sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Esporte não é novela!!!

Não sou chapa branca e desço a lenha no que precisa ser feito. Mas se há algo que tolero ainda menos é a CORNETICE, esse criticismo precoce com o qual a ala amendoim da torcida tanto se deleita.

AQUI É ANTI-CORNETA!!!!! Vai cornetar? Vá pra outro lugar.

Que fique bem claro aos incautos: critías SÃO VÁLIDAS. O que não tem cabimento é esperar um futebol bonito no primeiro mês da temporada!!!

Digo e repetirei pela última vez: os anseios da audiência são infantis, a imprensa amplifica essa infantilidade a ponto de se tornar uma ESQUIZOFRENIA. Estávamos VAIANDO o time no terceiro jogo da temporada!! A cara fechada do Dudu na hora do gol foi pros CORNETAS esquizofrênicos: de futebol vocês não sabem NADA e sim de novela. A entrevista do Felipe Melo foi ainda melhor, deixando claro de onde vem essa pressão precoce.

Aí você abre a internet e está lá na manchete: vitória “alivia pressão” no Baptista.” Olha lá!!! É a isso que me refiro! Pressão no primeiro mês da temporada é a mais pura novela pra vender manchete!

Se o Baptista vai ficar ou não, se vai aguentar o tranco da Libertadores, são outros 500. Fato é que não podemos ser CRIANÇAS MIMADAS que esperam espetáculo a cada partida. Não é assim que o futebol (nem o esporte no geral) funciona.

EU QUERO TÍTULO. Quero gritar É CAMPEÃO de novo. E pra isso tenho certeza que o caminho mais certo é tendo BOM SENSO e tranquilidade pra que equipe encontre, naturalmente e não na base da pressão, seu melhor futebol. Não gostou? Vá assistir novela ou Big Brother e deixe o futebol pra quem entende, gosta e quer vencer a GUERRA não apenas uma batalha.

11 comentários:

  1. Bom dia Galluzzi, é um absurdo essa pressão no terceiro jogo do ano... Temos tudo para fazer um grande ano! Um elenco muito bom, com uma base campeã! Esses torcedores que estão vaiando agora... não se lembram de um recente passado sofrível??? Onde eles estavam nos últimos 10 anos?? (Deola, Luan, Pacaembú e Cia) Deviam estar no cinema... ou no Cirque du soleil... Não sabem nada de futebol... Não estão lá para representar a torcida, a camisa e a história do Palmeiras... Estão lá somente pela vitória e pelo novo estádio... na boa... voltem ao Cirque du soleil... Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Grego! Esporte não é ESPETÁCULO onde se COMBINA coreografia! Tbm quero vencer todas mas não posso ignorar as dificuldades naturais do processo. Abs!

      Excluir
  2. Isso mesmo, o time está evoluindo aos poucos, o grupo ainda está se adaptando as novas ideias do treinador, que eu acho inclusive que podem fazer esse time jogar mais bonito que o time que foi campeão brasileiro, digo mais bonito olhando os trabalhos que o Eduardo Baptista fez em outros clubes, não necessariamente será mais vitorioso. Felipe Melo, ainda não jogou tudo que pode, mas tem muita qualidade no passe, em pouco tempo se tornou uma liderança no elenco, vai ser difícil alguém tomar a posição dele,já que o T. Santos não tem a mesma capacidade de distribuição de bola, e o nosso Capitão está cada vez mais maduro, sensato e com moral com a direção, com o elenco e com a torcida. As coisas começaram na minha opinião em um bom caminho, se vai resultar em títulos ai é outra história. Mas Galluzzi uma coisa que eu comecei a ficar é com o pé atrás com essa diretoria, com a atitude de tirar a torcida organizada do ostracismo político que o Nobre tinha colocado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Igor meu caro, seu pé atrás é totalmente procedente. O Nobre está chateado, certo de que o Galiotte se tornará REFÉM da turma (Musta, Leila e T.O.) que hoje abraça. Só o tempo e a CORAGEM nos mostrará o caminho. Abs!

      Excluir
  3. Salve nação alviverde!!!

    Como já disse anteriormente, concordo com tudo o que o Robertão disse, acho também que é muito, mas muito cedo para concedermos a um novo treinador todos os louros ou joga-lo aos porcos.
    Acredito eu que se o resultado tivesse sido outro (no caso, a derrota) essa pressão só aumentaria e o benefício à equipe estaria ainda mais prejudicado.

    Temos que acreditar naquilo que o Palmeiras é e naquilo que ele faz, afinal de contas não existe argumento contra resultados, somos os atuais campeões brasileiros. Se queremos almejar alguma coisa na libertadores, precisamos começar a apoiar o time agora, para quando chegar lá, os caras estarem voando, felizes e comprometidos com a vitória. Temos, nós jogadores e comissão técnica, que vibrar com um desarme ou com um lançamento bem feito e gritar de emoção com o gol. Agora é a hora da verdade e 40% depende de nós torcedores.

    Vamos lá Palmeiras!!! Vamos lá nação!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 40% fora de casa... no Allianz sobe pra 70%... rsssss... abs! ACELERA FAMÍLIA!!!

      Excluir
  4. Galluzzi, sou contra o que fizeram ontem no estádio, não estava lá, não senti o clima, mas é errado pressionar o técnico e inervar nosso time.
    Mas como Palmeirense que quer ver o bem do time, devemos fazer críticas com objetivo de ver melhoras, pois se não pudermos fazer isso em nossos círculos de conversas virtuais, onde escolhemos e queremos conversar com Palmeirenses como nós, então para tudo. Vou apoiar sempre, mas vou criticar também.
    Acho por exemplo que esse esquema não ta legal e também as peças escolhidas não estão funcionando como esperamos. Ontem por exemplo não gostei das substituições, pensava em outra coisa. Mas felizmente deu certo e calou minha boca, a forma como o técnico enxergou deu resultado. Todos que entraram foram bem e mudou o jogo. Gostei do Rafael veiga, esse cara joga muito e se soltar como parece não sai mais do time.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo Porco Grande! Acho que o que o Robertão quis dizer foi dessa coisa de darmos ouvido e vazarmos essa opinião fazendo com que nós palmeirenses alimentemos um clima de pressão e afobamento. Grupo como este aqui tem que servir para criticar também, mas devemos fazer com que isso não chegue no campo. Lá tem que ser alegria e motivação até o momento onde for possível. Se estiver ruim demais, por bastante tempo, acredito que a pressão tem que ocorrer.
      Eu senti a postagem dele um pouco agressiva também, acho que o emocional bateu alto ali. rsrsrs

      Abraço!

      Excluir
    2. Sem dúvida PG!!! Como disseste, em nossos "círculos de conversas virtuais" temos mais é que SOLTAR O VERBO mesmo. Por favor, SINTA-SE A VONTADE pra criticar o que quiseres, ainda mais por não ser sua manifestação única (coisa que um corneta faz).

      O que me incomoda é o excesso de criticismo que mais atrapalha do que ajuda e se baseia numa realidade intangível! Mas o pior mesmo é ver nossa FAMÍLIA apresentando um comportamento IGUAL a dos adversários... isso não me desce. Mas vamos que vamos, passionais que somos. Abs!

      Excluir
  5. Galluzzi,
    Que destempero é esse? Essa abrasividade toda não combina, nem um pouco, com você. Lembre-se que o futebol representa a terceira economia do mundo, só perdendo para as indústrias de armas e petróleo. Portanto, aquele futebol romântico e de espetáculos já ficou no passado. Hoje, no futebol, os resultados precisam ser imediatos e constantes porque existem muita coisa em jogo.
    A imprensa, por seu lado faz o papel dela que é promover o futebol, seja criando factoides ou expectativas infundadas. Vou adiantando que também não estive no estádio e tampouco compactuo com as torcidas organizadas e suas respectivas atitudes de hostilizar os profissionais que estão trabalhando honestamente.
    Por outro lado esse tipo de comportamento da torcida sempre existiu e sempre existirá independente de beicinhos de jogadores e treinadores.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caríssimo fratello Ítalo! Como assim "não combina"? Somos ABRASIVOS sim!!!! KKkkkk... se fosse pra aliviar o blog seria HARMONIAPALESTRINA e não ANARQUIA!!!! Amigo, foi graças a minha ABRASIVIDADE que fui, honrosamente, EXPULSO DA GLOBO, após impingir-lhes a alcunha de IMPREN$INHA, (além de chamar o Tinga de estrume futebolístico e outras cositas mas... rs).

      Meu caro, o "papel da imprensa" NÃO É criar factóides e sim ESCLARECER OS FATOS! Acontece que estamos tão acostumados com essa "mercantilização/ novelização" das pautas, que isso acaba se tornando normal! NÃO É!!!

      O que critico Ítalo, é a não observância do EFEITO COLATERAL resultante dessa transformação da pauta num produto. Além dos caras saberem que estão promovendo "meias-verdades" através da omissão de fatos relevantes, criam uma massa crítica distorcida, irreal e precoce. E é exatamente isso que temos visto hoje em dia.

      Amigo, a única vantagem que 45 anos nas costas traz é consciência de quais são os buracos novos da estrada... rs. Corneta o Palmeirense sempre foi, mas a ponto de exigir "show" no primeiro mês de temporada, é inédito. Sinal dos tempos talvez... Abração (e fique a vontade pra soltar o verbo como quiseres, é tudo nosso!).

      Excluir