quarta-feira, 2 de maio de 2018

Tecnologia que vem pra ajudar

A parada é a seguinte: perdemos mais 2 pontos por erro direto da arbitragem, invalidando um gol legítimo na última jogada da partida. Fato.

Mas quem assistiu a partida contra a Chapecoense viu que o Palmeiras teve poucos lapsos de qualidade ofensiva, “ficando” na retranca adversária. Quando bateu os 35 do segundo tempo, deu um siricutico na moçada foi um tal de cruzamento, chute, cabeçada... e gol! Que o infeliz do bandeira marcou errado.

O fato é que são duas frentes de batalha. Uma pelo bendito "recurso de vídeo" que deve nos reposicionar vantajosamente em várias partidas, outra é melhorarmos nosso ataque.

A estratégia mais adequada para furar um “catenaccio”, um ferrolho defensivo, é ter paciência pra tocar a bola e “puxar” o adversário, tirando a defesa de posição pra jogar em seu espaço que deve ser rapidamente ocupado.

Parece simples, mas exige um entrosamento perfeito, pra que se visualize a jogada antes da defesa. Acontece que nosso meio-campo ofensivo, com Dudu e Lucas Lima, ainda não “dialoga” como poderia. São 2 jogadores inteligentes e hábeis, mas falta uma triangulação, uma passada puxando a marcação, 1-2...

Quanto ao Borja, é uma grande polêmica... seu substituto direto, o William, parece mais eficiente na movimentação e finalização, ainda mais quando entra durante a partida. Talvez seja esse o jogo, força dupla se revezando.

Após o fôlego retomado com a vitória na Argentina, Roger Machado ganhou espaço pra continuar seu trabalho sem tanta corneta pra atrapalhar. Temos boas notícias pela frente, o Jean está voltando (pode ajudar na direita ou no meio), o Guerra também se recuperando e vamos que vamos. A próxima partida na Libetadores conra o Alianza Lima, no Peru, pode consolidar esse momento e consolidar o time num ambiente mais tranquilo. Ainda que precisemos de pontos no Brasileiro. Agora é torcer.

2 comentários:

  1. Grande Galluzzi,

    Ainda tenho esperança que o Scarpa possa ser o craque desequilibrante desse time.

    Abraço! Hudson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É vero, Hudson! Que ao menos coloque alguma pressão da dupla titular... abs!

      Excluir