segunda-feira, 4 de junho de 2018

# Nãoimportaoquediga

ESSA IMPRENSA DE GAMBÁ!!! Essa mesma que só funciona na base da polêmica e novela teve que se curvar ao Palmeiras e admitir que sim, temos time. Não é só Lucas Lima ou Dudu. É Moisés, Hyoran, Keno e muito mais.

Desde o início da temporada vimos dizendo: o Palmeiras é um time com 14, 15 titulares... nossa maior vantagem sobre a concorrência é ter cacife pra manter um bom time na ausência eventual de algumas peças. E neste clássico isso ficou claro.

Moisés de capitão é uma justiça pelo equilíbrio e dedicação que esse atleta tem ao clube. Não leva apenas a 10, leva consigo uma garra, uma fibra que há muito não víamos. E se o Lucas Lima tiver que ficar no banco pra que isso aconteça, que seja. É certo que voltará mais ligado... quando voltar.

O técnico Roger Machado mostrou competência ao acalmar o time no intervalo, quando perdíamos por 0x1. O próprio Dracena, que falhou no lance do gol, teve a hombridade de assumir toda responsabilidade por uma eventual derrota, o que por certo deu ainda mais confiança ao grupo.

Não foi apenas uma vitória, de virada, sobre um time que chegou com invencibilidade e cheio de moral. Foi a vitória que precisávamos no momento certo. Não que as cornetas da desgraça parem por mais de 4 dias caso soframos algum revés futuro, mas a calmaria ajuda e muito a sequência do trabalho.

Tendo o Keno saído após acusar dor muscular, pode não ser titular na quarta. Mas um de nossos melhores jogadores tem um bom substituto a altura, o Hyoran. Outro substituído pelo mesmo problema, Diogo Barbosa também conta com Victor Luís como boa opção.

Mais uma vez dizemos... ROGER, ARRUME A DEFESA. Ainda mais forte que o Choque-Rei, enfrentaremos um dífícil Grêmio jogando em casa, por isso a atenção defensiva deve ser redobrada. Resolvendo esse setor, o restante ganha confiança pra avançar e garantir os pontos.

Agora tomo pra mim as palavras do Felipe Melo ao dizer em alto e bom tom: #nãoimportaoquediga! Para um palmeirense está muito claro que o talento vem à tona quando há um mínimo de tranquilidade e segurança pro time desempenhar seu papel. Não é fácil e não será jamais, mas sem o APOIO da torcida o que é difícil torna-se impossível.

Palmeirense, lembre-se: O Palmeiras precisa de você. Não apenas para comemorar gols, vitórias e campeonatos, hora em que todos querem se sentir vitoriosos. Mas justamente nos momentos difíceis, onde eventuais derrotas podem minar a fé dos incautos, mas jamais levarão a esperança de quem carrega – verdadeiramente – os valores dessa instituição.

Viemos pra cá sem nada e aqui construímos uma nação, de gente forte, independente e trabalhadora. Passamos por fila, vexames e rebaixamentos. E superamos. E não será por conta de uma imprensa polemizadora que aproveita cada momento ruim pra incendiar o circo que viraremos as costas à nossa paixão, justamente quando ela mais precisa. Assim é o Palmeirense. E quem não é pode até se vestir de verde, mas não conhece a força astronômica que essa camisa possui.

SENHOR, PERDOAI ESSE POVO DE POUCA FÉ, POIS AINDA NÃO SENTIRAM NO CORAÇÃO A TREMENDA PAIXÃO QUE EMANA DOS VALORES DEFENDIDOS POR UMAFAMÍLIA DE LUTADORES E VENCEDORES. Não importa o que diga, essa imprensa de gambá. Palmeiras PARA SEMPRE vou te amar.

Um comentário:

  1. Galluzzi
    Por decisão minha abandonei o time, este mesmo time que não deu liga desde inicio de 2017, e que passou por 4 treinadores diferentes sem resultado. Este mesmo time que perde as partidas decisivas, aquelas que não podem perder para quem almeja ser campeão.
    Não assisti ao jogo, mas como corre sangue verde nas veias assisti aos melhores momentos e ouvi e li todos os comentários possíveis e diferentes mídias assim como grupos palmeirense no wwhatssap.
    Minha percepção, é que não mudou nada, continuamos um time que joga de uma só forma, portanto previsível até porque as mudanças são 6 por meia duzia, não há variação tática. Vamos reconhecer que o time no segundo tempo entrou mais disposto, marcou mais em cima, e que o são paulo, recuou e tentou sentar na vantagem.
    O próximo jogo contra o Grêmio é jogo chave, jogo para ganhar, empate não serve, simplesmente porque estão em nossa frente, portanto jogo de seis pontos, assim como o jogo contra o Flamengo. São jogos que não pode sequer empatar. E por incrível que possa parecer, o jogo com margem de folga, é o jogo contra o Ceara, pois está abaixo e não oferece perigo até o momento, embora jamais poderemos pensar assim para quem quer ser campeão.
    Meu medo é, será que conseguiremos vencer os jogos chaves desta vez. Este é o segredo do campeonato de pontos corridos.

    ResponderExcluir