quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Os 12 trabalhos de Mattos

Vamos considerar que essa é a época que se define boa parte do time pra temporada, onde o Diretor de Futebol mais trabalha. Vai que é sua Mattos!!! LIBERTADORES e MUNDIAL, O REDENTOR. Nada mais passa em nossa mente.

Complicado é que a CHINA ainda veio pra inflacionar o mercado e agora todo mundo acha que vale 8 dígitos em dólar. É ridículo! Essa situação arrasa as finanças dos clubes e parece que "tudo bem, tem mais é que pagar mesmo". Absurdo! É caro? É, mas é também um absurdo arriscadíssimo aos clubes. Mas vamos à uma análise por posições, do que o Mattos terá pela frente:


GOL E ZAGA
Aqui temos que cuidar pra MANTER o Mina e o Victor Hugo, uma dupla fenomenal. Além do Dracena e do Thiago Martins. Junto com a posição de GOLEIRO talvez seja nosso setor mais bem resolvido. FAVOR NÃO MEXER!


VOLÂNCIA
Gabriel, Thiago Santos, Matheus Salles, Arouca, Tchetchê e Moisés (considerando ele volante e não meia, como quando aqui chegou). Sem contar o Felipe Melo, que se chegar vai ser pra titularidade. São 7 pra 2 posições. Matheus Salles, Arouca e Gabriel parecem ter propostas. Chato porque são ótimos jogadores, não seria bom perdê-los. Tentaria manter o Gabriel, mas precisa ver o preço.


LATERAIS:
MANTER o Jean e estudar a situação do Egídio, que deveria, na minha opinião ser substitído por um reforço. Esse é nosso CALCANHAR DE AQUILES. Temos que ter uma coisa só em mente. LIBERTADORES. Digo e repito: em 1994 tínhamos O MELHOR PALMEIRAS que já vi jogar (melhor que 1996 e 1999), mas PERDEMOS na Libertadores por uma falha na lateral esquerda (Euller em cima do Roberto Carlos) e 1999 pela direita (cruzamento pela lateral). Não adianta montar um time forte se houver BRECHA na defesa. Tudo vai por água abaixo se houver um ELO FRACO mal resolvido.


MEIO-CAMPO
CONGESTIONADO: Pro meio campo temos: Dudu, Michel Bastos, Guerra, Cleiton Xavier, Raphael Veiga, Hyoran, Barrios e além do Rafael Marques, Allione... São quase 10 jogadores pra 2 posições... tá demais!!! 2 aí precisam zarpar (Marques e Barrios). Ainda cederia o Hyoran pra Chape. Tem que usar de moeda de troca, mas aí depende dos jogadores... Marques e Allione por exemplo não aceitaram propostas que já receberam, o que dificulta o processo. 


ATAQUE
Pro ataque temos Roger Guedes, Erik, Alecsandro, Keno. Não dá pra deslocar um meio-campista pra fazer a frente? Com certeza é a posição que deve ter reforço breve, mas temos quer ver o futebol do Keno antes pra saber.


OS TRABALHOS DE MATTOS:
Tão importante quanto CONTRATAR é conseguir MANTER os jogadores que constituíram nossa espinha dorsal em 2016:

Quem tem que ficar: Prass, Victor Hugo, Mina, Jean, Zé Roberto, Tchê Tchê, Moisés e Dudu. 

Quem poderia sair: Allione, Rafael Marques, Barrios, Arouca, Matheus Salles e Egídio

Qual posição reforçar: LATERAL ESQUERDO e um ATACANTE. E pronto.

2 comentários:

  1. Galluzzi, penso igual, nesta altura da situação atual, o mais importante é manter e reforçar pontualmente nas posições carentes. Não tem que ficar buscando todos. Na minha opinião Michel Bastos não deveria ter vindo, e também o Felipe Melo que embora seja bom jogador é meio maluco dentro de campo, com o salario dele poderia negociar melhor o Gabriel.
    Dos volantes acho que deveria sair como moeda de troca o Arouca e Rodrigo, deixaria o resto. Na frente tem que buscar um centro avante, como o Pratto e Borja são caros, poderia buscar o Calieri que jogou bem no São Paulo, ta na reserva na Inglaterra, quer sair, é novo e tem bola, alem de ser bem mais barato que os outros dois.
    Na LE que voce apontou como a parte mais fraca temos hoje o Zé Roberto, Egídio, Fabrício, os meninos que estavam emprestados e foram bem. Vitor Luiz no Botafogo e Matheus Miler no Nautico, até do Michel Bastos que pode fazer uns bico por ali. Mas no mercado não tem nomes que possa vir e tomar conta da posição. Essa posição é carente no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande PG! Indo aos poucos: gostei da vinda do Michel Bastos pq nosso meio campo - apesar da conquista - ainda ficou defasado ano passado. Futebol não se desaprende e ele deve vir com vontade, sem contar que nem multa teve. Quanto ao Melolo, concordo. Mas o que está "pegando" com o Gabriel são os valores pra compra, pelo que parece...
      Concordo sobre a volância e o ataque, mas pela lateral esquerda veja bem: Temos sim o Zé, mas não sempre. Aí é que o caldo começa a engrossar, pq o Egídio nem sempre garante quando entra e o Fabrício mal tenho noção do futebol que tem, tão poucas as oportunidades que teve. Talvez seja ele o caminho! Apenas se lembre desse conceito: um time é tão forte quanto seu titular mais fraco. Isso precisa ser trabalhado. Valeu, abs!

      Excluir