segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Investimento é MÉRITO. A INVEJA é gratuita

Agora que nos resta a luta pelo G4, seria melhor que deixássemos, finalmente, o Cuca trabalhar em paz. Sem o eterno burburinho questionador, a cornetice que azeda qualquer trabalho pode ficar de lado para que esperemos o ano que vem, onde esse trabalho deve frutificar.

Temos um time forte que, com poucos ajustes pode alavancar uma série de vitórias. Ajustes táticos demoram rodadas para serem notados, demora tempo pra se consolidar. E se há algo que temos agora, é tempo.

Neste jogo contra o Vasco vimos novamente um meio-campo capenga, apesar dos esforços do Guerra, em fazer a bola chegar ao ataque. Chegou via cruzamento da lateral, que ele mesmo foi lá concluir.

Sinceramente, ainda não vi talento algum no tal de Deyverson, que me parece mais cantor de pagode do que jogador eficiente. Não domina, não antecipa, não conclui a gol. Não dá pra entender como uma escolha tão criteriosa pode desaguar em tamanha lambança. Mas devemos dar tempo ao garoto, então vá lá Deyverson, aproveite a sequeência.

Outro setor do desespero é a lateral esquerda. Bola cantadíssima que daria problema (limitações físicas do Zé e técnicas do Egídio), vai agora no improviso com um Bastos que parece bem descontente pelo setor (apesar de pelo menos estar jogando). Problema crônico...

E outro problema crônico é a defesa. O mesmo Jean que cruzou sob medida para o gol, não acompanhou o atacante no escanteio e ficou parado vendo 2 pontos nos escorrerem pelas mãos. Impossível ter sucesso assim.

Então é isso. Temos problemas na defesa (desde a saída do Victor Hugo), nas laterais (desde que não trouxemos um bom lateral esquerdo), no meio (onde rezamos todo dia pela volta do Moisés) e na frente (onde temos 2 atacantes milionários e uma falta de gols extraordinária).

O que consola é o tempo... e um treinador que pode fazer essa leitura e corrigí-la. Mas não nos enganemos... enquanto a INVEJA e os ataques contra um Palmeiras investidor continuarem, teremos sempre mais dificuldade pra fazer o que para outros seria mais fácil.

Se o Palmeiras INVESTE é por competência de sua diretoria e paixão de sua torcida que gera receita e retorno! Afinal, ao contrário do que muitos tupis apregoam, o dinheiro não cai do céu. E pra nós, nem de estatal.

5 comentários:

  1. Galluzzi, como eu gostaria de assistir um jogo do verdão como antigamente, sem essa pressão, encheção de saco... Eu ia com meu pai é um tio ao velho Palestra ou ao Pacaembu num Fiat 147, xingava, dava risada, comia amendoim e saía de lá feliz da vida, qualquer que fosse o resultado... Mas os tempos mudaram, agora tem essa pressão maldita, notícias e picuinhas bombardeando o celular a cada minuto... Tá muito chato!! Saudades daqueles tempos... Abraço!!

    ResponderExcluir
  2. Paladino, só lhe digo uma coisa: onde que assino?! Abs!!!

    ResponderExcluir
  3. A verdade é que sem o investimento de uma Parmalat, Paulo Nobre ou Crefisa o Palmeiras é um time pequeno. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKkkkkkk.... se liga filhão... vc quer a VERDADE? Então segura...

      Palmeiras sempre foi GIGANTE, muito antes de Parmalat, Nobre ou Crefisa sequer EXISTIREM.

      PALMEIRAS GIGANTE sempre foi referência nacional desde a DÉCADA DE 20!!!! Nem várzea disputou, já foi pro topo direto. Colocava mais de 20.000 pessoas na plateia nessa própria época! Campeão em 20, em 26, em 27, em 32, 33, 34, 36, 38, 40, 42, 44, 47, 50, 51 (5 CORÔAS E PRIMEIRO MUNDIAL), 59, 60, 63, 67, 70, 72, 73, 74, 76... realmente coisa de time nanico.

      A INVEJA dos INFAMES que só cresceram graças ao DEDO de um GOVERNADOR BIÔNICO ou de um SAPO BARBUDO POPULISTA é gratuita...

      PALMEIRAS tem o que tem exclusivamente pela FORÇA DE SUA COLETIVIDADE que gera um RETORNO tremendo a qualquer um nele invista.

      CHUPA GAMBÁ MALDITO REDUTO PCC
      CHUPA BAMBI ZELITE SOBERBA

      Aqui é FAMÍLIA. Que luta, que CONQUISTA com as PRÓPRIAS MÃOS e não com bolsa-sofrência ou privilégio de ESTATAL corrupta.

      ISSO SIM FAZ UM GIGANTE pela sua HISTÓRIA e não só por títulos.

      Curintcha PCC é reduto populacho “sou do povo sofredor”... com uma arma (ou seria um rojão?!) na cintura... a eterna intimidação pela força sob a égide "Robin Hood"... uma piada de mau gosto. SP é a ELITE que permitiu essa maldita DESIGUALDADE SOCIAL que apodrece o país e alimenta a existência dos batráquios barbudos e marginal "herói" (e não é aquele do Oiticica).

      A ignorância e a soberba são as duas PRAGAS que assolam o Brasil.

      No meio, há uma classe média trabalhadora que sustenta toda essa palhaçada de privilégios e coitadismo. Que só quer estudo, trabalho, amor e felicidade. Pra todos, sem distinção. Sem malandragem, sem filhadaputice. Uma classe que é a BASE de uma torcida, fruto direto da mais bela UNIÃO de POVOS desse país.

      ISSO É PALMEIRAS. ISSO É HISTÓRIA. ISSO É TER VALORES. ISSO É SER GIGANTE. E isso meu caro, É PARA POUCOS.

      Obrigado pela deixa. Abraço.

      Excluir
    2. Por engano acabei apagando a réplica do cidadão, agradecendo pela aula de história e dizendo que o Palmeiras só foi grande até 1976.

      Aproveito pra finalizar então lembrando que nossa fila só não foi maior do que o p&b da ZL, com seus 20 tralalá anos sem conquistas e que se o Palmeiras vai de Parmalat, tem quem prefira ESQUEMA 1-0-0, cada um busca força onde pode.

      Se não tivesse assistido AO VIVO a mais de 10 títulos depois de 1993, até poderia ficar comovido... mas o ORGULHO de ver o Palmeiras renovado, acabando com as dívidas, gerando receita, com PASSADO, PRESENTE e FUTURO, é demais pra perder tempo com fã do 9 dedos. Abs.

      Excluir