terça-feira, 15 de maio de 2018

Histeria pós derrota


A gambazada deve mesmo estar rachando o bico de nós. Não só pela derrota, mas pela catarse revolucionária que sua vitória é capaz de causar por nossas bandas.

É detestável, deplorável, asqueroso e repulsivo perder um derby, quanto mais alguns seguidos. É difícil dormir com um barulho desses. Só que ainda pior é deixar que isso nos prejudique ainda mais.

Segunda feira é o dia universal do treinador novo. Quem seria o novo treinador do Palmeiras? Sim, porque continuar com o Roger “que não faz nada” além de nos assistir perdendo da gambazada, não dá.

O ódio nos cega. E nenhum sentimento foi maior no coração do Palmeirense nesta segunda-feira do que o ódio atávico por um resultado que não se admite. Está tudo errado.

Explicíto: é hora do Roger Machado fazer MUDANÇAS pontuais no elenco, respaldado dessa vez pela necessidade de resultado. Nosso meio-campo é talentoso demais pra eficiência de menos! E nossa defesa é manteiga em diversas situações. Para isso, já foi ventilado a possibilidade de reforços (lateral direita, meio e zaga), talvez até pra acalmar um pouco a torcida.

Seja como for, não adianta nada entrar em estado de histeria coletiva, xingando quebrando todo mundo. MAIS UMA VEZ somos vítimas da paixão ao nos iludirmos achando que a grama do vizinho é mais verde ou algum treinador estaria fazendo melhor.

SEGUE ROGER! FAÇA as mudanças que devem ser feitas, ainda que seja pra tirar medalhões. Sacode essa pasmaceira e não dê ouvidos à histeria reinante. Mas siga o trabalho, pois aqui existe pouco bem senso quanto ao tempo e à dinâmica que o futebol necessita para dar certo.

Nada enaltece tanto o inimigo quanto o disturbio causado no adversário derrotado. Nada o constrange mais do que perceber que o golpe foi assimilado, processado e tem sua resposta preparada para a melhor hora.

16 comentários:

  1. Galluzzi,
    O problema não é perder uma partida para o inimigo. O problema consiste em perder sempre para o mesmo inimigo, inclusive um título decidindo em casa, e não jogando absolutamente nada.
    O Roger Machado está a cinco meses treinando o Palmeiras e não se consegue ver nenhuma evolução tática. Se enrola todo contra times pequenos e se acovarda diante de jogos grandes.
    Não sei se vale a pena manter o Roger Machado. Também não sei se seria eficaz colocar medalhão no banco. Tudo o que posso dizer no momento é que a torcida começou a pegar no pé do treinador (e de algum jogadores) e isto não é nada bom. Penso que já passou da hora do Roger apresentar resultados mais consistentes para evitar o fiasco de 2017.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JB, discordo do jogando absolutamente nada e dos 5 meses sem nenhuma evolução tática. Se fosse assim, não seríamos líderes na Libertadores e vice no Paulista (com a melhor campanha). Sem dúvida o time apresenta problemas pontuais mas que seriam comuns a qualquer outro treinador! É isso que digo, a gente se ILUDE achando que "outro treinador" estaria fazendo melhor. Balela, conversa, pura ilusão de traído...

      Vou ser sicero contigo JB, mesmo sabendo que posso chatear... eu acho é que passou da hora da torcida ser mais madura, absorver melhor os contratempos dando tempo e condições pra que os treinadores desenvolvam o melhor trabalho possível, isso sim. E não é só com o Palmeiras não, é geral, mas fortíssimo no BRASIL, país com a maior rotatividade de técnicos do mundo...
      Não me entenda mal, acredito em nosso discernimento. É que sou da década de 80 e sei quanto a cornetice e dança de treinadores nos relegou nosso maior pesadelo... a FILA. Sou filho dela, jamais esquecerei suas causas... de toda forma, pelo Palmeniras, TUDO! Vlw, abs!

      Excluir
    2. Galluzzi,
      O time apresenta problemas pontuais? Eu vejo pouca densidade no plano tático do Roger Machado. Lembre-se de que ele foi demitido do Grêmio e Atlético Mineiro por este motivo apesar de apresentar bons números. Não creio que o caminho para o treinador seja relativar mais uma derrota para o time da marginal.

      Excluir
    3. Mas o que é "densidade no plano tático" JB, senão criar padrão de jogo, algo que no futebol só se desenvolve com um bom tempo! É justamente o que a gambazada vem fazendo, mantendo o mesmo esquema tático há anos! E aqui não se trata de relativizar a derrota, mas saber colocar a conquista do Campeonato acima disso. Vlw, abs!

      Excluir
  2. Galluzzi, tudo bem? Concordo contigo a respeito da troca de técnico, crio que temos que dar tempo ao Roger, pelo menos até a parada da Copa, amanhã tem Libertadores e uma vitória nos dá a melhor campanha da competição, isso é importante e tem que ser o foco agora. Perder pra gambazada é sempre complicado, dá uma raiva sem tamanho, mas fazer o que alguns organizados fizeram de esperar o onibus e atirar coisas nele isso é insanidade, assim como os pedidos aos 4 ventos que alguem deveria der quebrado o "Ruimero" por causa da frescura que fez em campo, isso só incita a violência que não é pouca nas nossas ruas. O texto que a Mancha publicou é a forma de protestar, posso não concordar em parte com ele, mas é a forma correta de se fazer, sem violência física, afinal somos Palmeiras e temos que ter a inteligência para não descer ao nível de quem execramos. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denilson, acertaste em cheio. A Mancha faz o que deve fazer e nós, a nossa parte. Ponderação onde precisa, pressão onde é necessário... Abs!!!

      Excluir
  3. Roberto o foda é que são 6 derrotas nos últimos 7 derbys. Só esse ano já perdemos 3x pra imundicie. Com roubo ou não, são 6 derrotas em 7 clássicos. Virar freguês vip dessa corja... Era só o que faltava né.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FODA-SE DERBY, CARALHO!!!! Por acaso existe campeonato de derby? Título de Derby? A PORRA do fdp do Roger tem alguma coisa a ver com os derbys anteriores? Caralho!!!! Vamo parar de acusar o golpe, cazzo!!! Vlw man.

      Excluir
  4. Até que enfim um pouco de equilíbrio no meio de tanta sandice ,que li em outros blogs Palmeirenses.Demitir o RM agora é loucura. Os numeros mostram o Palmeiras em primeiro na Liberta, bem enaminhado na CB, vice paulista(doído ,mas daquele jeito,que ainda não acabou).Em segundo lugar contratar quem para o lugar dele?Não me falem no "professor",que funcionava quando podia gritar(cobrar) com jogadores e ter o respaldo da diretoria. Hoje o jogador na hora fala com o empresario dele e pede pra sair e tchau.Temos que deixar a histeria de lado(bem dito pelo Galluzi)e olhar pra frente visando ser campeão,que deixará essa pagina no esquecimento coletivo. Verdão o maior campeão brasileiro e primeiro campeão mundial!ABS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde assino??? ONDE EU ASSINO, EDNEI? PQP, essa coletividade nunca me desaponta... é de gente assim, com discernimento ACIMA DA MÉDIA que precisamos... Aplaudo fratello.

      Excluir
  5. Também sou contra demissão do roger. E penso exatamente igual a ti galluzzi. Não estamos disputando campeonato de derby. Aposto que iremos acabar o brasileiro a frente deles. Sem desespero, tô vendo em vários blogs o pessoal pedindo luxa kkk. Devem estar doidos. E galluzzi mudando de assunto, em outro blog vi que a proposta de mudança do mandato para 3 anos provavelmente será brecada no conselho. Todos sabemos que essa votação seria para garantir uma possível eleição da leila em 2021. Se ficarem 2 anos, em 2020 o galliote não poderia ser candidato e nem a leila. O que acha sobre isso ?? É a favor dessa manobra para favorecer uma candidatura da leila em 2021?? Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Fabiano! A princípio não tinha opinião direta, mas depois de ouvir o Seraphim del Grande acho que 3 anos é o melhor mesmo. Quanto a eleição da tia Leila é só uma questão de tempo, não acho que deveríamos pautar nosso estatuto sobre uma visão curta. Parece mais disputa política do que algo racional. Galiotte, Leila, Paulo Nobre, Genaro Marino..., acho melhor do que Tirone, Gagaia, Mustafá etc. Abs

      Excluir
  6. bom dia
    Acho que vou remar contra a correnteza das opiniões dos colegas. Respeito mas não concordo, exceto a demissão de técnico, não pelo Roger, poderia ser qq um, mas agora tem que deixar o cara trabalhar.
    Quanto ao time, que tem várias peças para mudar dentro da partida, o técnico não faz, sempre troca atacante por atacante, meia por meia, nada de diferente. No Palmeiras, a paixão aflora, e perder como perdeu NÃO faz parte, time sem brio, sem vontade. Como pode jogar um jogo fantástico contra o Boca e depois ficar preso na marcação do Chapecoense e nem importunar o time dos galinhas? O fato de deixar o Paulista pra lá e o jogo do Dérby de lado, faz sentido, mas acho que será mais um ano com dinheiro perdido (60 milhões com Borja e Deiverson). É fogo....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Victor, há o consenso por mudanças, principalmente no meio (Lucas Lima/ Dudu) e no ataque (Borja). Acho que o Roger já captou a ideia, vamos ver o que fará... a entrada do Gerra e do Bigode parece bem encaminhada... vlw!

      Excluir
  7. O problema deste elenco, e ai não vou responsabilizar somente o Roger, é não saber vencer os jogos decisivos, os jogos chaves. Foi assim em todo 2017 e está se repetindo este ano.
    Existem jogos que não pode perder, e exitem jogos que tem que ganhar. é uma diferença sutil, mas que faz a diferença em campeonatos.
    Sem mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser PG... mas vc sabe que isso é uma qualidade rara. Ainda assim é algo que ele tem que passar mais vezes pra superar, vamos ver! É um treinador novo, super estudioso, com sede de conquista, que sabe falar a língua do jogador... só o tempo dirá. Caso haja... rs abs!

      Excluir