quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Um novo paradigma veio de Medellín!

Olha, eu nunca pensei que viria aqui saudar, te forma tão efusiva, outro time de futebol que não o Palmeiras, intocado que sempre estará em nossos corações.

Mas hoje, o que sentimos pela compaixão que o time e a torcida do Atlético Medellin teve pelo sofrimento de seu adversário de final, a Chapecoense, é indescritível.

Essa torcida e time (tão sofridos após a década e 80 e as lutas constantes que o país atravessava), que também já foi campeão mundial (em 89), conseguiu estabelecer um novo paradigma sobre o que é torcer. Sobre como respeitar um adversário. E sinceramente, nos deu uma ESPERANÇA no ser humano. Tinha que ser verde! Tinha que ser verde mesmo!

Aos de Medellín... vocês foram espetaculares! Naturalmente, espontaneamente, sem a forçação de barra de ações de marketing premeditadas. Vocês fizeram TODAS as ações de marketing numa só. A que fala ao coração.

A partir de hoje... de boa pessoal. Acho que a partir de hoje toda torcida que se diz SÉRIA deveria adotar uma MUDANÇA DE COMPORTAMENTO. O que os caras fizeram foi tão grandioso que se continuarmos nos comportando com a violência e ódio habituais, estaremos nos condenando à segunda divisão humana! PeloamordeDeus, os caras mostraram o caminho! O RESPEITO arrebata, conquista, vence, enquanto o ódio perpetua a pequenez humana!!!

Ficou PEQUENO agora continuar com o mesmo padrão de violência que se nutre entre torcida. O mesmo padrão BELICOSO entre torcidas e instituições, que não dá margem ao respeito que deveria ser, esse sim, o padrão.


RESPEITO É GRANDEZA E NÃO FRAQUEZA! Assim nos ensinaram os GRANDES de Medellín. Aprendamos... ou nos consolemos à mediocridade animal que nos consome.

Nenhum comentário:

Postar um comentário