terça-feira, 31 de janeiro de 2017

14 titulares... ou mais!

Fratellada, o negócio é o seguinte: com a força física (e pulmonar) que o futebol exige hoje, o time que tem bons reservas atua melhor fazendo as substituições (2 ou 3) em todos os jogos. Por uma simples questão de fôlego e talento, o time sempre ficará “mais forte” após as substituições.

Dessa forma o treinador pode montar seu time titular com não apenas 11, mas com 14 jogadores, tendo em vista as 3 substituições diretas que irá fazer. E duas ou três peças já se programam pra dar 100% de gás para um período mais curto, aumentando assim sua frequência em campo.


Esse pode ser o melhor caminho para um time com tanta “disputa” por posições. Com as devidas exceções, em partidas onde um jogador mantém pleno rendimento e dispensa substituição, é normal que 2 ou 3 jogadores apresentem certa queda neste rendimento, tendo numa substituição a melhor condição de reverter a situação para o time. Então lá vamos nós com nossos 14, 15 ou 16 titulares! Um time forte pra iniciara e mais forte ainda para terminar! Vamos que vamos, Palmeiras!!!!  

6 comentários:

  1. Fala parceiro Galluzzi, nesse comeco de temporada quam vem me surpreendendo é o Felip melo, jogando com humildade na frente dos zagueiros pegando a bola e soltando para os meias trabalharem, nao esperava isso dele, achei q ele ia chegar cheio de pose achando q era um 10 classico da europa, entao tivemos uma supresa boa. A frente ainda um problema, Barrios, Alecssandro ??? acho melhor formação é: Prass - Mina - Vitor Hugo - Ze Roberto - Jean - Felipe Melo - Tche Tche - Moises - Dudu - Guerra - Keno.
    seria a ideal DUDU em uma ponta Keno na outra e Guerra o falso 9. VAleu parceiro Feliz 2017 pra nos Palestrinos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Mineiro!!! Endosso a escalação, apostaria nesse esquema. Tampouco creio na eficácia do Alec, apesar de torcer por ele. Fica pro segundo tempo. Sobe o Melo, a bem da verdade nem saberia te dizer por quais posições passou na Europa. Mas acho que foi como volante de contenção que foi contratado mesmo... abs!

      Excluir
  2. Galluzzi, ao meu ver até o momento seria Prass, jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto. Felipe Melo, Tche Tche e Moisés. Guerra, Barrios e Dudu.
    Vamos deixar a defesa sem mexer pois pressupõe-se que esteja entrosada. Então teríamos O Rafael Veiga e/ou Michel Bastos para vaga do Moises. No ataque tem Roger Guedes, Keno Alecsandro e Willian, esses podem variar ao ataque recuando por vezes Dudu e Guerra para meia. Acredito que não fuja disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha PG, não sei se teremos sucesso, mas é o primeiro ano que temos tantas opções pra montar o time em início de temporada! Acho legal Gerra, Dudu e Barrios, mas sinto falta de um atacante mais ciscador, tipo Keno ou mesmo Willian... não vejo o Barrios como um 9 nato. Maaas... vai niquí... rs. Abs fratello!

      Excluir
  3. Galluzzi,
    A minha preocupação é que o Palmeiras seja um Boeing 747 que será pilotado por comandante de monomotor, os famosos "teco-teco". De qualquer maneira seria legal um 9 de verdade e um lateral esquerdo. Talvez o Michel Bastos possa ser este ala esquerda.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ala sim, mas será que teria a mesma disposição pra marcar como lateral, Ítalo? Pra mim desde que o Zé jogue na Libertadores, tudo ok. Abs!

      Excluir