quarta-feira, 22 de junho de 2016

Futebol anos 70, com velocidade 2000

Sei que todos estão falando do Jesus e seus discípulos, com méritos ao Roger Guedes, moleque de talento impressionante, jogando como um legítimo ponta direita. Seria mais do mesmo louvar o belo futebol apresentado pelo ataque ou o padrão de jogo veloz que está sendo implantado.

Mas gostaria de ressaltar algo que me impressionou ainda mais. Nossa formação tática com um só volante. Sejamos sinceros, desde a década de 70 (onde o Ademir fazia dupla com o Dudu), eu não via o Palmeiras iniciar uma partida com tal formação. Deve ter havido, ao longo do tempo, com certeza. Mas não nessa época de futebol moderno.

Jogamos ontem só com o polivalente Tchê Tchê na função, se revezando com o Jean, que tem muito mais a função de ligação do que contenção e ficou bem mais na lateral direita. Outro aspecto fundamental: tivemos 622 passes, com 571 acertos (91%). Caraca mané! Que coisa muito louca, bagulho europeu! Esse Cuca é duca! 


Jogando com 5 ofensivos (Moisés, Cleiton Xavier, Dudu, Roger e Gabriel) desde o início da partida, mal demos chance ao já precário América de Minas. Foi um baile que só não terminou em goleada pela excelente atuação do goleiro adversário, que até fez defesa a la Gordon Banks.

Lógico que o sacripanta do Barcelona estava lá, trazendo seus espelhinhos pra levar nosso ouro, numa prática que se repete desde o século XVI. Tudo bem, R$25milhões não é espelho, mas o Gabriel é ouro. Como é ouro o Roger. E outros também estão brilhando! O Dudu parece no paraíso com a companhia. O Zé Roberto por exemplo, entrou no lugar do Egídio e deu uma dinâmica de movimentação fabulosa. Moisés também continua consistente, gostei da estreia do Fabiano (lateral direita) e até o meia Vitinho, revelação das base, teve seu nome cantado em sua estreia. Foi mágico!

Creio que finalmente estejamos achando nosso jogo, nosso padrão. Mas o Brasileiro é uma maratona, então teremos que nos preparar para as mudanças de ritmo que, invariavelmente, haverão. Mas o time é bom, a estrutura é forte e o treinador sabe das coisas. Não é sempre que as estrelas se alinham dessa forma... quem sabe, preságios de um novo tempo. AVANTI PALMEIRAS!!!!


6 comentários:

  1. Galluzzi, estou feliz porém com os pés no chão. Vejo um técnico que casou com o time e torcida, vejo um time arrumado com padrão, com vontade e sabendo o quer. Mas sabemos que enquanto assistimos ao espetáculo, ações acontecem nos bastidores, seja os negócios da cartolagem, as arbitragens, a CBF, o STJD, a "parceira" do campo, a detentora das transmissão, a mídia em geral e até os imbecis de alguns "torcedores". Por isso como Palmeirense calejado prefiro manter os pés no chão, mas animado por ver que depois de alguns invernos escuros, estamos no caminho.
    Em tempo, depois de algumas dezenas de contratações Tche Teche, Moisés e a joia Roger Guedes foram as melhores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certíssimo PG. Pés no Chão, foco e muita atenção! O Dragão da Maldade está sempre à espreita. Abs!

      Excluir
  2. Bom dia Lider Galluzzi, Vc tocou em um ponto que eu fiquei encantado, jogamos com 2 Zag-3 Meias-3 ATAC, isso quando saiu o Jean, depois o DUDU virou meia, ai jogamos com 4 meias e 2 ATAC, o mais legal, o que eu mais cobro, essas variações táticas totalmente visíveis dentro de campo, era uma coisa organizada a anos nao via isso no Palmeiras. Os outros trenadores escolhiam 11 e colocavam em campo, eu sabia quem era o goleiro por causa das luvas.rsrsrs. O importante nao e a lideranca e se manter nas cabecas mesmo revezando a lideranca ate as ultimas 10 rodadas ai sim da o sprint final. Abracos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que ter olhos pra enxergar, né Líder Mineiro! Enquanto isso a impren$inha se deslumbra com o representante do Barcelona e sua colheita maldita. Valeu, abs!

      Excluir
    2. Amigo, eu insisto em ver a ESPN para ver o dia que o Sr Jose Trajano e Mauro Cesar vao dar o braco a torcer sobre o futebol do Palmeiras, o Trajano quando o assunto é Palmeiras ele nem comenta ele odeia o Palmeiras, e o Mauro Cesar entao nem se fala, ele é clubista dos ridiculos.

      Excluir
    3. Mineiro, sou sincero contigo: nem quando eu escrevia pra Globo eu assistia 1 segundo sequer dessas mesas redondas infames. E jamais fiquei fora do contexto. Te juro, se vc ler as notícias puras e tirar sua propria conclusão, ficará bem mais informado do que se for "poluído" por essas mesas, que só falam o que lhes convém. A ESPN tem os melhores, mas é o Paulo Antunes, o Romulo etc... e esses aí (sabiamente) mal passam perto do futebol. Abs!

      Excluir