montagem de um elenco que olhe a temporada num todo. Contusões mostram isso. Mas o efeito colateral disso é demora em se encontrar logo uma base titular que estabeleça o padrão.

Nosso padrão hoje é entrar com vontade, jogar com garra, jogar e deixar jogar. Sem marcação, com grandes buracos ao adversário. Tudo bem, ainda temos reforços pro setor. Mas se o Marcelo Oliveira não conseguir tampar os buracos, tanto no ataque quanto na defesa, estará ele mesmo cavando o seu. Olho no buraco Oliveira!

7 comentários:

  1. Galuzzi, pra mim o time titular hoje seria:
    Prass: Lucas, Roger (Dracena ganha a posição assim que estiver pronto), Victor Hugo e Zé Roberto; Tiago Santos (Gabriel também ganha a posição assim que estiver pronto), Jean (Arouca não está jogando nada) e Robinho; Dudu, Jesus e Barrios.
    Isso num 4-3-3 clássico.

    A segunda opção seria alternar para um 4-4-2 e abrir do centroavante de referencia, com o Arouca no lugar do Barrios e liberando Dudu e Jesus para decidirem os jogos, sem obrigação de acompanhar os laterais.

    Abraço! Hudson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom esquema Hudson. Mas o Robinho tem que ajudar a marcar direito senão a defesa fica desguarnecida. E o Barrios, definitivamente, dizer a que veio. A segunda opção é a que vejo mais sólida, mas o meio-campo tem que funcionar muito mais do que hoje, assim como as laterais, não achas? Valeu, abs!

      Excluir
  2. Galluzzi, para mim o que o MO precisa é consertar pra ontem p posicionamentos na defesa, e pelo amor fazer uma lavagem cerebral nos zagueiros para subirem para cabecear, no ultimo jogo foi posicionamento, mas em todo 2015 tomamos gols com os adversários ganhando fácil dos nossos zagueiros simplesmente porque não subiam, podem conferir.
    Quanto ao esquema eu prefiro o 4,4,2 com o losango no meio, mas o que vejo no Palmeiras são os atacantes muito estáticos como jogo de pebolim, guardando posições, e facilmente marcado, tem que haver movimentação e troca constantes de posições, até porque o antigo chuveirinho não da mais certo pois ficou manjado.
    Então vou tentaar escalar meu time: Prass, Lucas, E.Dracena, V.Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Jean, (Arouca ou Robinho) e (C.Xavier ou Robinho); Dudu e Gabriel Jesus. Tira o jogador da referencia e aproveita o que temos de mais forte que é a velocidade e habilidade dos dois da frente. Com times mais fracos pode até colocar o Barrios e jogar no 4,3,3.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza PG... o Palmeiras parece time que faz gol, fica envergonhado e oferece sua rede pra conforto. Assim não se ganha nada... valeu.

      Excluir
  3. Sim, Cleiton Xavier, o que vier é lucro.
    Não conto com ele, conseguiu jogar menos que o Valdivia.
    O tome está longe do ideal, que estes joguinhos até março, nos qualifique um pouco mais.
    Abraços alviverdes!

    ResponderExcluir