segunda-feira, 20 de junho de 2016

Liderança não vem por acaso

Sei que é um cliché, mas a liderança que exibimos hoje no campeonato não vem de agora. Esse resultado é fruto de um trabalho que vem sendo desenvolvido há alguns anos, buscando a excelência em diversos departamentos, desde a indicação de jogador até a recuperação física.

Não compramos TchêTchê, Moisés, Jean ou Roger Guedes pelo DVD, mas sim graças a uma extensivo programa de observação de revelações, análise de perfil e estatísticas. Temos gente cuidadndo só disso. Que NUNCA deixe de existir.

Mas não adianta só saber quem você deve contratar. É preciso ter condição de chegar lá e levar. E temos isso hoje, com uma finança equilibrada e um dos melhores diretores de futebol do Brasil. Assim é que se conquista uma liderança. Somos hoje LÍDERES EM COMPETÊNCIA, da diretoria à fisiologia, do presidente à torcida... e a tabela do campeonato apenas reflete isso.

O melhor da partida contra o Santa Cruz foi o Moisés. Esse está arrepiando o meio-campo, fazendo justamente o que precisávamos. Caiu como uma luva! Aliás o ataque está muito veloz e insinuante. Pena que o Gabriel Jesus já esteja com a cabeça nas propostas européias. Sorte que temos um CUCA pra chamar sua atenção e dar uma escovada bonita nessa egotrip.


Somos hoje o time alvo. O time a ser batido. Aquele que "se escapar já era”. Só que não... temos ainda MUITO a melhorar, colapsos defensivos, transição mais segura, consolidação do padrão de jogo. Mas isso é muito mais fácil de trabalhar quando se tem qualidade à disposição e um pouco de traquilidade e confiança no trabalho, algo raríssimo de se conjugar.

Ainda estamos na fase inicial do campeonato e muita água ainda correrá sob essa ponte. Mas o time PRECISA DE NÓS, do apoio e da força de uma casa lotada, até mesmo quando jogamos fora de casa! Mas sem EMPOLGAÇÃO, e NUNCA, JAMAIS cantar vitória antes do tempo, bancar o gostosão pra atrair mais inveja do que já temos. Arrogância, soberba... é sinal de FRAQUEZA. Temos estilo próprio, não precisamos disso!

Super Laurinha e a Poderosa Nazareth

Estreia pé quente no Allianz
Devo dedicar esse post à dna. Nazareth e Laurinha (pé quente em seu jogo de estreia!), palmeirenses da mais alta categoria, prova viva de que nossa FAMÍLIA está bem representada em gerações que compartilham valores recheados de personalidade, estilo e um imenso coração!!! É muita alegria, obrigado meninas, vocês fizeram um palestrino (muito) feliz! Êita família linda!

SEGUE PALMEIRAS, AVANTI FAMÍLIA. SEGUE HUMILDE, CAMINHA UNIDA E BUSCA ESSA CONQUISTA! PALMEIRAS, MEU PALMEIRAS, MEU PALMEEEEIRAS!!!

Um comentário:

  1. VERDAO MINEIRO "O PRFETA"20 de junho de 2016 10:50

    Fala meu parceiro Galluzzi, Falou bem no texto, quero frisar a importância do profissionalismo hj no Palmeiras em vários departamentos, apesar que ainda acho que o departamento medico merece ser acompanhado mais de perto, o que não pode acontecer e a politica do clube interferir nessa evolução, vem ai novas elei coes que o próximo presidente de continuidade a essa evolução, em relação ao time, tem que melhorar o aspecto de administrar resultado em alguns momentos da partida, esses "apagões" tem que parar, time tem que ficar ligado 90 min + acresc. Fora isso o trabalho do Cuca e espetacular, Gabriel Jesus é inevitável esse lob da Europa, temos que tratar isso com naturalidade e se tiver que vender que venda, o erro foi termos em posse somente 30% do garoto, lamentável. Abracos!!!

    ResponderExcluir