terça-feira, 19 de setembro de 2017

Tudo pelo G4

Ganhamos do Coritiba pelo placar mínimo, mas o que interessa são os 3 pontos que nos mantém saudavelmente no G4. Miramos agora o Santos pra beliscar essa terceira posição.

É impressionante como o time joga mais tranquilo sem tanta pressão. Toca a bola com mais calma, não se desespera e evita chutão. Os jogadores atuam mais próximos e não fogem da bola. É um efeito em cascata que produz efeitos imediatos.

Cuca NÃO DEVE sair no fim do ano, ao contrário do que tantos comentaristas gambás desejam. Imaginar que alguém que comece o trabalho do zero possa fazer melhor do que o Cuca é ilusão. Pode vir Abel, Renato, Mano, Wanderley... tudo a mesma merda. Nenhum deles ou outros possui nada além do que o Cuca já tem, com a desvantagem de não conhecer o time.

É inacreditável que ainda falemos o mesmo desde o começo do ano: ainda não temos uma lateral esquerda segura. Que o Egídio até joga bem com adversários pequenos mas que abre o bico com outros mais parrudos.

Também estamos capengas na volância, não sendo o Tchetche aquele volante do ano passado, mesmo com a volta do Moisés. Esse sim faz diferença no meio campo... o Deyverson vem ganhando espaço e na medida que o Dudu alinhar com essa formação, muita coisa boa pode acontecer. Se o Borja volta ou não, só depende dele.

Um parabéns final à torcida que compareceu em grande número ao Pacaembú, dando mostra inequívocas de paixão irredutível. Palmeiras não é mesmo só um time. É a encarnação esportiva de uma coletividade miscigenada, educada, trabalhadora e vencedora, buscando espaço num mundo malandro que ain da insiste em levar vantagem "no braço"... contra isso jogamos, contra isso VENCEMOS!

2 comentários:

  1. queria ver meio com Moises e Guerra e BH ( ou T Santos qdo o adversário exigir mais marcação) no lugar do Tche, + Dudu , Bigode (sempre iluminado) e Deyverson!!! Jean voltaria pra sua.... :(

    ResponderExcluir
  2. Galluzzi, o Palmeiras tem que sentar já com o Cuca e definir se vai ou fica no final do ano, o que ele quer e pretende? Por que o Palmeiras não pode comprometer novamente mais um ano por ficar refém do Cuca. No final do ano passado com reforços chegando sem muita coerência, e técnico (o que sobrou), chegando sem muita convicção.
    Se ele dizer que vai sair no final do ano mesmo que classifique o time para Libertadores, Na surdina o Palmeiras tem que contratar um técnico que planeje 2018 para dispensar e contratar jogadores ja pensando na forma que se pretende jogar.
    Se o Cuca dizer que vai ficar, então que ja comece o planejamento "na surdina", com a mesma filosofia, dispensando e contratando ja se pensando como pretende jogar. Para já no inicio da pré temporada esteja com o técnico e elenco definidos e planejados para só iniciar os treinamentos.

    ResponderExcluir