terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Moisés, 10.

Todos sabem que uma das posições mais difíceis de se encontrar hoje em dia é um camisa 10. Quando o Moisés aqui chegou, como tantos outros dos quais nunca havia ouvido o nome, não achei que fosse vingar não. Sorridente demais, não condizia com aquela imagem cascuda/ malandra que nos habituamos a ver nos jogadores.

Pois o Moisés chegou como meia e foi recuado pra segundo volante. Não é fácil encontrar meia que se disponha a marcar. Mas assim foi, numa das maiores mudanças táticas a que o Palmeiras se propôs em vários anos. Assim jogamos com um líbero (Tchetchê) e um meia recuado, que as vezes fazia até mesmo a função de contenção! Assim jogamos e assim fomos campeões. Eneacampeões.

Embora os maiores holofotes da temporada passada tenham recaído sobre o Jesus, ao analisarmos a campanha veremos que foi nessa base de volância que nosso time sustentou seu esquema de jogo. Quando alguém lembrar do time de 2016, lembrará de Cuca e Jesus. Mas saberá que a cozinha mesmo era feita pela defesa, iniciada na dupla acima citada.

Dessa forma Moisés conquistou 3 dos troféus mais difíceis do mundo do futebol. O primeiro, de Campeão Brasileiro. O segundo, a camisa 10 do esquadrão alvi-verde, que lhe foi entregue ainda na pre-temporada, de forma criativa e emocionante. E o terceiro, mais importante e definitivo: o coração da torcida palmeirense. Esse é pra poucos, pouquíssimos.

Assim fizeste Moisés. Mas a história não acabou! Pode ir se preparando aí bonitão... hoje a recuperação física vive seus dias de excelência, renovada que está por novos e melhores procedimentos, suplementos e equipamentos que consolidam o tratamento como nunca antes!

Na volta, não terás apenas melhor condição. Mas sim um fortíssimo grupo te esperando pra que volte a assumir honrosamente, sua função.  E uma torcida ensandecida de emoção. Assim será.

6 comentários:

  1. Amigo falou tudo em relacao ao centro de excelência, vai se recuperar rapido pq esta em umas das melhores estruturas do mundo, agora to com o pe a atras com o Guerra, pode ate estourar e virar "o crack" mas ate agora nao me mostrou nada de especial, agora e ver a fera Miguel Boja em campo, e apostar nesse menino de muito talento Raphael Veiga.Abração!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Mineiro! Olha, pra ser sincero eu gostei do vi no Guerra em termos de visão e posicionamento. Parece tbm que não tem receio em soltar a bola pros companheiros. Mas a verdade, só o tempo dirá! Valeu, abs!

      Excluir
  2. E aí Galluzzi tudo certo! Desejando aqui toda força ao Moisés, que a recuperação seja a melhor possivel e que a volta seja breve, onde ele possa sentir o gosto de ser bi-campeão da Liberta e bi Mundial.

    Hoje é dia de festa no salão preferido do Verde, vamos pras cabeça e que o EB consiga se firmar com uma apresentação convincente como a de domingo (apesar de ter sido uns dos críticos do inicio da temporada, sabe como é porco escaldado tem medo de agua fria) e que inscrevam o Borja logo para que melhor ataque do pais funcione com
    potencia maxima. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente o EB não fez eu morder a lingua, quase mordi a testa de raiva, técnico medroso do kct, com um a mais e me coloca o time a traz, que m....

      Agora é aguentar a zoeira, pior com bagunça do arbitro favorecendo o Palmeiras.

      Pra mim deu, o EB tem que pegar o boné e voltar pra ponte, pega a grana que vai economizar com o Barrios e traz o Cuca de volta

      Boa noite, se possivel

      Abraços

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. PQP QUE MERDA!!!!! É verdade Denílson, essa derrota foi de doer. Só espero que o Batista não tenha dormido e reveja o jogo quantas vezes for necessário pra reverter essa situação ridícula... abs!

      Excluir