sexta-feira, 16 de junho de 2017

Nos vemos em frente

Ok Santios, pode esperar, sua hora vai chegar. Ganharam na manha, estilo gatuno em campo. Ingênuos, caímos no conto. Sr. Dracena que o diga... se perder o elemento surpresa, perdeu na velocidade, aí é melhor cair pedindo falta. Não basta...

Mas temos efeitos positivos: o Guedes, que embora ainda precise melhorar a pontaria , vem melhorando bastante. Infelizmente isso pode ser prova de que sua saída seja iminente. Quando os olhos da zeuropa aparecem, o cidadão desanda a jogar...

Pouparei meus caros amigos da velha cantilena do tempo, sempre ele, fundamental para o entrosamento, outro elemento negligenciado nas análises esportivas. Mas o fato é que assim é, e aos poucos esperamos ver a evolução. O time começa a ter mais ações ofensivas e mesmo não conseguindo 3 pontos, deixa aquela sensação de “posso mais”.

O problema preocupante é a DEFESA. Falei desde o início do campeonato que precisávamos de um LATERAL ESQUERDO. Pra mim o Alexandre Mattos já vacilou em não ter suprido essa nossa carência. Fora isso, a zaga.

Levando gol em todas as partidas time NENHUM consegue ser campeão. Acreditem no que digo, são estatísticas extensas que leva à tal conclusão. Precisamos, fundamentalmente, fechar a defesa, escancarada pós Victor Hugo. Que fez uma emocionante despedida, mas que sinceramente, pra mim não vale muito. Jogador que deixa o time no meio de uma LIBERTADORES, é de doer. O Edmundo mesmo, até hoje não esqueço em 95... mas que seja, maldito mercado, bendito mercado. Boa sorte pra ele.

VITÓRIAS SEGUIDAS, é do que precisamos. Nosso adversário do Equador, o Barcelona de Guayaquil vem numa boa sequência em seu campeonato e se não tivermos MUITA FORÇA e atenção, podemos ser surpreendidos. Em Libertadores, TODA atenção é pouca e bem sabemos disso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário