quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Do limão, limonada!

Felipe Melo foi LIMÃO. Tudo bem, limões fazem excelentes caipirinhas além de compor magistralmente muitas receitas. Mas em excesso estraga tudo com seu azedume.

Felipe Melo foi nosso limão. E deste limão, faremos LIMONADA. O episódio foi exatamente o que precisávamos pra FECHAR o time. Pra UNIR elenco, comissão e diretoria numa sinergia que antes não existia e que é fundamental a qualquer conquista.

Agora Cuca, só falta resolver nosso problema defensivo, na lateral esquerda e zaga. Conseguir maior produtividade no meio campo e rezar pela volta do verdadeiro profeta, Moisés. Coisa simples.

Bora se unir família!!! BORA POR NOSSA FORÇA EM CAMPO! Não quero ouvir Leila, Mustafá, nem mesmo Galiotte. Estou fechado com Mattos e Cuca e nosso elenco CAMPEÃO. E assim será!!! AVANTI PALMEIRAS!

3 comentários:

  1. Galluzzi,
    Deixe-me ver se entendi. Quer dizer que o Felipe Melo foi o responsável por todos os problemas que o Palmeiras enfrentou este ano e que de agora em diante vamos melhorar sensivelmente porque a ovelha negra saiu?
    Foi o Felipe Melo e não o Cuca quem jogou na lata de lixo o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e até mesmo uma possível desclassificação da Libertadores?
    Eu sinceramente não gosto muito de entrar nesse tipo de assunto, mas penso que estão endeusando o Cuca e demonizando o FM.
    Vale lembrar que este não é o primeiro episódio dessa natureza na carreira de Cuca como treinador. Não quero entrar no mérito, mas o Cuca foi demitido do SPFC por ter entrado em rota de colisão com o Rogério Ceni. Só no Palmeiras tivemos inúmeros casos: O primeiro foi com o Dudu que chegou a questionar publicamente o treinador. Dudu iria ter o mesmo destino que FM não fosse pela intervenção do Paulo Nobre que falou ao Cuca que entre ele e o Dudu, ficaria esse último. O resto da história todos conhecemos, o Dudu não ficou como se tornou o capitão do time.
    Também veio o problema de relacionamento com Lucas Barrios onde o treinador foi para a TV detonar o cara e foi chamado de mentiroso pelo hoje atacante do Grêmio. O Rafael Marques foi outro que se desentendeu com o Cuca. Teve, ainda, o Robinho, Lucas, Borja e logo logo será o Michel Bastos. Será que numa parada militar todo o pelotão marcha errado e apenas um soldado marcha certo?
    Tomara que eu esteja enganado, mas o FM irá servir de desculpas do treinador e do Alexandre Mattos para um possível fracasso na Libertadores.

    ResponderExcluir
  2. De forma alguma Ítalo. Jamais disse que o Melo era origem do problema mas que a OCASIÃO pode ser um fator chave pra que o grupo feche com o treinador. GESTÃO DE GRUPO, fratello... algo que o Mattos (nossa bruxa de ocasião) conhece bem. Entrosamento, dedicação, coletivismo. E tempo. Sem isso, pode montar o esquadrão que for, não vinga. E pra conjugar todos esses fatores... é foda. Bem além do que se imagina. Abs.

    ResponderExcluir
  3. Apenas completando... o Cuca sabe o que faz, além disso o mar não está pra peixe. Só tem treinador medonho por aí e quando vem um novo, na terceira derrota é demitido. Estou errado? Deixar o treinador trabalhar em paz, algo que a torcida palmeirense raramente faz. Somos a torcida mais exigente no país que mais tem rotatividade de treinador no mundo! Para pra pensar... abs!

    ResponderExcluir