segunda-feira, 11 de abril de 2016

A hora da verdade!

Após ouvir os piores impropérios a respeito do time ao longo de suas atuações nesse Paulistão, o Palmeiras se classifica, em primeiro do grupo. O tal de Água Santa, aquele mesmo que nos aplicou uma “humilhante” goleada, foi rebaixado. O que isso significa? 1) O time de Diadema é ruim mesmo; 2) O resultado de partidas isoladas não deve ser exponencializado, sob o risco de gerar uma distorção interpretativa.

Pega agora aquele paspalho que xingou o Palmeiras de bola esquerda do capeta quando levamos 4x1 e esfrega na cara dele a classificação em primeiro lugar do grupo. Esfrega dizendo “engole essa projeto de repórter recalcado dos infernos!”. Tempo. Sempre ele, tempo-rei. Pondo as coisas no lugar e as vitórias a quem merece.

Afinal de contas, estamos jogando bem? Não! Mas melhoramos tal como previsto há um mês atrás. Repito: sem tempo (e 1 mês não é tempo no futebol) e um pouco de tranquilidade time NENHUM consegue produzir o que pode ou deve.

Pontos positivos: Alecsandro sempre com muita vontade. Lucas Barrios nos dando a impressão de que pode melhorar. Jean Flex pela lateral funcionando melhor que o Lucas Original? Talvez seja o banco que o Lucas precisava.


No restante, sigo inconformado com o futebolzinho do Robinho, que chega a enfiar lindas bolas, mas peca na constância. A volta do Zé Luis não pode ser considerada um êxito total, mas se temos paciência com a evolução de outros, devemos o mesmo a ele. Mais que isso, precisamos de opção na lateral esquerda tendo em vista o desempenho com Egídio e Zé Roberto (esse melhor, mas tem que ser poupado em várias partidas).

Aos poucos as coisas vão entrando nos eixos. Nessa semana decidimos a Libertadores na base do que vier é lucro”, pois a torcida não nutre muita esperança por resultados combinados, ainda mais quando isso exige que não haja o jogo de “compadres” entre os hermanos (resultado que garante a classificação conjunta), haja visa a lisura (ou falta de) pela qual são conhecidos.

Seja como for, a torcida pelo menos parece seguir unida com o time, reconhecendo o esforço do Cuca em testar todas as opções possíveis. Considerando que a semana pode representar o fim da primeira parte da temporada ou ainda algo épico, ficamos aqui preparados pra tudo, esperando que o melhor aconteça. Que seja justo, que seja eficaz.

2 comentários:

  1. Fala Galluzzi, instabilidade tem que acabar, chegou o mata mata, e logo depois o BR2016 que puni times irregulares, como ja tinha dito varias e varias vezes, o Cuca chegou e fez, 4-4-2 classico, variações táticas inteligentes, digno de técnico de ponta, jo acho que ele deve voltar com o ze para lateral esquerda, e vejo com bons olhos a volta do CX, fazendo um meio campo interessante, com: Gabriel - Arouca - Robinho e CX10, outra coisa, anota ai, esse menino do Criciúma é BOM jogador, vai dar o que falar sera titular em pouco tempo. Abracos.

    ResponderExcluir
  2. Pois é Mineiro... mas se consideramos que nossa instabilidade era 1 boa pra 4 ruins, agora temos 2 ruins e 2 boas, já temos um avanço. Quanto ao meio campo, sou sincero em dizer: o Robinho já deu no saco. É bom, mas precisamos de mais, bem mais... sou cético quanto a volta do Xavier, mas torço por sua recuperação, que alternativa temos... abs!

    ResponderExcluir